História Nos Bastidores - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 90
Palavras 1.997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então gente, estou postando o primeiro capitulo da fanfic e eu espero que gostem!
Aceito os comentários de todos ❤

Capítulo 2 - Capítulo Um: Ben Affleck


Fanfic / Fanfiction Nos Bastidores - Capítulo 2 - Capítulo Um: Ben Affleck

Toda história tem um começo, meio e fim.

Eu gostaria de falar que a minha teve um fim agradável, mas se eu falasse isso seria uma grande mentira.

Mas vamos por partes, para que vocês não fiquem confusos.

Depois que eu assinei meu contrato comecei o meu treinamento para ganhar um pouco de forma física, fiz prova de figurino e ganhei o meu script.

Eu sabia quem estaria nesse filme e sabia também quem seria o meu “ par “. Ben Affleck tinha participado do meu teste e de alguma forma isso me ajudou a me sobressair em minha audição.

Zack disse que tínhamos química e que isso era muito importante e, além disso, recebi elogios dos dois sobre a minha forma de atuar e isso me deixou muito feliz.

Nos meus primeiros dias de filmagens, Ben fez me sentir em casa. Assim como o Henry, Amy e o resto do pessoal. Mas de alguma forma o Ben se sobressaiu e ele também me chamava muito à atenção.

Lembro que naquela época ele ainda era casado e que o nosso relacionamento não passava apenas de uma amizade, que no inicio era como qualquer outra, mas depois tínhamos nos tornado mais próximos por ele sempre estar lá quando eu precisava.

Com o passar do tempo, percebi que estava me apaixonando perdidamente por ele.

Só não esperava me machucar no final de tudo...

...

JULHO DE 2014 - COMIC CON

Depois das entrevistas, eu me retirei para poder dar uma olhada nessa convenção maravilhosa onde todos se vestem a caráter.

Recebi criticas positivas sobre eu ser a nova Mulher Maravilha e acho que os haters vão me dar uma descanso agora.

Finalmente.

Tinha sido duro receber tantas criticas por eu não ser quem os fãs esperavam, mas graças aos meus amigos e ao Ben, eu superei e dei o meu melhor nas gravações.

Semana que vem eu iria terminar de gravar as minhas últimas cenas e depois iria assinar um contrato para fazer o filme da Mulher Maravilha.

Estou tão animada com isso!

Uma menininha vestida de Mulher Maravilha se aproxima de mim sorrindo e pede para que eu tire uma foto com ela.

Sorrio animada e a pego no colo e sua mãe tira uma foto nossa.

– Quando eu crescer, quero ser a Mulher Maravilha que nem você – ela diz para mim fazendo com que eu fique um pouco emocionada.

– O mundo ficará feliz com isso – digo para ela e a coloco no chão.

– Posso tirar uma foto com você também? – uma voz fala atrás de mim e eu sei muito bem quem é.

Ben aparece em minha frente com um meio sorriso que mexia comigo.

– Quero tirar foto com a minha Mulher Maravilha – ele diz e eu fico sem graça.

A mãe da garotinha segura o celular do Ben e tira uma foto nossa.

– Batman e Mulher Maravilha sempre foram o meu casal favorito – diz a mãe e eu fico corada.

– O meu também – Ben fala.

Nos despedimos da mãe e de sua filha e começamos a andar juntos.

– Como você está? – pergunto.

Fazia um tempo que a gente não se via desde que eu tinha terminado de filmar algumas cenas e tinha começado a filmar outro filme.

Eu sentia falta dele, mas será que ele sentia a minha?

– Estou bem, as gravações do filme estão me deixando esgotado – ele diz.

– Imagino – respondo.

Continuamos andando e damos de cara com Henry todo sorridente nos olhando.

– Gal, eu estava te procurando – ele diz.

– Por que?

– Tem uma pessoa que quero te apresentar – ele fala.

– A gente se vê depois – Ben fala e eu concordo.

Henry me apresenta a um amigo seu, chamado Chris Pine.

Ele era lindo e charmoso e Henry me chamou para sair com eles e é claro que eu aceitei.

...

JUNHO DE 2015, ISRAEL

Tinha decidido passar um tempo com a minha família, mas minha cabeça e meu coração estavam focados em outra coisa.

Ben tinha traído a mulher com a babá de seus filhos.

Aquele idiota.

De uns tempos para cá, nós trocávamos mensagens e até marcávamos de sair para podermos nos ver.

Achei que ele estava flertando comigo, pois ele estava falando que seu casamento estava indo para o fundo do poço e não sabia se conseguiria concertar as coisas.

Um lado meu ficou triste por ver que ele estava sofrendo, mas o meu outro lado ficou um pouco esperançoso torcendo para que Ben percebesse que eu o queria.

Mas pelo visto, ele tinha decidido ser um idiota e traidor.

Meus pensamentos são interrompidos quando minha mãe me pergunta quando é que eu vou arrumar um namorado.

Bufo com a sua pergunta.

Sempre que eu a visitava, ela me perguntava isso e eu respondia a mesma coisa:

– Mãe, eu não quero namorar ninguém – minto na maior cara de pau.

A única pessoa que eu quero namorar é um babaca.

– Você fala uma coisa, mas seu coração discorda – ela diz.

Fico tensa, mas finjo que não ligo para o que ela tinha acabado de falar.

Tenho que esquecer ele.

...

JULHO DE 2015

Chris Pine tinha sido escolhido para ser o meu par romântico no filme da Mulher Maravilha e eu tinha gostado pra caramba disso.

Ele era um ótimo ator e combinava com o jeito do Steve Trevor.

Estava empolgada para ter ele como companheiro de cena.

Estou ansioso para trabalhar com você, ‘ anjo ‘ . “ Chris diz em sua mensagem e eu não posso deixar de sorrir.

...

OUTUBRO DE 2015

Depois do escândalo após sua traição, Ben veio até a minha casa em Los Angeles para poder conversar comigo e contra gosto, aceitei ouvir o que ele tinha para falar.

– Obrigado por me receber Gal – ele diz enquanto se senta em meu sofá.

– De nada.

Ofereço a ele um copo de água e ele bebe tudo de uma vez.

Parecia estar nervoso.

– Eu sinto que devo contar isso para você – ele diz.

– Então conta – digo.

– Eu não trai a minha ex esposa e antes de entrar naquele jatinho com a babá, Jennifer e eu iriamos nos divorciar – ele fala e eu fico sem entender – Não vou negar que ela deu em cima de mim e do meu amigo e que quase rolou alguma coisa, mas eu não traí minha mulher.

– E por que está me contando isso?

– Porque eu gosto de você Gal e não quero que fique chateada comigo, pensando que eu sou um traidor.

– Mas ao que tudo indica você é.

– Eu sei, mas eu juro pelos meus filhos que não trai ninguém.

– Jurar é uma coisa séria – digo um pouco irritada.

– Eu sei que é – ele diz e se levanta do sofá e fica de frente para mim – Estou pedindo para que confie em mim.

Me levanto do sofá e ando até a janela.

– Ainda não consigo entender do por que você estar falando isso tudo para mim, quando deveria contar isso para a Jennifer – falo.

– Eu não tenho mais nada para contar para ela e também a Jennifer não é a mulher pela qual estou apaixonado – ele diz e eu me viro para ele.

– Posso saber quem é a felizarda? – pergunto com raiva.

– Acho que é meio óbvio não? – ele pergunta e se aproxima de mim rapidamente, me encurralando – Essa pessoa é você.

– Oh... – digo e logo depois ele me beija.

E isso era tudo o que eu queria.

...

DEZEMBRO DE 2015 - NATAL

As gravações do filme da Mulher Maravilha começaram no mês passado e essa semana ninguém iria trabalhar, por causa do Natal e Ano Novo.

Ben e eu passaríamos o dia 25 juntos e depois nos veríamos na noite de Ano Novo para passarmos juntos.

Esses meses com ele tinham sido maravilhosos e eu mal podia esperar para apresenta-lo como meu namorado oficial para todos.

Estávamos namorando em segredo, para fugir dos comentários maldosos e de fofocas idiotas.

Ben era um rapaz maravilhoso e por sorte, ele estava completamente apaixonado por mim.

Eu era uma sortuda.

– Ben, vem comer antes que esfrie – eu o chamo, já ele que está em meu quarto, terminando de se vestir.

Iriamos passar o dia sozinhos e bem grudados.

Ontem passamos o dia com nossas famílias e nem trocamos mensagens para que ninguém suspeitasse.

Ele aparece na sala e está muito cheiroso com o perfume que tinha dado para ele.

– Estou bonito? – ele pergunta.

– Você sempre está bonito – respondo e ele me dá um beijo apaixonado.

– Acho que quero pular para parte da sobremesa – ele diz de um jeito safado e eu me derreto.

– A comida vai esfriar – digo enquanto ele beija o meu pescoço.

– A gente esquenta depois – ele diz e eu já estou em seus braços.

– Como quiser – falo.

Ele me deita no sofá e tira sua camisa enquanto eu tiro com rapidez o meu vestido, ficando apenas de calcinha.

Ben me olha com paixão e volta a me beijar com força.

O contato de nossas peles é agradável e gostoso e eu não quero me afastar dele de jeito nenhum.

Ben tira sua calça, ficando apenas de cueca e eu o observo enquanto ele começa a tirar a minha calcinha e começa a beijar a minha coxa.

Gemo quando sua boca vai ao encontro de minha intimidade e começa a me masturbar com sua língua.

– Ai Ben... – gemo.

Ele continua o seu trabalho e eu estou prestes a gozar e então sinto uma grande pressão dentro de mim.

– Quero gozar com você – ele diz e se ajeita para que comece a se movimentar – Eu te amo Gal, nunca se esqueça disso.

E então ele se movimenta devagar e depois vai aumentando a intensidade e eu me mexo junto com ele.

– Mais forte – peço e ele obedece e eu gemo mais alto.

– Gal...

Nos movimentamos em sincronia e quando chegamos ao orgasmo, Ben cai em cima de mim e deita seu rosto no meio dos meus seios e fica ali por um bom tempo, que acabo achando que dormiu.

– Adoro ficar entre os seus seios – ele fala e eu rio.

– Quero repetir a dose – falo e inverto nossas posições.

Fizemos amor mais três vezes até o nossos corpos não aguentarem mais.

...

31 DEZEMBRO DE 2015, 23H: 45MIN

Eu sinto muito por estar sabendo disso, por meio de uma carta.

Não conseguiria fazer isso se olhasse para a sua cara e por isso estou escrevendo para você. Sou um covarde, eu sei.

Não vou aparecer para passar a noite com você, não me ligue mais ou me procure.

Jennifer e eu conversamos e decidimos que seria melhor se tentarmos de novo para que as crianças não fiquem traumatizadas. Elas são pequenas demais para entenderem sobre o divórcio e isso pode acabar afetando elas de alguma maneira e como pais, não queremos isso.

Eu sei que deveria ter sido honesto com você e ter te falado isso antes, mas é que eu simplesmente não pude.

Sinto muito.

Espero que entenda.

Ben Affleck.

...

Eu disse que a história não terminava bem.

Guardo até a hoje essa carta e sei que deveria ter jogado fora.

Depois que Ben me enviou essa carta, passamos a nos ignorar e só nos vimos durante o mês de estreia de Batman v Superman, por conta das entrevistas e premières.

Durante o tempo em que não o vi, eu passei a focar em meu filme da Mulher Maravilha e recebi bastante apoio dos meus colegas de elenco e da minha diretora Patty.

Ter me apaixonado por Ben Affleck tinha sido algo maravilhoso, mas também doloroso.

Espero que ele esteja bem e seus filhos também.

As noticias que tenho dele são apenas as que vejo na internet e para mim isso já basta.

Chris fala para mim que sou muito forte e que Ben não merecia e eu acho isso muito fofo da parte dele.

Ele e eu tínhamos ficado muito íntimos durante as gravações do filme e passamos a sair mais, conversar mais...

Bom, isso já é outra história.


Notas Finais


Gostaram?
Quero saber o que acharam!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...