História Noona (Imagine JungKook - BTS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Tags Bts, Hentai, Imagine, Jungkook, Noona, Sexo
Visualizações 411
Palavras 1.176
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá esse é meu primeiro imagine e fiz ele com nossa lindo e maravilhoso maknae, JungKook.

Espero realmente que vocês gostem.
Boa leitura ^-^

Capítulo 1 - Relaxa, noona


Cansaço. Essa única palavra definia tudo que estava sentindo. Até agora não acreditava que havia conseguido fazer tudo aquilo.

Aquele maldito trabalho em grupo dá faculdade, me custou horas e horas acordada, mas não podia reclamar pois não havia ficado ruim, a única coisa que me deixou com raiva, foi que fiz o trabalho praticamente sozinha!

E agora, aqui estou eu sentada em frente a televisão tomando uma bela taça de vinho, no meu pequeno apartamento, na grande e movimentada Seul.

Perdida em pensamento, quase não escutei a campainha tocar.

"JungKook'' na mesma hora me veio a cabeça, o nome do meu Dongsaeng.

JungKook era um ano mais novo do que eu, nos conhecemos quando me mudei para esse apartamento. Quando o vi pela primeira vez já percebi que ele era um garoto muito tímido, pois sempre desviava os olhos e ficava muito corado quando o encaravam, e eu achei isso muito fofo, e decidi me aproximar, ‘‘Porquê não?''.

No começo foi difícil, admito, ele não conseguia manter uma única conversa, o máximo que eu consigia era um ‘‘Olá" porém não desisti, e posso falar hoje com orgulho que somos bons amigos.

- Você demorou. - Falou ao eu abrir a porta.

- Foi mal, eu estou um pouco cansada ultimamente. - falei dando um espaço para ele passar. - Entre.

- O que está acontecendo? É por causa daquele trabalho da sua faculdade? - Disse ele entrando.

- Sim! Até agora não acredito que ninguém me ajudou e no final só sobrou para mim fazer. - Falei irritada.

Fui para a minha cozinha e peguei outra taça de vinho, caminhando até a sala com ela na mão, e me sentando no sofá em que estava até o Kookie chegar.

- Quer um pouco? - Perguntei apontando para o vinho.

- Claro. - Disse se sentando ao meu lado.

Ficamos em silêncio por um tempo, apenas bebendo do vinho e aproveitando a companhia um do outro.

- Quer escutar música? - Perguntei à ele.

- Pode ser. - Falou ele simplista, dando mais um gole em sua bebida.

Me levantei, e fui em direção da pequena caixa de som. Coloquei uma música calma e num tom nem tão alto nem tão baixo. Estava perfeito.

Voltei a me sentar perto dele, enchendo minha taça mais uma vez.

- Você precisa ir com calma, noona - Começou a falar - não quero ter que cuidar de você bêbada de novo.

- Eu sei Kookie, desculpa, e que, eu só preciso de alguma distração. - Falei um pouco baixo.

- Você quer que eu lhe ajude noona? - Disse ele num tom que eu nunca havia lhe escutado falar. - Quer que eu lhe ajude a relaxar?

- Como assim? - Perguntei inocentemente, sentindo ele se aproximar cada vez mais.

- Assim...

Logo senti seus lábios grudado aos meus, como foi uma aproximação muito repentina levei um susto, e tentei afasta-lo, sem muito sucesso, óbvio, JungKook era o dobro de meu tamanho.

Senti ele pressionando mais seus lábios, e não resisti, acabei deixando ele invadir minha boca, com sua molhada e quentinha língua. Seus braços foram em direção a minha cintura, indo direto ao meu quadril, puxando meu corpo para cima do dele, gemi mordendo seus lábios. O contato estava tão bom, que não aguentei e acabei rebolando em cima de seu membro, já animado. Percebi que ele apertou mais meu quadril e forçou mais ainda, fazendo o um contato maior e gostoso, muito gostoso.

Sentindo uma falta de ar, separamos nossas bocas, porém não paramos por aí, ele foi direto ao meu pescoço começando a chupar e morder o local. Aquilo era bom de mais.

- Vamos para quarto, noona. - Disse ele, com uma voz rouca, e em um tom nessecitado.

Não disse nada, apenas levantei puxando ele indo em direção ao meu quarto. Indo até lá soltei ele na cama e tirei minha blusa, jogando em qualquer canto do quarto. Rapidamente fui para cima dele, voltando a beija-lo. Nós separamos ofegantes, as mãos de JungKook acariciavam minha bunda enquanto as minhas foram direto a sua camisa puxando-a logo exibindo aquela peitoral lindo.

Sua atenção foi aos meus seios, logo tirando aquele sutiã que o estava atrapalhando. Sem o sutiã e com os seios espostos, seus lábios passaram por toda extensão, beijando-os e os chupando deliciosamente.

Já não aguentando aquilo, empurrei sua cabeça, em direção a minha o beijando, e chupando aquela maravilhosa língua dele.

Dedilhei meus dedos até sua calça e logo fui a tirando, para me ajudar ele levantou um pouco seu quadril e logo depois a tirando, dando para ver sua boxer preta e grande volume formada nela, porém em momento algum paramos o nosso delicioso beijo. Logo ele também foi tirando meu short, só sobrando a calcinha, em meu corpo. Ela estava completamente encharcada.

- Por favor. - Susurrei em seus lábios, não aguentando mais.

- Diga, noona, diga o que você quer. - disse ele separando nossas bocas e me olhando.

Me aproximei de seu ouvido e falei o que ele tanto queria ouvir.

- Quero que você me foda, Kookie. - Disse provocadoramente.

Aquilo foi o estopim para ele, logo ele arrancou sua boxer liberando seu membro grande e pulsante. Levou sua mãos em direção a minha calcinha branca, logo a arrancando dali. E me deitando na minha cama.

Me deu um beijo leve em minha boca, e pude sentir ele levar suas mãos em minhas coxas as afastando, começou a me penetrar logo em seguida, me fazendo dar um suspiro de alívio.

Não foi muito difícil dele entrar, mesmo eu sendo muito apertada, não era virgem já tinha ficado com dois ou três homens em minha vida, e além do mais estava muito exitada, o que facilitou muito a entrada de seu membro em mim.

Ficou parado por um tempo, nos deixando aproveitar o memento sentido um ao outro. Não aguentando, logo começou a se movimentar, e me fazendo ter uma crise de gemidos.

Arranhava suas costas sem nem uma piedade, e movimentava meu quadril em direção ao seu, o ajudando com suas estocadas, já fortes e rápidas. Deus isso é muito bom.

- M-mais rápido, por favor, JungKook. - Disse em meio de gemidos, num tom suplicante.

- Só se você gemer meu nome, noona! - Disse em quase uma ordem.

Obviamente que eu obedeci, não estava mais aguentando e precisava de mais. Ele foi aumentado a velocidade cada vez mais, nos proporcionando um prazer muito maior.

- E-eu, eu acho que eu vou... - Começei a dizer.

- Eu também, noona - Começou - Vem pra mim ____ - Murmurou meu nome.

Não aguentando mais, chagamos ao clímax juntos. Sentindo seu liquido quente em meu interior, beijei ele calmamente.

Suados e ofegante, nos separamos um do outro, deitando de costas logo em seguida.

- Isso foi muito bom. - Admiti ofegante.

- Sim, foi tão bom que poderíamos repetir... - Disse um pouco envergonhada.

- É, nós vamos repetir!

- Segundo round? - Perguntei.

- Só se for agora. - Disse vindo para cima de mim.

É isso realmente foi bom. Tão bom que repetimos mais vezes, muita vezes.


Notas Finais


Se você leu até aqui, obrigada ^-^

Espero que vocês deem muito amor e carinho a esse imagine.
Não se esqueçam de comentar o que acharam *-*

Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...