História Nos tire desse Inferno... - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Deadpool, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Personagens Originais, Peter Parker, Steve Rogers, Wade Willson (Deadpool)
Tags Spideypool, Stony
Exibições 179
Palavras 2.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi meus amores! 😍❤

Como prometido... NOVO CAPÍTULO! \○/. Fico feliz por vcs tenham gostado do capítulo anterior, sério, vcs são uns amores! ❤🍃

TEM MOMENTO STONY E SPIDEYPOOL SIM! ~u.u~

Enfim, chega de enrrolação!

Aproveitem! 💙💙💙

Capítulo 25 - Capítulo XXV


20h 30mins p.m

 O Capitão Músculos decidiu que iríamos atacar o grupo doentio amanhã a noite. Não vou mentir, eu meio que estava um pouco relutante com isso. Mas também, aqueles porras mataram a metade do condomínio, só sobrando uma família viva.

 Suspiro e vou para cozinha, Wade, Bruce e Rhodey ficaram na casa principal, resolvendo como seria o plano. Eu voltei para casa já sentindo a famosa dor de cabeça. Esse lance de sobrevivência não é pra mim... ou é... ah! Sei lá!

 Pego um copo e encho d'agua e um comprimento, boto o remédio em minha boca e quando eu vou beber a água...

 - CHEGAMOS, STARK! - Berrou Wade, aparecendo na cozinha junto com Bruce e Rhodes.

 - Porra caralho! Vai tomar no cu, arrombado! - Digo entre as tosses. - Não me assusta desse jeito! - Falo tomando fôlego.

 - Uiii! Calma, minha flor. - Zombou o loiro.

 Revirei os olhos.

 - E aí, o que vocês resolveram? - Pergunto bebericando a água.

 - Bom, iremos ir no meio da madrugada, a maioria deles podem está dormindo. - Respondeu Bruce, sentando na cadeira da bancada.

 - Você vai? - Pergunto olhando para ele.

 - Eu ainda não pensei sobre isso... - Murmurou Bruce.

 - Rhodes? - Pergunto.

 - Bom, sim eu irei sim.

 - Você nem preciso perguntar. - Digo me virando para Wade.

 - Já sabe da resposta. - Disse o loiro dando de ombros.

 - Bom, amanhã será um dia corrido então, boa notícia a vocês. - Disse Rhodes, indo na direita do corredor dos quartos.

 - Boa. - Desejamos.

 - Acho que tamanho irei descansar. - Disse Bruce se levantando da cadeira. - Boa noite...

 - Boa. - Termino de beber a água.

Só sobraram Wade e eu na cozinha. Me lembro da última vez que isso aconteceu e terminamos na cama. Coro e balanço a cabeça e coloco copo no armário.

 - Pensando em que, Stark?! - Perguntou Wade, malicioso.

 - N-Nada. - Porra! Não gagueja!

 - Qual foi, Tony! - Disse o loiro, me abraçando por trás.

 - Sai, Wade, que saco! - Digo saindo do seu aperto.

 - Não vai me dizer que não gostou?! - Perguntou sacana.

 - Se eu disser que não, estaria mentindo para mim mesmo. - Digo. - Mas foi a primeira e última vez. - Cruzo os braços.

 - Tem certeza que não quer mais?!

 - Não!

 - Não quer sentir esse meu pau dentro de você mais uma vez? - Perguntou com um sorriso cafajeste.

 - Vai pra porra, Wilson! - Digo indo para o quarto.

(...)

Dia seguinte...
10h 15mins a.m

 - Qual foi, Steve! Deixa Peter e eu ir com vocês! - Reclamou Gwen, seguindo o loiro.

 - Gwen, eu já disse que não! Nem você é muito menos Peter irão com a gente. - Disse loiro entrando na cozinha.

 - Para! Eu e o Peter não somos mais crianças! Sabemos nos cuidar! - Continuou a loira. - Além do mais, nós enfrentamos aqueles caras na floresta sem ajuda de ninguém.

 - É, mas foi uma tremenda burrice da parte de vocês. - Comentou Rogers, pegando uma garrafa de leite dentro da geladeira e batendo a porta da mesma com força exagerada. - Vocês sabem que estamos em conflito e vocês resolvem sair! A resposta continua a mesma, NÃO!

 - Meu Deus do céu! Nem amanheceu direito e vocês estão brigando! - Indagou Natasha, com a cara amassada de sono.

 - Na verdade, Nat, são dez e dezoito da manhã. - Respondeu Sam, entrando na cozinha junto com a ruiva.

 - Que seja. - A ruiva deu de ombros.

 - Por quê você estão brigando? - Perguntou Sam, pegando um pacote de biscoitos.

 - O Capitão Músculos não quer deixar eu e Peter ir na missão de hoje! - Bufou Gwen.

 - Capitão Músculos? - Perguntou Natasha risonha.

 - Foi o Stark que disse isso ontem. - Respondeu ela.

 - Ha! Muito engraçado. - Disse o loiro sério.

 - É sério! Como vocês querem que a gente se proteja? - Perguntou a loira irônica.

 - Mantendo você e Peter seguros aqui! - Respondeu Steve.

 - Esse é o problema! - Apontou Gwen. - Steve, eu sei que você quer o bem de Peter. Eu sei que ele é um garoto fofo e delicado, mas isso pode prejudicá-lo. Vai que acontece algo com ele!? Ele tem aprender a se proteger e na floresta ele provou que pode andar sozinho sem está na sombra de alguém. - Respirou fundo - Por favor... deixa a gente ir?! - Terminou a loira, fazendo um olhar pidão.

 Steve suspirou. Ele odiava quando botavam ele contra a parede, mas a menor tinha razão. Ele considera Peter como um filho, ele iria se odiar para sempre se algo acontecesse como castanho. Mas nem todos pais podem proteger as suas crias para sempre.

 - Eu sei que irei me arrepender disso... mas... okay! Vocês podem ir. - Disse por fim.

 - IUUUPIII! - Comemorou a menor, dando pulinhos em volta de Natasha.

 - MAS - Continuou Rogers, fazendo a loira para de comemorar. - Vocês ficaram no lugar onde EU ordenar, FUI CLARO?!

 - COMO UM CRISTAL POLIDO! - Respondeu ela, correndo na direção da escadas. - VALEU, CAPITÃO MÚSCULOS! VOCÊ É O MELHOR! - Disse a loira, gritando no andar de cima.

 - Ela sabe manipular. - Riu Sam, terminando de comer os biscoitos.

 - Peter tem uma amiga e tanto. - Comentou Natasha, pegando o leite das mãos de Steve.

 - Nisso eu tenho que concordar. - Disse o loiro, dando um sorriso.

(...)

13h 20mins p.m

 Todos se reuniram em frente da casa principal. Cada um pegou uma tarefa para certificar se tudo estava em ordem ou se faltava algo para logo mais.

 - Então... Capitão Músculos?! - Perguntou Steve.
 

Tony estava na varandas de umas das casas, recarregando sua 9mm prata.


 - Ahn?

 - Você me entendeu.

 - Ah! - Riu Tony, envergonhado. - Isso foi uma brincadeira que fiz. Você está chateado? - Perguntou.

 - Não, que isso. - Assegurou o loiro. - Então você vai?

 - É... faz um bom tempo que não sai daqui. - Respondeu o moreno terminando de recarregar a arma. - Engraçado é que vou sair daqui para matar pessoas doentes. - Brincou ele.

 - Pior que é verdade. - Concordou o maior. - Tenha cuidado quando chegarmos lá.

 - Eu não preciso de cuidados, Rogers. - Falou o moreno, convicto.

 - Ah é? - Brincou Steve.

 - Sim! - Disse Tony, se levantando da escada e ficando em pé na mesma. - Eu sei me cuidar! - Terminou ele cruzando os braços e dando um sorriso de lado.

 - Sei. - Disse o loiro, entrando na brincadeira.

Os dois ficaram se encarando por um tempo, até que Steven não aguentou e soltou uma risada gostosa.

 - Quê foi? - Perguntou Tony, levantando uma sobrancelha.

 - É que você precisa ficar em dois degraus acima para ficar em minha altura. - Riu mais o loiro.

 - Nada haver! - Protestou o moreno.

 - Tudo haver! - Continuou o loiro.

 - Ah se fuder! - Bufou Tony, descendo da escada ficando mais frente-a-frente do Rogers.

 - Olha a língua. - Brincou Steve.

 Tony riu revirando os olhos.

 - Hump! Você só tem dez centímetros a mais de mim. - Calculou o moreno.

 - Mas continuo sendo o maior! - Implicou mais o loiro.

 - Que bonitinho, hein?! Que cena mais linda! Será que eu estou atrapalhando o casalzinho aí? - Perguntou Natasha, dando um sorriso malicioso.

 - Oi, Nat. - Comprimentou Steve.

 - Oi, ruiva. - Disse Tony se afastando um pouco do loiro.

 - Bom, desculpe em atrapalhar em seus flertes, mas poderiam nos ajudar com algumas armas? - Perguntou a ruiva.

 - Claro.

 - Por quê não. - Suspirou o moreno.

(...)

14h 06mins p.m

 Wade estava na área do jardim do condomínio, fazendo cortes nas árvores com suas katanas. Ele estava tão concentrado que nem tinha percebido passos atrás de ti.

 - Oi.

  Wade levou a katana no pescoço da pessoa, parando centímetros da garganta.

 - Caralho, Peter! Essa foi por pouco. - Disse loiro, aliviado por não ter acertado o garoto.

 - Desculpe, eu que vim que nem um gato. - Disse ele.

 - Sem problemas. - Disse o loiro, pondo as suas katanas no gramado.

 - Eu vim te entregar a sua faca. - Falou o castanho, entregando o objeto. - Ontem não pude te entregar por causa do que aconteceu...

 - Não, fique com ela.

 - Q-Quê?

 - Isso mesmo que você ouviu, fique. 

 - Mas é a sua faca!

 - Eu sei disso.

 - Mas...

 - Olha, ficaremos nisso à horas, então aceite a faca. - Interrompeu o maior.

 - T-Tudo bem... valeu.

 O clima ficou tenso, nem um e nem outro falaram nada mais do que isso. Então, Wade pega uma arma que estava perto de suas katanas e dá para Peter.

 - Então você sabe atirar, né? - Perguntou Wade.

 - O quê? Não!

 - E o tiro que você deu no cara lá na floresta?!

 - Aquilo foi por pura sorte! Eu nem sabia que a arma estava destravada! - Revelou Parker.

 - Vamos resolver isso. - Disse o loiro pegando nas mãos do menor.

 Peter nem tinha percebido que tinha um errante pendurado na árvore, ele fora enforcado na verdade. Mas outra coisa ele também não tinha reparado, era que ele tinha trancado a sua respiração. Ele estava perto de Wade.

 Perto de mais...

 - Verifique se a arma está carregada. - Ordenou o loiro.

 - Como faço isso? - Perguntou o castanho, um pouco nervoso.

 - Pressione o botão ao lado da coronha. - Instruiu o maior.

 - Assim? - Perguntou o menor.

 - Uhum, o cartucho está cheio. Agora recoloque o cartucho empurrando-o para cima até ouvir um estalo indicando que o cartucho está encaixado.

- Pronto. E agora? - Perguntou o menor.

- Agora puxe a corrediça sobre o cano para trás para carregar a bala na câmara de disparo.

 - Okay. E?

 - Agora mire no alvo. - O menor mirou. - Coloque o dedo no gatilho quando tiver o alvo na mira e estiver pronto para atirar.

 Murmurou Wade perto no ouvido de Peter, causando arrepios no mesmo. O menor ignorou isto e concentrou-se no errante. Peter pois o dedo no gatilho e respirou fundo. Então soltou.  A bala perfurou a testa do errante em cheio.

 - Consegui!!! - Comemorou Peter, abraçando Wade logo em seguida.

 O menor viu a burrada que fizera e se afastou no mesmo estante.

 - D-Desculpe eu me e-empolguei. - Justificou Peter, corando fortemente.

- Tudo bem. - Acalmou o loiro, meio encabulado. - Foi um belo tiro. - Elogiou.

 - V-Valeu. - Agradeceu o castanho, mordendo os lábios em nervosismo.

 - Agora só falta você aprender a manusear um rifle, uma escopeta, uma metralhadora e por aí vai. - Brincou Wade pegando em suas katanas.

 - Uhum...

 - Ah! Vocês estão aí! - Gritou Sharon. - Anda! precisamos de vocês aqui!

 - Já vamos! - Gritou Peter, de volta. - Tome.

 - Pode ficar. - O loiro devolveu a arma. - Vai precisar hoje.

 - Daqui a pouco você me dará as suas katanas. - Brincou Peter.

 - Nem pense nessa possibilidade. - Disse o loiro dando um sorriso de lado para ele.

(...)

01h 00mins a.m

 - Ele te deu a faca e mais a arma?! - Perguntou Gwen animada.

 - Sim, ele me deu. - Respondeu Peter, encabulado.

 O grito de Gwen foi tão agudo que todos param o que estavam fazendo para olharem o que estava havendo.

 - Meu santo caralhinhos, ele tá' tão na sua! - Brincou ela, batendo palminhas.

 - Okay pessoal, vamos nessa! - Anunciou Steve.

 - Você já falou com a família Dias? - Perguntou Sharon.

 - Sim. O senhor David disse que ficaria de olho no sujeito. - Respondeu Steve abrindo o portão.

 - Tem certeza?

 - Do jeito que ele segurou a espingarda... - Brincou o loiro. - Vamos rodar.

~~~

Honda: Steve, Sharon, Peter e Gwen.
Camionete: Sam, Bucky, Clint e Natasha.
Picape: Wade, Tony, Bruce e Rhodes.



Notas Finais


Mil beijos de brigadeiros! 😙💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...