História Nossa Amizade - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.059
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 4 - Boring boy


Fanfic / Fanfiction Nossa Amizade - Capítulo 4 - Boring boy

(Gente, um aviso essa historia ela conta um pouco da minha vida, e tem algumas coisas modificadas, e também para não ficar só nessa da criança que ocorreu em 2014, quando eu tinha 9 anos, e agora eu acelerei um pouco.

Vou fazer uns tópicos para ajudar vocês a estenderem um pouco do que vai estar acontecendo  

As rixas entre a Els e a Ariele já vão estar tudo bem
*Eu vou ter voltado pra Portugal no meio do ano de 2014
*3 anos depois eu voltei pro Brasil
*Vai ter algumas tretas entre eu e o Juliano ( meu primo)
*Varias coisas tristes vão acontecer
*Vai ter muitas surpresas ao longo da historia
*Tretas? Claro!

 

Bom gente, isso foi só um aviso, no próximo capitulo já vai ser tudo diferente )

............................................................................................................................................

Acabei adormecendo no meio do caminho, só acordei com meu pai me chamando avisando que aviamos chegado, estávamos em uma espécie de ‘’rua de favela’’ mas não era completamente um favela, só que era como as pessoas ricas chamavam, eu chamava de rua. A casa do Arthur( meu irmão) era simples mas bonita

-AARRTTHHUURR- Chamei gritando e só ouvi uma pessoa falando nos cachorros saírem da frente e avistei um homem com cabelo marrom e pele um pouco mais escura que a minha

-Oii pestinha! Que saudades!- Falou largando a mochila no chão e me dando um abraço cheio de saudades

-Oii, não me chame de pestinha!

Depois ele e o pai ficaram conversando sobre algum que não me interessa, vi um cachorro que eu não sei que raça é mas o que importa é que ele é muito fofo, fui direto para o portão dar carinho nele.

Pegamos a estrada novamente.... ..

Horas mais tarde

 Chegamos um casa já eram mais de meia noite, mas como eu vim dormindo cheguei em casa sem nenhum pingo de sono, provavelmente amanha eu não vou ir pra escola.

                     1 semanas depois......

                    

Já faz uma semana que eu não vou pra escola, fiquei com gripo, devia ter escutado meu pai

Flashback on

-Pai vamos na piscina!! Ta muito calor- Falo insistindo

Hoje eu não tinha aula, e eu acho que so eu naquela casa estava com calor, e como eu sou teimosa queria ir na piscina mas meu pai não queria deixar. Mas eu não desisto facial

-Eu não sei quem é mais teimoso- Arthur finalmente se pronunciou no meio daquela  discução toda

-Ok, eu vou deixar você ir, mas depois se você ficar doente eu não vou comprar doente-Finalmente ele deixou

A piscina não era grande, era uma piscina inflável. Como eu já estava de biquíni, pulei dentro da piscina

 Um detalhe

  Estava a noite

        Flashback off

 

Lembra da parte que ele falou que não ia comprar remédio se caso eu ficasse doente, bom, ele não comprou, quem comprou foi meu irmão.

Daqui a alguns dias o Arthur vai embora, a ultima semana eu fiquei toda a hora ao lado dele.

Como hoje é domingo não via a necessidade de levantar da cama, mas hoje eu tinha compromisso, não eu , mas meu pai sim, e ele não podia levar ninguém.

Ficou eu e meu irmão sozinhos em casa

Acordei acho que já eram meio dia

Levantei da cama e fui pra cozinha, aonde encontrei o Arthur fazendo alguma coisa, não sei se era café da manha ou almoço, já que ele ainda estava de pijma

-O que você ta fazendo? Eu to com fome- Perguntei sentando nas cadeiras da mesa

-Estou fazendo nosso ‘’café do almoço’’- Falou rindo na ultima parte

- O que é café do almoço? Café da manha e almoço?

-Sim! E é miojo, 2 miojos pra cada um, acha que agüenta ?

-CLARO- Bom na verdade, acho que depois eu ia passar mal.

Comemos e depois nos arrumamos, íamos passar na casa de um primo do meu irmão e íamos dar uma volta pelo centro.

O primo do meu irmão se chama Luiz, e ele tem um irmão e confesso que achei o irmão de Luiz muito chato, ele não parava de incomodar, por alguns minutos pensei em pedir pro Arthur se a gente não podia ir pra casa, por que aquele guri estava me enchendo o saco

A gente foi numa espécie de campo que tinha piscina, Campo de futebol, pescaria e parquinhos para crianças pequenas com casinhas, coisas do gênero.

Colo o Arthur é inteligente e levou um bola de futebol e uma de vôlei, como eu não podia ir na piscina, fiquei como goleira nos jogos de futebol

X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X-X

6 meses depois..........

Hoje eu estou voltando com minha mãe para Portugal, hoje é meu ultimo dia na escola, estou me despedindo das minha amigas que eu fiz nesse meio ano.

A tarde vou começar a arrumar minha coisas para ir, vai eu e a minha mãe só, ela vai por trabalho e eu não quero ficar com meu pai.

Como ela é assistente do chefe da Nintendo do Brasil, ela tem que ir para todos os lugares que o chefe dela ir quando o assunto é trabalho.

A Ariele e a Els estavam la em casa para me ajudarem a guardar tudo nas caixas e nas malas/ mochilas.

-Meu deus Bia, você tem muita roupa!- Exclamou Els pegando o quinto ‘’bolo de roupa’’ e eu acabei rindo

Eu estava separando três mudas de roupas para mim colocar na mochila/mala, que ia ficar junto comigo durante a viajem, e Ariele estava dobrando e guardando o nas caixas. Els era a responsável por ir nos alcançando as roupas e ir deixando tudo em cima da cama.

Algum tempo depois já tínhamos guardado todas as roupas e alguns brinquedos e paramos para descansar um pouco.

-MENINAS VENHAM COMER!!- Angi gritou la de baixo e todas nos descemos as escadas correndo para chegar o mais rápido possível na cozinha, como se a comida fosse fugir.

Angi tinha feito pão, bolo, suco de laranja, suco de uva, tinha queijo colonial, salame, mortadela, café. Um verdadeiro café colonial , todo mundo estava com fome pois estamos a tarde toda ajeitando as cosas.

Algum tempo depois....

Já estava tarde e os pais das gurias vieram pegar elas,  já tínhamos encaixotado tudo, amanha era só levar os moveis e as caixas. Fui dormir cedo pois amanha teria que sair seis horas da manha daqui para pegar o avião.  


Notas Finais


Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...