História Nós não somos amigos (L.S) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags H!bottom, Ltops
Exibições 53
Palavras 2.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - The Kiss


-Niaaaal! - Gritei ao avistar o loiro entrando no colégio.

Niall parou e olhou para trás com uma cara de assustado, ficou tão engraçado, então ele me viu e sorriu, enquanto parava e se encostava em uma arvore para me esperar.

- Harry, como vai? -perguntou me abraçando forte.

-Niall! você ta me esmagando.

-Nossa, até parece que é feito de vidro e vai quebrar né - Ele bufou.

-Niall você ta diferente sei lá mais ... Feliz? Não vai me dizer que você deu, e não me contou né viado, to triste -Falei forçando uma cara triste, mais foi em vão porque comecei a rir da cara que o loiro fez.

-Harry menos ok? E não, eu não dei... Não ainda -Ele sorriu malicioso - Ha e obrigado pelo Vácuo.

-Awwn, você fica adorável com essa carinha brava -Sorri apertando sua bochecha - E eu vou bem... eu acho, e você? 

-Eu?... Bem eu estou maravilhoso - Ele sorriu.

-Ha não Niall, aconteceu alguma coisa para você estar tão feliz, e algo me diz que tem alguma coisa haver com o Liam... 

-Awwn Harry, você me conhece tão bem - Em seguida ele gargalhou. 

-Meu Deus Niall, o que fizeram com você? -Ele estava muito estranho.

-Isso se chama  Sexting Harry - Ele sorriu malicioso.

-Ta brincando né? Você fez isso com o Liam? -Não pude evitar de sorrir malicioso quando lembrei o que havia acontecido na minha casa ontem a noite.

-Na verdade não foi com o Liam...

-O QUE?! Mais eu achei que você e ele... -Ele me interrompeu.

-Sim nós estamos saindo Harry -E aquele maldito sorriso malicioso não saia do seu rosto.

-Mais então... Espera eu to confuso, VOCÊ TRAIU O LIAM? 

-Shhh cala a boca Harry, ou você quer que a escola toda escute? - Ele falou sussurrando com a maior calma.

-Niall eu não to te reconhecendo... -Por que diabos ele teria traído o Liam, Niall é a pessoa mais fiel que eu conheço.

-Eu não traí ele Harry... -Ele falou sorrindo.

-Mais... a desisto de entender, puta que pariu NIALL ME EXPLICA!

-Credo Harry você exaltado hoje -Como ele poderia estar falando calmamente, ele não viu que eu to boiando não?

Olhei para ele com um olhar mortífero.

-OK eu vou explicar... mais promete que não vai me matar por não ter te contado antes? foi porque Zayn não me deixou e ele sabe ser bem autoritário as vezes -Ele bufou.

-Zayn? Oh Meu Deus o que ele tem haver com a historia? 

-Olha somente eu vou falar ok? e você fica quietinho, não comenta nada até eu terminar de falar -Ele falou serio.

-Unh você que manda então, fiquei quieto agora...

-Bem melhor, vejamos por onde eu começo... A sim bom, eu conheci o Liam uma semana antes de você começar a trabalhar com o Louis, e eu não te contei antes, desculpa por isso, voltando... Eu e Liam estávamos bem, sabe conversando e tudo mais, eu realmente estava interessado nele, bom ainda estou né, ai numa dessas conversas ele me disse que tinha o Zayn, que ficava com ele as vezes e eu fiquei muito puto com ele por não ter me contado desde o começo, ele disse que a relação dele com o Zayn era longa já algo entre 4 anos, e bom.. foi ai eu fiquei mais puto ainda, e ele ainda disse que Zayn sabia que nós estávamos conversando, eu achei que era mentira... Harry por que você ta tão quieto? 

-PUTA QUE PARIU NIALL! Você falou pra eu ficar quieto.

-Desculpa é que você ta sempre falando... Estranhei um pouco, mais enfim voltando... Eu falei que não queria mais falar com ele, porque ele estava sendo um filho da puta tanto comigo quanto com o Zayn, só que então um tempo depois eu recebi uma chamada de um numero desconhecido, e era o Zayn, me disse que ele sabia sim sobre eu e o Liam, e que na verdade ele apoiava totalmente e eu fiquei confuso pra caralho.

-É isso?... Niall isso não explica nem metade da historia -Falei serio.

-O que você quer saber Harry? -Eu juro que queria matar ele aquela hora

-Porra Niall, afinal de contas com quem você fez o Sexting?

-Com o Zayn oras.

-Isso é pior do que eu imaginei... 

-Mais veja bem Harry, na verdade o Liam sabe que eu fiz isso com o Zayn, porque ele estava do lado do Zayn na hora... então tecnicamente nós três fizemos isso... Foi bem quente - Ele mordeu o próprio lábio falando isso 

-Haaaa Meu Deus eu vou chorar, Niall meu amor, você por favor poderia me explicar direito isso, antes que bata sua linda cabeça na arvore -Falei sorrindo siníco

-Oh meu Deus, você quer que eu resume? -Agora eu vejo medo nos seus olhos.

-Sim eu adoraria Niall.

-Bom basicamente depois do Zayn me ligar eu fiquei mais tranquilo, ai o Liam me chamou para jantar na casa dele, eu o Liam e o Zayn, e eles então me propuseram um relacionamento a três... Bem a principio sem compromisso, Liam falou que o relacionamento deles andava meio apagado, e eles queriam dar uma apimentada...

-E você aceitou? Niall você é louco eles podem ser sadomasoquistas, ou sei lá o que.

-Frescura Harry, eles são legais -Definitivamente ele estava ficando louco.

-Você sabe que isso não da certo né? você sabe que vai acabar se apaixonando mais por um que por outro e vai dar merda.

-Relaxa Harry, é tudo sem compromisso, só vou me divertir um pouco e cair fora -Ele disse se desencostando da arvore e andando em direção a escola.

- Depois não diga que eu não avisei - Gritei quando ele já estava um pouco longe.

Me encostei onde Niall estava e fiquei pensando sobre ontem a noite, a mão de Louis sobre meu pau e o jeito que ele o apertou, a maneira com que ele me puxou forte para os braços dele, e seu membro totalmente duro em minhas mãos e por Deus como ele era grande.

Me perdi em pensamentos e nem percebi que estava de olhos fechados e mordendo meu próprio lábio.

-Styles? -Ouvi uma voz me chamar.

Abri os olhos e me deparei com Josh na minha frente, ele tinha um sorriso sacana nos sábios.

-Olá Josh -Tentei ao maximo manter meu tom de voz normal, mais ela saiu mais rouca que o habitual.

-Como você está? -Ele perguntou se encostando ao meu lado na árvore.

-Bem e você? -Perguntei olhando para seu rosto.

Ele sorriu e respondeu.

-Melhor agora Harry, você estava tão concentrado quando eu cheguei pensava em algo? -E de novo aquele sorriso nos seus lábios.

Claro, eu pensava nas mãos e no pau do meu chefe.

-Não nada de importante -Sorri

-Claro -Ele sorriu- E como anda a vida? Faz tempo que não nos falamos né.

A vida? Ela anda com as pernas.

-Bem, tudo normal... -Sorri ao lembrar do Louis - Eu arrumei um emprego.

-Sério? Que legal, então sua mãe deu um jeito para você ocupar seu tempo.

-Yeah, ela ficou animada com isso, diz que vai me fazer bem.

Ela nem imaginava o quanto iria

-Acho que ela tem razão, você me parece mais feliz -Ele falou sério como se buscasse algo dentro de mim com o olhar.

-Obrigado -Sorri e ele ficou me encarando.

Então o sinal tocou e eu agradeci mentalmente por isso.

-Bem... Eu tenho que ir, te vejo mais tarde -Sorri e arrumei minha mochila nas costas e fui em direção a minha sala.

E o resto das aulas foram normais, a mesma coisa de sempre.

No final das aulas eu peguei um ônibus como ainda não tinha idade para dirigir, e fui direto para o trabalho como sempre fazia. Nos primeiros dias eu ia até em casa comer para depois ir para o trabalho mais ficava muito corrido, então eu comecei a comer naquela cafeteria na frente da empresa, que por sinal tinha um ótimo almoço para servir.

Depois de comer e checar o horário para ver se não estava atrasado, eu peguei minha mochila e segui para dentro da empresa, habitualmente apertando o botão do andar 18.

Entrei no escritório de Louis e não tinha ninguém lá, estranho.

Resolvi ir para o meu pequeno escritório e levei um susto quando encontrei Louis lá, ele ainda não havia notado minha presença, ele passava seus dedos por cima de algumas coisas minhas na mesa, ele estava sorrindo que nem bobo.

-Lo-Louis? -Qual o meu problema? Porque eu gaguejei?

Ele virou lentamente na minha direção e sorriu, mais tinha algo estranho, aquele não era seu sorriso, eu nunca tinha visto ele sorrir daquela maneira.

-Você me mandou mensagem hoje cedo né baby.

OK, agora definitivamente eu sei que tem alguma coisa errada, ele nunca me chamou de baby

-Sim, d-desculpa eu n-não deveria ter mandado? -Eu estava nervoso.

Nunca tinha visto Louis desse jeito, ele estava com um olhar frio.

-Não baby você não deveria.

Então ele levantou e caminhou na minha direção, eu estava estático, parado na porta sem saber o que fazer.

Louis parou na minha frente, mais agora seu sorriso havia sumido, ele me olhava intensamente como se estivesse estudando um animal silvestre.

-Baby... - Esse baby outra vez...

-Lou eu... Me desculpa pela mensagem, eu não vou mais te mandar mensagens sem pensar - Por que eu estava tão nervoso, ele parecia tão tranquilo.

-É eu achei que não iria mesmo -Ele continuou parado na minha frente com o mesmo olhar.

O que ele queria de mim?

-Louis, eu não sei o que aconteceu, mais seja lá o que for desculpa ok? -Eu sou troxa, pedindo desculpas por algo que nem sei o que é.

-Não sabe Harreh? Bem... Por um acaso Eleanor leu suas mensagens -Ele sorriu outra vez, aquilo estava me assustando.

-Oh meu Deus, eu sinto muito Louis eu não achei que isso fosse acontecer.

Merda por que é que eu tenho que ser tão burro.

-Eu imaginei.

Louis fechou seus olhos por dois segundos e quando os abriu suas pupilas estavam muito dilatadas, quase não se via mais o azul dos seus olhos.

Ele levou sua mão esquerda até meu rosto e a direita na minha cintura, ele fechou a porta e sorriu, e agora sim aquele era seu sorriso.

Eu fiquei parado sem reação, eu estava totalmente entregue a ele

Então aconteceu, ele aproximou seu rosto do meu e me beijou, a partir do momento em que nossos lábios se tocaram eu senti a adrenalina correr pelo meu corpo, eu nunca havia sentindo aquilo com nenhuma pessoa. As mãos de Louis foram direcionadas a minha cintura e eu segurei forte o cabelo da sua nuca, lentamente ele passou a língua no meu lábio inferior pedindo passagem e eu cedi de bom grado, sua lingua era quente e por Deus eu lutei muito pra tentar não ficar duro apenas com o beijo, o que realmente não estava funcionando. Ele segurou mais forte minha cintura e me prendeu contra a porta, o beijo estava ficando mais intenso a cada segundo. Louis desceu suas mãos até minha bunda e apertou forte, um gemido abafado escapou dos meus lábios e eu senti ele se arrepiar, sorri entre o beijo e mordi seu lábio inferior, nós dois abrimos os olhos juntos enquanto ele chupava meus lábios, nossos olhares se encontraram, gemi baixo e fechei os olhos quando ele apertou minha bunda outra vez, em seguida ele atacou meus lábios outra vez com um beijo feroz e necessitado, Louis pegou por trás das minhas coxas me levantando obrigando eu cruzar as pernas na sua cintura. Ele abriu a porta do meu escritório e caminhou comigo em seu colo até sua mesa, senti seu membro duro roçando na minha bunda, enquanto o meu roçava no seu abdômen.

Louis me sentou na mesa ficando entre minhas pernas abertas e voltou a atacar meus lábios, em seguida ele direcionou seus beijos no meu pescoço e eu estremeci, eu não consegui mais conter os gemidos que saiam da minha boca, Louis era tão quente e viciante.

Em seguida ouvimos uma batida na porta e alguém entrando em seguida, eu estava de olhos fechados aproveitando os beijos de Louis, nem me importei com a pessoa que entrou, e pelo visto Louis também não pois não parou de beijar meu pescoço.

-Loui... Oh meu Deus me desculpa eu volto depois.

Em seguida a porta foi fechada, reconheci sendo Zayn pela voz.

Louis parou com os beijos e olhou diretamente pra mim sorrindo. Os cabelos dele estavam totalmente bagunçado, e sua ereção na calça totalmente visível, suspirei e desci da mesa, infelizmente não poderíamos fazer nada ali.

-Harry -Ele sussurrou - Eu quero você.

-Não, aqui não dá Lou.

Ele então segurou minha cintura e me puxou outra vez, enfiou seu rosto no meu pescoço e inspirou forte, me fazendo arrepiar.

-Seu cheiro... É incrível, Humm tão bom.

Sorri e afastei ele.

-Louis precisamos trabalhar -Falei me afastando dele e caminhando em direção a minha sala.

Quando estava saindo senti um tapa na minha bunda, sorri e rebolei entrando na minha sala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...