História N.O ¥Yoonseok adaptation¥ - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Abo, Adaptação, Jikook, Mpreg, Namjin, Yoonseok
Exibições 140
Palavras 1.547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Por que esta aqui?


Suga andava pelas ruas à caminho de casa. Ele estava todo sujo de sorvete de morango e se sentia tão sozinho. Jimin tinha que ter feito aula de dança hoje. Ele estava tão triste e com tanta raiva que nem mesmo percebeu Hoseok ao seu lado o acompanhando. Yoongi não ligou, ele queria só ir para casa e se prender em seu quarto. Estava tudo em pleno silêncio e Yoongi preferia assim do que ficar ouvindo a voz do alfa ao seu lado sorridente por não estar recebendo insultos ou qualquer coisa parecida e também estranhando a não violência de Yoongi.

- Por que esta aqui? Vai embora! - fala Yoongi contra sua vontade. Era inevitável ele não ser rude com alguém, isso era dele - de sua personalidade- ele não tinha culpa. Hoseok apenas suspirou e continuou ao lado de Yoongi. - Eu falei pra ir embora, é surdo?

- Não... Eu só não quero te deixar sozinho.- fala Hoseok sorrindo e Yoongi sente seu coração apertar e olha para o chão e nem percebe o carro que tinha em sua direção, mas Hoseok o segura pelos ombros antes que o carro passasse. - Tenha cuidado...

- Eu sou inútil? - pergunta Yoongi mais para ele mesmo sentindo as mãos quentes de Hoseok em seus ombros e sem querer tira-las por pura preguiça e também por não querer se afastar do conforto que sentiu.

- Não... Ah desculpe! - fala Hoseok afastando suas mãos de Yoongi que o olha nos olhos. Hoseok sente um frio na barriga ao ver os olhos de Yoongi, ele estava hipnotizado dentro dos olhos do Ômega que apenas o encarava sem nenhuma palavra.

Yoongi se sentia inútil realmente como a garota disse. Era verdade que não queria nenhum alfa mas também não queria dizer que queria ficar sem um. Yoongi tinha medo, medo de ser jogado fora depois de ser usado. Ele queria ter alguém que sempre o amasse que o fizesse se sentir útil e que principalmente o amasse pelo que ele é. Pela sua atitude rude e fria, pelos seus ronronares que ate mesmo sua mãe reclamava, pelos seus insultos. Mas ele achava isso impossível. Mais um motivo para ele não ter nascido para ser Ômega. Ele não era carinhoso, ele não era fofo. As vezes ele queria não ser arrogante e não afastar as pessoas toda vez, como o amigo de Hoseok. O Jeon Jungkook, ele era tão fofo e tão educado, mas também tão rebelde, Yoongi tinha inveja dele, inveja de Jungkook e de como ele era totalmente o contrário de Yoongi.

Ele era vazio e que só servia para afastar os outros e sobreviver de vibradores por três dias enquanto Jungkook tinha alfas que gostavam dele, e ele gostava e não era somente usado, os alfas o procuravam por ele ser bom, fofo e principalmente um Ômega perfeito.

Hoseok percebe que Yoongi estava viajando e tenta tocar o mesmo mas desiste olhando para o chão. Yoongi tinha horas ser tão indefeso para ele e outras ser totalmente frio e forte. Talvez seja por isso que nenhum alfa ousaria chegar perto de Yoongi, ele era tão inalcançável tendo essa fragrância perfeita e adocicada mas tão difícil de conseguir.

- Não minta pra mim, se me acha inútil fale logo, eu não nasci para ser Ômega isso é fato. - fala Yoongi desviando seu olhar agora para frente e atravessando a rua e Hoseok o segue.

- Como assim? Já sentiu sua essência?- fala Hoseok indignado, era óbvio para ele que Ômegas tinham um cheiro delicioso e o de Yoongi era perfeito. Mas Yoongi não gostou da resposta. So o cheiro importava para um alfa? E a personalidade, os gostos, a cor que gosta, o tipo físico, o amor não importava, a atração não importava? - O que foi?

- E o resto? Pra vocês é só marcar ou foder praticamente uma noite inteira e tá tudo certo? - pergunta Yoongi se virando para Hoseok e chegando bem perto de seu rosto. Hoseok paralisa pela aproximação. - Se eu te beijasse agora, não teria sentido? Se eu me entregasse pra você não teria sentindo? E isso que vocês acham? Se for isso, agora sabe o motivo de eu não querer um alfa e nem mesmo pensar nisso, odeio ser um Ômega nunca quis ser, eu me odeio por isso! Apenas vá embora!

- Yoongi... - Hoseok fica paralisado pelo choque das palavras do Ômega. Ele não sabia o que responder, por que era realmente isso que ele fazia com os outros Ômegas. Ele os usava e não significava nada, apenas sexo e fim. Hoseok fica pensando em quanto foi insensível ao dizer que Yoongi tem a essência mais gostosa que ele ja sentiu. Realmente era horrível ter que pensar dessa forma.

Yoongi sai vendo que Hoseok tinha paralisado no lugar olhando para baixo. Ele tinha aberto a boca demais hoje, não queria mais isso. Assim que chega em casa sua mãe vê que ele estava sujo de sorvete mas ignora assim que seu filho corre para o quarto e se tranca como toda vez que estava perto do cio. Yoongi chega em seu quarto e sente seu traseiro formigar e se contrair e logo jorrar lubrificante de sua entrada molhando sua calça já suja. Ele apenas tira as roupas e vai para o banheiro e joga agua fria em seu corpo porém como sempre não funcionava. Yoongi chorava por ter que usar novamente os vibradores. Yoongi agacha no chão e enfia seu dedo na sua entrada e começa a mexer, não funcionava, ele praticamente coloca a mão inteira e não funciona. Ele queria sentar em um pênis, era o que mais queria naquele momento. Ele pega o de borracha e enfia em sua entrada e começa os movimentos, gemendo de dor e agonia, mas nem um pingo de prazer, o que ele queria não estava lá. Yoongi liga o vibrador e enfia em sua entrada que ainda tinha o pênis de borracha e começa a ficar manhoso como sempre.

Sua mãe ouvia os gemidos de seu filho calada. Ela queria muito que seu filho pelo menos arrumasse um alfa, ele era tão precioso pra ficar sozinho. E mais gemidos eram ouvidos, odiava ver seu filho sofrer por não ter um pênis de um alfa e não ter um alfa para marca-lo. Mas ela não Podia fazer nada, seu filho tinha 17 anos ja tinha idade para arrumar um sozinho. Ela houve alguém bater na porta e la estava os mesmos pretendes - vizinhos - de seu filho que queriam negóciar para poder ter Yoongi. A mãe sempre recusava pois sabia que seu filho não queria. Mas os homens insistiam e ate mesmo mulheres alfas vinham atrás de Yoongi. Seu filho era praticamente o mais desejado Ômega.

- Eu ja disse não! - fala a mãe de Yoongi vendo os homens rosnarem com volumes nas calças. Logo seu marido rosna mais alto e eles saem. - Obrigada!

- Não gosto de ver meu filho assim... - fala o pai de Yoongi olhando para a mãe com afeto. Eles eram o casal perfeito na visão de todos ate mesmo na visão de Yoongi. Seus pais dificilmente brigavam e se amavam tanto que era de dar inveja.

- Nem eu... - fala a mãe que logo abre a porta novamente vendo Jimin ofegante na porta. - Jimin?

- O... Yoongi está? ...- logo Jimun ouve os gemidos do amigo e cora ao olhar para a mãe de Yoongi. - Melhor voltar outra hora...

- Espera... Jimin, ajude ele! - fala o pai de Yoongi e a mãe arregala os olhos assim como Jimin.

- C-como assim Sr.Min? - pergunta Jimin com medo da resposta.

- Ajude Yoongi, é só essa vez! Por favor não gosto de ver meu filho assim! - fala o pai de Yoongi e Jimin pondera ir ou não.

- Eu acho que ele não vai querer...

- Vale a pena tentar! - fala a mãe de Yoongi dessa vez e Jimin assente entrando na casa e indo ate o quarto de Yoongi e batendo na porta.

Ele ouve passos pensado e lentos e gemidos mais perto. - J-jimin? O que faz aqui?

- E-eu vim te ajudar... Seu pai e sua mãe me pediram... Você quer que eu te ajude? - pergunta Jimin e Yoongi para tudo o que estava fazendo.

Ele queria mesmo que Jimin o ajudasse? Ele queria usar seu amigo? Não... Mesmo que ele tivesse realmente necessitando, não faria isso.

- Não... Volte outra hora Jimin, eu consigo me virar! Não quero usar você! E sei que você também não quer... - fala Yoongi se xingando por dentro por querer tanto nesse exato momento que seu amigo derrubasse essa porta e enfiasse seu pênis em sua entrada.

- V-voce tem razão, eu volto depois, se cuida Yoongi! - fala Jimin saindo e indo até a porta da sala fazendo cara de " Não foi dessa vez " e indo embora.

- É agora se vira seu imbecil! - fala Yoongi só pra ele mesmo e movimenta o pênis de borracha mais rápido o que parecia estar resolvendo para a sua surpresa, mas ele sabia que não era o suficiente. Yoongi suspira derrotado e geme mais por sua mão estar cansando e essa era a pior parte. Ele teria que grudar o pênis de borracha no chão e sentar encima, era o jeito!


Notas Finais


~Tentando não rir~

F-foi isso, bjs e fuix♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...