História Nós não somos amigos [NaruSaku] - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Konohamaru, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sari, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Narusaku, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 242
Palavras 1.882
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo Cinco


••• Kakashi •••


- Hokage-sama? - Shikamaru entrou na sala vendo como eu estava. - Aconteceu algo?

Não tinha jeito. Com tantas coisas acontecendo com esses dois que até tenho receio de escalá-los nessa missão de muita importância. Mas tenho que fazer isso. Escalar três dos meus melhores ninjas está sendo mais difícil do que pensei.

- Não aconteceu nada. Já que você está aqui, Shikamaru, chame Naruto e Sakura pra mim por favor. Com urgência. 

- A missão? - Perguntou adivinhando. 

- Sim. Eu posso muito bem substituir por outros, mas eles dois são os mais qualificados para isso. 

- E porque você escolheria outros? Seus ex-alunos estão com algum problema? 

- Mais ou menos isso. Às vezes da vontade de socar a cabeça deles de tão difíceis que são. - Respirei fundo. 

- Difíceis? - Perguntou não entendendo o que eu quis dizer.

- Não tem como lhe explicar agora. Agora chame eles, por favor. 

- Estou indo.


••• Sakura •••


Eu estava regando minhas flores que fazem dias que não vêem uma boa água e acabei me sujando toda tentando limpar os vasos cheios de terra. Amarrei meu cabelo e ajeitei meu avental. 

Faz uma semana que não vejo Naruto desde a noite em que ele dormiu aqui em casa. Depois da nossa conversa decidimos esquecer o que havia acontecido.  Ele estava tão seguro de si mesmo. Nem parece que superou fácil. 

E por falar em esquecer..... Está sendo uma tarefa dura para mim. Não que eu tenha muita certeza dos meus sentimentos por ele mas.. perder um amigo para um outro relacionamento não é fácil. Pelo menos não está sendo pra mim. Será que tenho certeza mesmo de que tudo isso o que eu sinto é amor por ele? Não é apenas receio de perdê-lo?  O que você está pensando Sakura.... Dias atrás você estava chorando por ele.

Mas hoje eu acordei disposta. Nada pode estragar meu dia hoje. Nada.

- Saiu da toca? - Ino apareceu me espantando. 

- Que susto! - Pus a mão no peito. 

- Parece que acordou bem hoje, não é mesmo? Aconteceu alguma coisa pra você ficar assim? - perguntou estreitando os olhos.

- Não aconteceu nada. Apenas estou cuidando das minhas plantas. 

- Que por sinal estão mortas. Que tal fazer um ninjutsu médico para revivê-las? 

- Não seja boba. Elas só estão um pouco ressecadas. - Falei revirando os olhos.

- E põe ressecadas nisso..... 

- O que você quer porca? Logo você aparecendo cedo por aqui. 

- Vim te contar uma coisa que eu acho que você deveria ser a primeira a saber.- Sorriu.

- Kami-sama, não me diga que está grávida! - A olhei assustada. 

- O que? Está doida? Claro que não! 

- Está namorando o Sai? 

- Também não.  

- hum..... o que então? 

- Me deixe contar, por favor. - Falou com cara de tédio. 

Assenti e esperei a mesma falar.

- Naruto e Hinata finalmente estão namorando! Não é um máximo? - Deu gritinhos de alegria. 

Surpresa deixei o regador cair de minha mão e senti meu coração acelerar aos poucos. 

- N-namorando? 

- Sim! - Sorriu. - Finalmente, não é? Finalmente ele conseguiu te esquecer. Aquele cara era uma pedra no sapato, não parava de te encher. Mas confesso, Naruto é um pedaço de mal caminho. 

Eu ainda estava em choque. Sem reação alguma. Então era por isso que ele não havia aparecido em casa desde a última noite. Eu fui a última a saber?

- Está tudo bem? - Ino perguntou vendo que eu ainda estava intacta. 

Me virei de costas e respirei fundo.

Não posso chorar..... Não posso... chega Sakura.... chega.

- Que bom! Digo, desejo toda a felicidade do mundo pros.... dois. - Minha voz teimou em falhar mas logo me recompus. 

- Temos que desejar felicidades pra eles. Vamos hoje mesmo lá na casa dela, aposto que ele vai estar lá. 

- S-sim...

Fechei os olhos e desejei não ter ouvido aquilo. Mas no fundo fique feliz. Que bom que ele vai ser feliz ao lado de quem merece. 

- Sakura! - Olhei para trás e vi Shikamaru correndo em minha direção. 

- Shikamaru? 

- Sakura... eu venho... - Apoiou-se nos joelhos ofegante. - Eu venho te trazer um recado do Hokage.

- Kakashi-sensei?

- Sim. Ele quer você na sala dele agora mesmo. 

- De urgência? 

- De urgência. - Assentiu. 

Tirei meu avental e joguei em cima de Ino.

- Ei! - Protestou. 

- Guarde pra mim, por favor. Nos vemos mais tarde. 

Segui Shikamaru e fomos para a sala do Hokage. No caminho ele também me contou sobre o namoro de Naruto com Hinata, e como Ino, ele também estava feliz. Me sinto meio ruim em achar que sou a única que não digeri bem essa "boa" notícia. Rapidamente chegamos e subimos indo de encontro com Kakashi-sensei, que estava nos aguardando. 

- Ela já está aqui. - Shikamaru abriu a porta e deu espaço para eu entrar. 

Dei de cara com Naruro conversando animadamente com ele. Os dois assim que me viram pararam de conversar e ficaram me encarando. 

- Sakura, que bom que veio. Estávamos aguardando você chegar. - Kakashi falou se levantando da sua cadeira e me cumprimentando com um abraço. 

Naruto ainda me encarava. Ele estava nervoso, eu pude sentir isso.

- Aliás que bom que os dois vieram sem demora. - Voltou ao seu lugar. - Eu tenho uma missão importante para vocês. 

- Missão? - Perguntei. 

- Sim. - Assentiu. - Uma missão super importante.

- Faz tempo que não fazemos missão juntos. - Naruto falou sorrindo. 

De alguma forma retribuí o sorriso e desviei o olhar. 

- Isso mesmo, vão matar a saudade. Mas vamos logo ao ponto. Tem uns criminosos escondidos fora de Konoha que a muito tempo não conseguimos capturá-los. Pelo o que chegou aqui, parece que eles querem destruir a vila.

- Mas por qual motivo eles querem fazer isso? - Perguntei interrompendo. 

- Sinceramente não sei. Pelo o que eu acho parece que eles querem capturar algo que mora aqui. Alguma coisa, eles estão atrás de alguma coisa.

- E destruir a vila de vez ajuda por acaso? 

- O objetivo deles é deixar bem claro que são perigosos. Destruir a vila fará com que todos pensem dessa forma, que eles são fortes e que ninguém deveria ir atrás deles. 

Fiquei surpresa com tamanha crueldade e continuei prestando atenção.

- Essa missão é especialmente para vigiá-los se irão tomar providências precipitadas. Ninguém sabe quem são, mas eu acho que posso ter uma idéia de quem seja.

- E quem é? 

- Não posso tomar conclusões agora. O que nos resta é ir atrás das respostas. -Falou apoiando seus cotovelos na mesa.

- Como iremos saber quem são se iremos vigiá-los? - Naruto perguntou confuso. 

- Esses são os caras que meio estão fazendo esse trabalho sujo para o verdadeiro líder deles. - Mostrou fotos de três homens. - São eles que vocês irão vigiar. 

- Pera... - Interrompi. - "Vocês", isso quer dizer que nós dois vamos juntos?

- Agora que caiu a ficha? - Kakashi perguntou me olhando. 

- Mas é que...

- Está tudo bem Sakura-chan, eu irei protegê-la. - Naruto falou dando um meio sorriso.

De alguma forma retribuí o sorriso dele e algo dentro de mim se contorceu. 

- Mais que tudo vocês terão que trabalhar em equipe. - Kakashi continuou. - E Naruto por favor, quando estiverem lutando não se preocupe tanto com Sakura. Deixe-a lutar, ela tem bastante força para gastar. Sabemos o quão poderosa é. 

- Tudo bem. - Assentiu. 

- Desculpe interromper. - Shikamaru se aproximou da mesa. - Mas a missão não é para três pessoas?

- Bom... isso teremos qu-..

Antes que Kakashi-sensei terminasse de falar, alguém bateu na porta.

- Shikamaru, por favor. - Pediu.

Assim que ele abriu a porta a figura de Hinata apareceu entrando. 

- Ótimo, faltava só você Hinata.

- Hinata vai conosco? - Perguntei. 

- Sim. Como faltava mais um ela pediu para ser colocada, claro que aceitamos a proposta já que ela é muito útil. 

- Bom dia Hokage-sama, Shikamaru, Sakura-san. - Falou nos cumprimentando. 

Hinata logo se juntou ao lado de Naruto e ambos trocaram olhares. Tentei disfarçar e virei o rosto. Kakashi-sensei viu e ficou me olhando. Como se já imaginasse. Ele apenas balançou a cabeça e respirou fundo discretamente. 

- Já expliquei tudo para Hinata, então acho que há estamos mais do que claros. Vocês sairão amanhã bem cedo, mais ou menos 08:00 horas. Sem atrasos. Estão dispensados. 

Eles saíram e esperei um pouco para sair depois. Me sentei na cadeira e esfreguei a mão na minha testa. 

- Te conheço muito bem... - Kakashi-sensei falou chamando minha atenção. 

- Estou apenas com dor de cabeça. 

- Bem... Já pode ir. Eles já estão na frente. 

- Vou ficar um pouco aqui. 

- Tudo bem. Só não demore muito. Eu tenho que ir, tenho reunião agora. - Falou se levantando.

Ele veio em minha direção e bagunçou meus cabelos. 

- Pare de ser tão cruel consigo mesma. -Sorriu. - Depois que parar, você vai ver que tudo irá mudar. 

- Não entendi o que quis dizer.

- Logo entenderá. - E foi embora.

Fiquei sozinha na sala apenas com o silêncio perturbador. Me levantei e fui até a grande janela que dava para ver tudo. Suspirei um pouco de ar puro e logo soltei liberando meus pulmões. 

- Sakura-chan? 

Naruto apareceu na sala e fechou a porta. 

- Naruto? Ainda aqui?  - O olhei.

- Está tudo bem? - Perguntou parando em minha frente. 

- Se está tudo bem?

- Eu queria muito te fazer essa pergunta. Só me responda com sinceridade. 

- Sim, estou. - Não está sendo sincera nem consigo mesma.

Ele não falou nada, apenas me abraçou. 

- Eu te odeio. - Falei entre seu peito.

- Ue, fiz algo de errado? - Me soltou. 

....fez.

- Prometeu que não iria me deixar e não cumpriu. Suas promessas nunca são quebradas. - Bati em seu ombro. 

- Eu sei. - Riu. - Mas é que... 

- Que....? - O incentivei a falar.

Ele logo fechou a cara e seu lábio ficou em linha reta. 

- Eu preciso te dizer uma coisa...

Pus minha mão em sua boca e o impedi de falar.

- Não precisa dizer. Já sei.

- Já sabe? - Perguntou surpreso. 

- E a propósito, desejo muita felicidade pra vocês dois. Muita felicidade. 

No fundo, no fundo.... eu estava me corroendo por dentro. 

- O-obrigado. - Falou envergonhado. - Mas como você soube?

- Ino.

- Ah... - riu. 

Ficamos calados e nos encaramos. Sinto que ele tem algo pra falar. 

- Sakura-chan.... eu.. 

- Naruto-kun? - Hinata apareceu na porta. 

Rapidamente nos separamos e me virei para o outro lado.

- Hinata eu disse para me esperar lá em baixo. - Falou indo em sua direção. 

- Você estava demorando muito, então eu vim atrás de você. Temos que ir naquela sorveteira, me disseram que os sorvetes de lá são muito bons.

- Ah claro, vamos. - Assentiu. 

Naruto me olhou de novo e demonstrou pedir desculpas só pelo seu olhar. 

- Sakura-chan eu tenho que ir. Obrigado por poder fazer esse favor pra mim, nos vemos amanhã. 

- Sim, não se atrase. 

- Não vou. - Continuou me olhando. 

- Naruto-kun! Vamos. - Hinata o puxou. 

- Já vou... Já vou. 

O observei indo embora e me joguei na cadeira. O que será que ele queria me falar? 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...