História Nossa Amizade - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


ate

Capítulo 1 - O começo


Fanfic / Fanfiction Nossa Amizade - Capítulo 1 - O começo

 24/02/2014

Bia

Esse foi o primeiro dia de escola, eu estava no 4 ano, bom, vou me apresentar. Meu nome é Bia, tenho 9 anos e essa escola é nova, eu morava em Portugal mas nasci aqui no Brasil, me mudei esse ano para o BR, e espero que eu faca amigos novos, pelo menos um.

Em casa, 12:30

Está quase na hora de eu ir pra escola, sim eu estudo a tarde, na verdade sempre estudei, estava quase pronta, estava usando a blusa do uniforme que é branca com  listras  vermelhas, uma bermuda preta e meu cabelo tava solto ele está na altura do ombro, quando estava quase pronta minha mae me chama  para irmos pro carro, por que a escola é um pouco longe.

Alguns minutos depois.......

Agora estou na escola, ela é grande e bonita, estou em um banquinho que tem na entrada  da escola, esperando o sinal bater quando vem uma menina de longos cabelos pretos e senta do meu lado, ficamos uns 2 minutos em Silêncio até que ela fala 

-oiiii, eu percebi que vc é nova aqui, eu sou a Ariele- Diz esticando a mão gordinha pra mim 

-Oi - falo um pouco tímida 

-Vc que ser minha amiga? - pergunta curiosa 

-Sim, como vc se chama? Meu nome é Bia

- Você fala um pouco estranho! 

- é que eu passei os últimos anos em Portugal

E aí começa uma amizade  

Depois que Bia e Ariele conversam bastante bate para a sala de aula, ambas serão colegas de classe.

Bia tinha uma amiga que conhece antes de ir pra Portugual, a Elisa

 Elisa era um ano mais velha que Bia

Ariele ficou com ciumes quando descubriu essa amizade

Ela queria que Bia fosse amiga apenas dela

Ariele teria que aprender a dividir amizades

-Olha Ariele, essa é a minha melhor amiga Elisa- Falo animada, mas pela a cara que Ariele faz percebo que ela ficou com uma expressão de raiva, por um minuto fiquei arrependida de ter usado a palavra ‘’ melhor amiga’’.

-Oi- Disse seca olhando para a Elisa

Elisa disse que tinha sido colega da Ariele no 2 ano, e que ela era muito ciumenta e mimada, mas mesmo assim queria apresentar ela para Ariele.

                         Algumas horas depois......

Já tinha batido para ir pra casa, Ariele não falou comigo ate o final da aula, eu tambem não insisti.

Meu pai vem me buscar, minha mãe trabalha como asistente do dono da Nitendo do Brasil que por sinal é pai do meu primo Juliano, eu e ele amamos jogar video-game.

-Bia, sera que a Ariele nunca mais vai falar com você? Eu não queria estragar a sua nova amizade- Dizia Elisa se lamentando pelo acontecimento a cima

-Daqui a pouco ela volta a falar comigo, eu acho-Disse a ultima pare mumurando

-Bia, olha seu pai ali!- Disse apontando para a entrada aonde havia meu pai, meu pai era um homem simples, ele havia se separado da minha mae quando eu tinha 6 anos, mas ele sempre se preucupou comigo e com meu outro irmao.

-Tchau El.- Falei abraçando ela.

--x---x---x—x—x—x--x---x---x—x—x—x--x---x---x—x—x—x--x---x---x—x—x—x--x---x---x—

Meu pai me largou na frente do condominio da minha mae e me fez a segunte pergunta

- Tudo bem filha? Você não falou nada deste que estrou nesse carro! Você não é queita assim!

-É que hoje no inicio da aula eu fiz uma amiga, ate ia tudo bem, ai eu fui inventar de apresentar a Elisa pra ela, e ela não gosta da Elisa, ai ela não falou comigo ate ó final da aula.

-A culpa não é sua filha, você não sabia que ela e a El não se gostavam, agora me da um abraço de tchau!

Depois daquela conversa com meu pai me  senti um pouco melhor.

Eu morava num condominio, eu não me considerava rica, ate por que não tinha tudo que eu queria, não era mimada,  minha mae sempre me ensinou que não devemos amar os bens materiais e sim as pessoas a sua volta

Chegui no portao e o porteiro me viu e liberou a entrada avisando que eu teira uma surpresa, eu amava surpresas. Chegando em casa gritei para a Angela (nome da minha mae) abrir a porta e quando abre vejo a supresa.

-MAAEE!!- Digo largando minha mochila em qualquer canto da sala e a abracei forte, ate que percebi que meu primo estava jogando no meu PS2.

-Oi Ju-  Digo e ele retribui com um aceno de Mao sem parar de prestar atenção no seu jogo

Subo as escadas correndo para tomar um banho rápido e me trocar, depois de uns 5 minutos no banho saio e pego uma calça de moletom qualquer preta, uma blusa manga longa de coruja coloquei minhas pantufas de bichinho e penteie meus cabelos, meu lindo pijama. Desci as escadas correndo e quase cai da mesma, ouvi uma risada vindo da sala e não precisava ser gênio pra saber que aquela risada era do Juliano.

-Mãe ele vai ficar pro almoço?

-Sim , hoje a gente vai ir no shopping e vocês dois terão uma surpresa- Logo depois que ela disse fiquei animada

Conectei outro controle para jogar e escolhemos outros outro jogo pra jogar, e decidimos que ia ser Guitar Hero III: Legends of Rock.

Depois do almoço todo mundo tomou banho (até o Juliano por que ele tinha levado roupa) e se arrumou, eu estava com uma blusa da Adidas, uma bermuda jeans, um all star  e meus cabelos estavam presos, o Juliano estava vestindo: camisa personalizada do Mario, um  calção jeans e tênis e a Ângela um vestido de flores ate o chão.

Entramos no carro depois de mais ou menos 1 hora esperando todo mundo ficar pronto.

Entramos no carro e ligamos o radio, começou a tocar varias musicas que eu o Juliano gostávamos e a Angi (apelido da minha mãe) ficava só olhando a gente cantar feliz no banco de trás.
Estacionamos e entramos no shopping, compramos um monte de coisas de roupas a utensílios que nunca vamos usar, passamos no cinema pra ver Rio 2, todos já estavam cansados do passeio, resolvemos passar no Mc Donald para comermos mais alguma coisa por que o filme tinha dado fome na gente, em quanto isso Angi tinha ido numa loja de roupas e nos deixado La. Depois de alguns minutos ela chega com duas sacolas na mão e tava tapando a logo da loja que pelo que eu percebi não era de loja de roupas, ela se sentou numa das cadeiras que tinha na mesa e entregou uma sacola pra cada um, quando abrimos percebemos que tinha um presente nele quando abrimos era um ..............


Notas Finais


Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...