História Nobody Knows - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 8
Palavras 1.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


eu amo tanto esse print que eu tirei. O Calango olhando fixamente pro Pk, esperando ele falar <3
mais ummm, espero que gostem!
bjao, boa leitura...

Capítulo 3 - Do you like cake?


Fanfic / Fanfiction Nobody Knows - Capítulo 3 - Do you like cake?

Às vezes nós só precisamos esperar o momento certo. De certo, dá certo...

Calango P.O.V.

Acordei super empolgado. Ontem à noite, Mike falou com Guaxinim pelo whatsapp e nos avisou que ele e Pac viriam pra cá, e que tinham novidades pra contar pra gente. Também disseram que iriam ficar na casa de Matheus, Guaxa até insistiu pra eles ficarem na casa dele, mas eles disseram que já tinham combinado tudo com Pk. Além de tudo isso, hoje nós iríamos passar o dia na casa do Alan. É incrível o fato de minha mãe confiar nele por ele ser mais velho. Mal sabe ela...

Já passava de 07:40 da manhã, me levantei cedo, pois sabia que os meninos iriam vir. Eu queria ir até o aeroporto junto com Guaxinim. Por esse motivo, levantei-me e tomei um banho rápido. Minha mãe ainda estava na cama, ela já sabia de tudo, ontem mesmo eu avisei sobre tudo à ela. 

Pk (P.O.V.)

Ser adulto é um sacooo! Eu queria ficar até 13:00 da tarde na cama, mas não! Não posso! Vai vir dois mangolões pra cá. 

Lembrei do meu "lado Feliz" que me dizia para sempre sorrir, independente da situação. Eu tentava, e raramente conseguia fazer isso. Sempre fui mais de reclamar e querer as coisas do meu jeito. Se isso estava errado? Provavelmente! Eu nem me importava. 

Tomei um banho e liguei para Guaxinim, que já estava vindo pra cá. Quando ele chegou, eu ainda estava arrumando o cabelo, e como sempre, reclamou. 

— Pk, vem logo, cara! 

— Pk tem um penteado que nunca desmancha - pude ouvir a voz de Thiago. 

— Deeeu! - fiz a minha típica voz do tipo "vocês não tem paciência?" - Vamos logo. 

Entramos no carro, o aeroporto ficava um pouco longe dali. No meio do caminho, Alan ligou para Guaxinim, e quem atendeu foi Thiago. Só ouvimos ele falando "Sim..Não..É...", essas coisas. 

(...)

Pac e Mike finalmente já estavam entrando em nosso carro para voltarmos pra casa. Já era cerca de 09:38 da manhã. Eles foram conversando sobre os canais, jogos novos, etc. Decidi não participar do assunto, e apenas ficar viajando em meu mundo paralelo enquanto ouvia minhas músicas. 

Alan parecia ser o único de nós que morava em uma casa normal, e não em um apartamento. Logo que chegamos, ele e Maethe nos receberam muito bem. Eu adorava a casa de Alan, ela era tão cheia de...Harmonia! Tão viva! Isso era bom! 

Entramos e nos sentamos no sofá que era incrivelmente confortável. 

Eles encomendaram pizzas. Sim, pizzas. Nós fomos pra lá pensando que realmente iríamos comer da comida do Alan, já que Maethe disse que não iria fazer comida hoje. 

— Pizza? - perguntei. 

— Ah gente, desculpa, minha comida é ruim. - Alan riu de si mesmo. 

E assim nós fomos conversando e comendo, quando vimos, já passava de 14:00 da tarde. Ficamos ali jogando, rindo e brincando, como de costume. Só faltava Cellbit ali! Porque, praticamente todos os outros estavam ali, inclusive Felps e Gabs. 

Calango P.O.V. 

Alguém pode, por favor, me dizer o porque de eu estar achando o Pk extremamente e ridiculamente fofo? Quando ele entrou no carro hoje de manhã, eu não reparei o quanto aquele moletom preto com aquela calça marrom claro e um all star o deixavam tão lindo. Aliás, porque eu to achando ele bonito? Ele nem me trata direito. 

Pac e Alan estavam jogando um contra o outro. Havia sobrado apenas um pedaço de pizza dentro da embalagem. E, pra minha surpresa, quando eu fui pegar, vi uma mão indo em direção ao único pedaço. 

— Ah, pode pegar! - Pk me olhou e riu, sempre com aquele jeito envergonhado. 

— Eu ia pegar só porque ninguém tinha pegado - sorri - Pode...

— Não! - ele me interrompeu. - Eu também iria pegar por esse motivo. 

Ficamos uma meia hora dando desculpas de "o porque eu iria pegar o pedaço de pizza", isso foi tão...Ridículo. Só uns 5 minutos depois, nos demos conta de que todo mundo ali já estava de saco cheio com aquilo. Felps foi até a cozinha de Alan e buscou uma faca. 

— Tá aqui o fim do sofrimento de vocês! - todos riram. 

— Obrigado, Felps. - ouvi Matheus agradecendo. 

Por fim, cortei o pedaço no meio, e deixei metade pra ele. 

(...)

Pk P.O.V.

Aquela cena da pizza foi tão...Engraçada! Eu realmente fiquei com vontade de comer, mas, segui minha gentileza (a pouca que eu tinha), e ofereci a ele. 

Alan tinha comprado até bolo pra gente comer, e nos avisou disso. Os meninos que não estavam jogando foram lá se servir na cozinha, mas Calango e Felps não foram, Gabs se encarregou de alimentar Felps enquanto ele terminava de ganhar de Thiago, que já estava puto. E eu? Ah, eu estava comendo meu bolo, escutando Pac e Alan falarem merda do meu lado. 

— É...Você quer...Bolo? - perguntei para Thiago, dando pequenas pausas e tentando entender o que eu tava fazendo. 

— O quê? - ele arqueou uma sobrancelha.

— Ôh seu imbecil! - parei e pensei  - Não! É...Desculpa. Você quer bolo? 

— Tá se oferecendo pra ir servir bolo pra mim? 

— Sim, ué. 

— Ah, tá bom. - ele pensou - Hum...Quero. 

Os meninos ficaram em uma espécie de choque. Eles estavam acostumados a ver eu e Calango sempre discutindo, mas, como eu disse ontem à noite: Vamos ser gentis! 

Fui em direção a cozinha, peguei um prato pequeno e servi uma fatia de bolo, peguei um garfo e voltei para a sala. Parei na frente de Thiago e lhe entreguei o bolo, ele agradeceu com um imenso sorriso. Eu deveria admitir que ele tem um belo sorriso? Ah, dane-se. Ele tem um belo sorriso! 

Nós ficamos até tarde da noite ali, e nem vimos o tempo passar. Alan obrigou a todos que estavam ali a dormir na casa dele. Felps disse que tinha que ir pra casa, eu nem ouvi o motivo. Aliás, Thiago quis jogar comigo. Jogamos duas vezes e ele ganhou as duas vezes, eu sou péssimo pra isso. 

— Se você jogar outra, eu deixo você ganhar! - me provocou. 

— Eu não quero mais jogar com você! 

— Não fica bravo. - ele se jogou ao meu lado, no sofá.

— Eu não tô! - ele me olhou e riu - Talvez...Talvez um pouco, apenas! 

Calango P.O.V.

E na hora de irmos dormir, foi aquele dilema todo. Pac e Mike queriam ir dormir no quarto que sobrava na casa de Alan, que avisou pra eles não sujarem o chão, se é que entendem! 

— Vai dormir com quem? - perguntei a Pk, cochichando. 

— Com ninguém, de preferência! 

— Dorme comigo? - coloquei a mão em seu ombro. 

— O QUÊ? - Pk gritou, fazendo todos ali nos fitarem (Aut: Imaginem ele gritando da maneira que faz nos vídeos, ele sempre grita isso.)

— O que aconteceu? - Alan começou a rir desesperadamente. 

— Você tá falando sério? - ele começou a rir. 

— Por que diabos eu estaria brincando? 

— Porque você tem dessas! - fez uma cara debochada. 

No final de tudo, ele "aceitou". Isso porque eu quase arrastei ele pro colchão. É óbvio que ficaram fazendo piadinhas sobre nós dois, perguntando se o shipp era real, eu não me importava. 

No final, ficou assim: Pac e Mike em um quarto, Alan e Maethe no deles mesmo, Guaxinim dormiu no chão do quarto onde estavam Pac e Mike, deixando eu e Pk na sala. 

— Boa noite, donzela. - debochei de Matheus. 

— Boa noite, donzelo. - Nós rimos. 

Estávamos um virando de costas pro outro. E, de repente, no meio da noite, virei para o mesmo lado que Calango, nos deixando cara a cara. Ele apenas sorriu e virou de barriga pra cima. 

Será que....NÃO! Isso não! 

 

 

Descobri que era Amor, quando, depois do "boa noite", me veio uma vontade incontrolável de dizer um "eu te amo". 

 


Notas Finais


acabei de fazer o cap mais viado q eu consegui
favoritem se gostarem.
bjaooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...