História Nos encontramos por um acaso - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yu-Gi-Oh!
Personagens Personagens Originais, Yugi Muto
Tags Colegial, Drama, Yami Yugi, Yugi Moto, Yu-gi-oh!
Visualizações 47
Palavras 973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Voltando pra casa


Fanfic / Fanfiction Nos encontramos por um acaso - Capítulo 10 - Voltando pra casa

Fui pra casa, chegando lá encontrei o meu avô vendo tv.

Yugi- Cheguei vovô.

Vovô- boa noite Yugi, pensei que iria ficar mais um tempo com o seu amigo.

Yugi- estou pensando muito nesse trabalho tenho que descansar.

Vovô- tá bom. Subi as escadas muito pensativo com medo de alguém descobrir sobre eu e o Yami ou meu avô saber que eu menti pra ele, chegando no meu quarto não pensei em mais nada além da minha cama, eu me jóquei nela e em segundos pequei no sono.

                9 horas depois

Acordei como a cinderela só faltava cantar, levantei tomei um banho e desci falei com meu avô ele estava na loja e disse que mais tarde vai precisar de mim eu falei que tudo bem, almocei fiquei vendo tv subi pro meu quarto e fiz só isso o dia todo ( como sempre), quando eu fui olhar a hora ainda eram 13:46.

Yugi- esse dia nunca vai acabar. Ontem as coisas se passaram tão rápido com o Yami e agora que eu não estou com ele tudo parece tão devagar fiquei vendo anime no meu celular até a hora do jantar depois do jantar tomei banho escovei os dentes e fui deitar vi alguns episódios de Miraí Nikki até pegar no sono... QUE DIA CHATO.

???- Yugi?, Yugi?. Alguém estava me sacudindo e eu estava tão cansado que nem liguei.

???- Yugi preciso falar com você. Logo eu reconheci a voz.

Yugi- Yami?. Ele estava no meu quarto.

Yugi- o que você está fazendo?

Yami- só vim saber se você estava bem.

Yugi- mas por que?

Yami- porque sim, eu preciso de algum motivo especial para te ver?.nossa

Yugi- não, exatamente mais você precisa de motivos para invadir a casa de alguém, espera como você sabe aonde eu moro?

Yami- encontrei seu avô no mercado e ajudei ele a carregar as coisas já que uma certa pessoa estava dormindo.

Yugi- é mesmo eu esqueci. Desculpa vovô

Yami- conversamos no caminho e assim que deixei ele em casa ele me convidou pra entrar aí eu falei que seria melhor outro dia ele concordou depois de me despedir fui pra minha casa.

Yugi- você conversou com o meu avô?

Yami- sim, e ele mesmo falou que gostou de mim e fica feliz por você não ter má influência.

Yugi- foi a mesma coisa com o Joey. Quando eu terminei de falar o Yami me beijou eu não esperava isso mais o beijo foi correspondo quanto mais a gente beijava mais ele ficava por cima de mim, ele colocou o joelho na minha cama e a mão no meu rosto enquanto eu me deitava e colocava a minha mão dentro da sua blusa até ouvirmos um barulho na minha porta.

Vovô- Yugi?, Você esta acordado. Ele falou baixinho, graças a Deus eu tranco a porta antes de dormi, eu está desesperado não conseguia falar nada.

Vovô- Yugi? Eu só vim dizer que o seu amigo Joey está aqui em baixo. O Joey? O que ele está fazendo aqui vai dar 21:00 da noite.

Yugi- estou in. O Yami colocou a mão na minha boca como se não quisesse que eu vá.

Vovô- oi? Bem eu vou pedir para o Joey vir amanhã boa noite. Deu pra ouvir o som do meu avô descendo as escadas.

Yugi- porque você fez isso.

Yami- se ele soubesse que você estava acordado iria querer entrar.

Yugi- mais o Joey sabe que eu durmo sedo se ele veio aqui deve ser algo importante. O Yami saiu de cima de mim e foi pra janela eu levantei e fui olhar para onde ele estava olhando.

Joey- boa noite senhor moto.

Vovô- boa noite Joey fico muito feliz pela novidade.

Joey- obrigado eu queria contar pro Yugi mais vou contar na escola.

Vovô- aproveita não é sempre que se tem uma oportunidade de ir prós estados unidos.

Yugi- o que?. Falei baixo.

Joey- estou muito empolgado, bem eu tenho que ir tchau senhor moto.

Vovô- tchau Joey. Meu avô entrou na loja e o Yami ficou olhando pro nada.

Yami- então, o seu amigo vai..

Yugi- embora. Quando eu percebi já estava quase chorando.

Yami- você está bem?

Yugi- estou eu... Estou feliz por ele. Ele vai embora... O meu melhor amigo vai embora.

Yami- eu tenho que ir. Ele deu impulso e pulou na minha janela.

Yugi- espera. Segurei a sua blusa.

Yugi- você... Pode.. bem... Eu... É que... Está frio... E as pessoas podem te ver então... E... Bem... Eu estava pensando... Se você queria passar a noite aqui. Eu estava muito vermelho, e não conseguia nem olhar nos olhos dele.

Yami- tá bom. O que? Ele aceitou, ele desceu da janela e colocou a mão no meu queixo fazendo meu rosto subir.

Yami- por que esta chorando?

Yugi- eu não estou chorando.

Yami- não é o que parece.

Yugi- vamos dormi logo. Eu fui até o guarda roupa pegar uma roupa pra ele dormi.

Yami- o que está fazendo?. Me abraçou por trás.

Yugi- estou pegando uma roupa pra você dormi.

Yami- é quem disse que eu vou precisar de roupa. Começou a beijar o meu pescoço.

Yugi- Yami... Não. Ele colocou a mão na minha cintura e me virou.

Yami- não o que?. O jeito dele intimida qualquer um.

Yugi- nada deixa.

Yami- se você não quer é só dizer e eu paro. Fiquei olhando pra baixo.

Yami- já entendi. Ele beijou a minha testa e pegou a roupa da minha mão. Ele foi tirando a roupa na minha frente e eu não conseguia parar de olhar.

Yami- algum problema?

Yugi- não nenhum... Bem eu tenho uma pergunta.

Yami- pergunte.

Yugi- como você conseguiu esse... Corpo sendo tão novo.

Yami- a vida.

Yugi- o que?

Yami- a vida me deu.

Yugi- mais você é muito novo, falando assim até parece que você tem uns 20 ou 30 anos. Ele ficou olhando fixamente para mim com um olhar assustador.

Yami- vamos dormi. Eu fui pra cama e deitei ele deitou do meu lado virado de costas pra mim, será que eu disse algo que ele não gostou, eu o abracei ele se virou e nós dormimos abraçados. 


Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...