História Noites.... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 22
Palavras 1.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Noites.... - Capítulo 2 - Capítulo 2

- Ok, foi assim, cheguei aqui as três e os taxis não estavam funcionando e então fui andando...

- Mas por que não me chamou sabe que eu tenho carro - disse Maly

- Ah eu esqueci, mas continuando, começou a chover e ai comecei a correr que nem uma louca para um lugar coberto, mas esbarrei em um cara o Josh, ele é lindo cabelos negros pele clara e olhos verdes, como me machuquei ele me ajudou e me levou para a casa dele.

- EPA!! Você foi para a casa dele - me olhou maliciosa

- Sim fui, mas só deu merda, ele cuidou de mim jantamos e conversamos ele estuda medicina e esta na nossa faculdade, quando eu estava indo embora se pegamos e quase.... É isso ai, mas é tudo culpa sua e daquela vadia lá da Kace uma mina que ele tava ficando, quando fui te atender a campainha tocou ai entrou essa puta beijou ele tive que fingir ser a prima dele e ir embora, ele queria ficar comigo, mas dei de difícil e amanhã vamos conversar na casa dele como "amigos" e ver o que rola.

- Uau!! Imprecionante, mas então amanhã vai bem top e faz recalque pras puta e fala que tem compromisso com um "amigo" e não pode ir - disse Maly toda animada

- É boa ideia, mas agora eu quero ficar com minha melhor amiga comendo um monte de porcaria, porque nois não engorda - dissa e me joguei em cima dela no sofá e a abracei - Nunca mais fica tão tempo longe

- Querida 2 dia? - perguntou ela debochando da minha cara

- Sim, sim 2 DIAS são muito tempo linda - nós duas rimos.

{....}

Então passamos a tarde inteira comendo um monte de porcaria e assistindo series, a noite ela me ajudou a arrumar as coisas da viagem e meu quarto e foi para casa dela, como não tinha nada para fazer tomei um banho coloquei o meu pijama e dormi.

Acordei, peguei meu celular e eram 9:10, minhas aulas começavam as 10:30 e era um pouquinho longe daqui, tomei meu banho coloquei um shorts cintura alta florido uma blusa branca soltinha com as mangas meio de franginha, a minha bota preta de salto até o joelho, um colar de coruja e uma bolsa preta {Imagem do início }

Fui até a cozinha tomei suco de laranja e torrada com geleia, tenho muita sorte que Maly comprou para mim as coisas de casa, porque se não ia ter que mendigar café da manha para ela, porque só ia comprar depois da faculdade, Fechei o meu apê e fui lá pro da Maly,ela me deu uma chave ontem então abri e sai gritando.

- VAMO ACORDA JUMENTA - ela resmungou - VAMO PRA FACU DESGRAÇA - só resmungo de novo - VAMO ACHA BOY  CABRITA - a garota pulo da cama, isso se chama falta de bofe.

- Você disse Boy viada - assenti - Bora pra facu achar os boy - eu comechei a rir.

Ela se trocou e descemos para o estacionamento, entramos no carro e fomos, de carro é bem mais rápido, quando chegamos na faculdade, já tínhamos cuidado da papelada, então fomos para a sala, mas antes fui deixar minha bolsa no armário e esbarrei em alguem, cara esbarro em todo mundo, olho pra cima - como sou uma baixinha - e quem eu menos queria ver.

- Josh - reviro os olhos

- Oi pra você também - ele fala

- Bom dia, tchau - digo saindo mais ele segura meu braço - Ah, me desculpe arrumei um compromisso bem mais importante então pode ficar com a Kace ta

- E qual seria?

- Minha casa, agora vai lá aposto que ela ta te esperando - digo me soltando as mãos dele - Porque a sua PRIMA tem aula, e também ela não quer ficar na frente de um idiota que tem a capacidade de se aproveitar dela e estar com outra - bato palmas.

- Isso é tão infantil da sua parte, e não eu não te usei, ontem você me fez sorrir, ninguém faz isso - ele coloca a mão no meu rosto - Você é especial em pouco tempo - ele sussurra no meu ouvido me fazendo arrepiar.

- É..... Eu preciso ir até qualquer hora - gaguejo e ele sorri

Viro de costas e corro para minha sala, tive sorte que o professor não estava lá, me sentei ao lado da Maly e ela sorriu.

- Onde a senhorita estava ? - perguntou maliciosa

- Esbarrei com pessoas inesperadas - disse naturalmente

- Josh? - perguntou e assenti - O que ele disse ?

- Falou que gostava de mim e que era especial, que fiz ele sorrir o que ninguém consegue - disse corada

- Ele gosta de você ta na cara!

Corei violentamente depois doque ela disse, como ele gostar de mim, nos conhecemos a pouco tempo tipo ontem, é mas vai que.

As aulas de passaram e um dos professores faltou então saímos 50 minutos mais cedo, Maly disse que no almoço arrumou um bofe e me deixou sozinha, fui no Starbucks peguei o meu café e fiquei sentada mechendoi no meu celular

- Hum, que bom te encontrar aqui Kara - sabia quem era a voz -  Posso sentar?

- Claro que pode, já estou de saída -  olho pra ele e sorrio ironicamente

- Para com isso vai, você disse que conversaria comigo, como amigos, só que você não colabora - disse ele segurando minha mão.

- Porque eu não quero conversar - ele me puxa e me deixa perto dele

- Por favor, eu te deixo em paz se você quiser, ou podemos ser amigos ou oque você quiser, OK?

- Tudo bem - me sento de novo

Começamos a conversar e as vezes ele me deixa brava por me encantar, quando estava indo embora que o Starbucks ia fechar começou a chover.

- Que ótimo, mais chuva para me atrapalhar - resmunguei, abri a porta e fiquei aonde era coberto da loja, estava frio, liguei um milhão de vezes para a Maly mais nada.

- Quer que te leve, eu estou de carro? - perguntou

- É obrigada, mas seria encomodo para você me levar

- Claro que nao seria - ele fala e coloca o seu casaco em mim - tô esta frio

- Obrigada - disse colocando o casaco

Ele me da a mão, exito um pouco mas dou minha mão, vamos até o carro, ele liga o ar quente e liga o carro, falo o meu endereço e ele segue até lá, o caminho foi silencioso, chegamos e a chuva estava mais forte então tiro o casaco

- Porque tirou? - perguntou - Pode ficar gripada

- Não vou molhar o seu casaco - disse - então muito obrigada, é..... Quer entrar ta frio.

- Eu aceito só que colocar o casaco - assenti e coloquei

Saímos do carro e entramos correndo no prédio, mas bem na entrada escoreguei e Josh me segurou e deu um sorriso, me levanto meio constrangida, entramos no elevado e aperto no 17.

- Posso te fazer uma pergunta ? - ele assente - Por que você não sorri? Ele é tão bonito - digo envergonhada

- É complicado

- Se quiser não precisa falar - digo olhando para

- Não tudo bem é que minha mãe faleceu, ela tinha câncer - disse tristemente

- Ai me desculpe mesmo não queria te lebrer sobre isso, deve ser muito sofrido - digo o abraçando

- Tudo bem, não se preocupe ja me acostumei - disse

Saímos do elevado e entro no apartamento, tiro minhas botas e vou deslizando que nem uma criança até meu quarto e as guardo, volto da mesma maneira e Josh esta rindo, sorriso e escorrego e caio de cara no chão e faço cara de choro.

- Oh bebê não chora vem aqui - diz ele com a voz manhosa me pegando no colo e colocando no sofá - Onde o bebê machuco?  - perguntou e eu como uma linda garotinha nada pervertida apontei para minha boca - Deixa dar um beijinho que sara

Ele vem por cima de mim e me beija, calmo e sereno.

- Saro? - neguei com a cabeça e ele me deu mais um beijo deitando comigo no sofá que estava estendido. - Ta melhor - assenti e rimos

Então decidimos assistir um filme,  um romance mesmo com muitos protestos da parte dele, fiz pipoca e peguei o refri, no meio do filme olhei para ele, estava dormindo com as mãos em meus cabelos, o filme acabou e fiquei olhando para ele, dormia sereno, fui para o meu quarto e coloquei um shortes de moletom e uma blusinha, amarrei meu cabelo em um coque frouxo, voltei prata a sala e ele estava inquieto procurando algo, deitei ali e ele me abraçou, colocou a mão da minha blusa e fez carinho em mim, corei na hora, deitei e dormi ali.

Acordei com alguém batendo na porta, olhei para trás e ele ainda dormia, peguei meu celular e erma 19h levantei e fui até a porta.

- Onde você tava garota não atende o celular e..... - fiz o sinal de silencio para que a Maly ficasse quieta, apontei para o Josh deitado no sofá - Desculpa, então quando ele for volto ta beijos gata - disse ela saindo.

Volto para o sofá esento do lado dele, passo a mão nos seus cabelos e sorrio, acordo ele bem calmamente.

- Josh - sussurro em seu ouvido e sinto ele beijar o meu pescoço - Ei você não precisa ir

- Nossa esta me expulsando? - ele para e eu resmundo

- Não é só que esta tarde.....- digo e ele senta no sofá

- Tudo bem - se joga de novo - Minha casa ta muito longe - resmunga com preguiça e rio

- Josh

- Oi Kara

- Aceita um desafio?

- E qual seria ?

Continua.....


Notas Finais


Espero que tenham gostado estou me animando muito com essa ficou beijos 🍮💖😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...