História Nós Somos A Lenda (INTERATIVA) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eu Sou a Lenda
Tags Eu Sou A Lenda, Nós Somos A Lenda
Visualizações 21
Palavras 267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Luta, Sobrenatural, Survival, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 2 - O Começo De Tudo


Lembro-me, como se fosse ontem, quando o vírus se espalhou, meu pai, minha mãe e minha irmã foram retirados da cidade de Nova York e eu, apenas eu, fiquei. Não só eu, mas a cadela de minha irmã ficou, a Samantha.

Naquele dia...

- Vamos, vamos, vamos! - diziam os policiais afastando as pessoas, para que minha família pudesse entrar no helicóptero. Somente eu e minha família não fomos contaminados pela doença. 

- Entrem. - Disse um policial, abrindo a porta do helicóptero. 

- Mana, você não vem? - Perguntou Mary, minha irmã mais nova. Dava para ver em seu olhar que estava com medo.

-Não, mana. Eu vou ficar.- disse, a olhando nos olhos e acariciando seus cabelos negros.

-Vamos logo! O helicóptero vai levantar o vôo.-Nos apressou outro policial.

-Tchau! Se cuidem!-disse.

-Cuida bem da Samantha!-Pediu minha irmã, com lágrimas nos olhos, que logo depois escorriam pelo seu rosto.

-Eu vou!-Gritei em resposta.

Não tive tempo de dizer mais nada, o helicóptero levantou o vôo. Continuei parada, olhando para ele, até sumir do meu campo de vista.

Todos os seres humanos estam mortos, mas tenho esperança de que tenha mais alguém vivo. Enquanto isso, sou somente eu e Samantha. 

Hoje, a cidade está completamen-te destruída. Todos os dias eu saio pela cidade para ver se tem mais alguém vivo, nunca encontrei alguém, volto para casa, sempre, de 'mãos vazias.

Por que fiquei na cidade? Simples, quero descobrir a cura! A cura que pode salvar todos nós, a cura que fará tudo voltar ao normal! 

Um dia vou conseguir, eu juro pela minha família, pela Sam (Samantha) e por todos que ainda estão vivos nesse apocalipse!


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Desculpem-me pelo capítulo pequeno!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...