História A Nossa História - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Tia_Lua_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 23
Palavras 2.208
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, manas. ;u;
Aqui é a Tia Lua, sou a beta da fanfic.
A Tia Kessie me pediu pra atualizar esse capítulo, porque ela é muito inteligente e perdeu o que tinha escrito antes. *palmas pra ela*
Desculpem pelo atraso, parte disso é culpa minha também.
Bom, como esse capítulo vai ser escrito por mim, a escrita vai ser um pouco diferente, desculpe qualquer erro.
Até lá embaixo <3
Sem mais delongas.. BOA LEITURA!

Capítulo 6 - 당신과 나


Fanfic / Fanfiction A Nossa História - Capítulo 6 - 당신과 나

                Valentina POV on

- Valentina, acorde. - disse Jungkook.

- Huh? - disse, abrindo meus olhos lentamente. Ainda estávamos sentados na praia.

- Já está tarde. Vamos, vou te levar pra casa.

- Não precisa, eu estou bem.

- Valentina, nós moramos perto, não é como se fosse me atrapalhar.

- Okay.

Levantamos e começamos a caminhar, nossas casas não ficam  muito longe da praia. Logo já estávamos em minha porta.

- Obrigada por me acompanhar, Jungkook. - disse.

- Não há de que. - disse Jungkook. - Ah, já ia me esquecendo.

- O que?

- Eu vou dar uma festa, na minha  casa, nada grande, só alguns amigos. Queria que você fosse.

- Vou pensar.

- É tão difícil aceitar minha companhia assim? - ele riu.

- Não, mas eu estou com sono e só quero deitar. - disse, bocejando.

- Okay, já vou indo. - riu, se afastando. - Te espero na minha festa.


                   Maia POV on

- C-Como assim, pensando em mim? - perguntei gaguejado.

- Lá fora está frio, e eu acabei me molhando com o irrigador. - mudou de assunto. - Não vai me tirar dessa sacada?

- C-Claro, vem, entre.

Jimin adentrou o quarto, sentou-se na cama.

- Está tudo bem com você? - perguntou.

- Sim, porque?

- Parece cansada. - deu dois tapinhas, num lugar vago ao seu lado, na cama. - Senta aqui.

- É só a Laura, que não sai do meu pé. - digo, sentando ao lado de Jimin.

- Por que não chama ela de mãe?

- Porque ela não minha.

- Mas você chama seu pai de "pai".

- Porque ele é, ele me ama e cuida de mim como pode, tem o mesmo amor que tem por Lucy. - desabafo. - Mas Laura não, ela não gosta de mim, ela me maltrata, Jimin. - digo, deixando uma lágrima escorrer.

- Hey, não chore. - disse e me abraçou. - Como ela não pode gostar de você? Você é perfeita, ela que é louca.

- Obrigada. - disse.

Levantei meu rosto, nossos lábios ficaram muito perto, nossas respirações se mesclavam.

- J-Jimin. - sussurrei, antes de ter meus lábios tomados por ele.

Jimin me beijava, com calma, sentíamos o gosto um do outro, sua boca tinha um leve gosto de uva, que não tinha idéia de onde surgiu. Tomei consciência do que estava acontecendo quando ouvi Lucy.

- Mia, abre aqui. - ela sussurrava, na porta. Afastei-me de Jimin.

- Se esconde. - sussurrei pra ele.

- Aonde? - sussurrou de volta.

- Vai pra debaixo da cama. Vai logo.

- Mia, está acordada? - Lucy insistia em me chamar.

- Espera um pouco. - disse para Lucy. E Jimin se escondeu. - O que quer? - falei quando abri a porta.

- Sua blusa, estava na minha mala. Tome. - me entregou a blusa.

- Ah, obrigada. Mas não podia esperar até amanhã não?

- Podia, mas ouvi que estava acordada então eu vim. - disse Lucy, sorridente. - A propósito, que cheiro de uva é esse?

- U-Uva? Não estou sentindo.

- Hum, okay. Vou pro meu quarto, até amanhã. - disse e saiu do meu quarto.

Tranquei a porta e soltei todo o ar de meus pulmões.

- Cheiro de uva, é? - disse Jimin, já fora do esconderijo.

- N-Não sei do que ela estava falando. - disse.

- Disso aqui. - me beijou rápidamente. - Chupei um pirulito no caminho.

- Você tem que ir embora. Se Laura aparecer aqui vai ser pior.

- Okay, mas só mais um beijo?

- Jimin!

- Está bem. - riu. - Eu vou, mas eu volto.

E foi assim que eu dormi com um cheiro maravilhoso de uva.



                     Lídia POV on

  Hoje era a noite do evento e eu estava muito animada. Quer dizer, eu e Hoseok. Fazia apenas um dia que estávamos dividindo o hotel e eu já estava amando. Hoseok é divertido e muito engraçado, apesar de parecer ranzinza quando eu o conheci, e um pouco estranho.. Na verdade muito. Muito estranho.

Ontem a noite, quando estávamos conversando e nos conhecendo mais, depois que cada um foi para o seu quarto dormir. Do nada eu ouço um som alto vindo de seu quarto e fui ver o que estava acontecendo. Quando adentro o mesmo, Hoseok estava dançando Ice Cream Cake na frente da TV. Juro que quando digo que suas atitudes são, na maioria das vezes, bizarras não estou mentindo.

Eu já estava pronta e estava o esperando na sala. É incrível como ele consegue ser mais vaidoso que eu. 

- E ai.. - disse Hoseok entrando na sala.- como estou?

- está gatíssimo. Vai passar o rodo nas novinhas do evento. - respondi rindo e ele cora levemente.

- obrigada, você também está muito linda..- disse ele.-  bom, vamos?

- Sim, vamos. Mal posso esperar, essa noite vai ser incrível.



               Jungkook POV on

Acordo, olho ao redor e vejo que Namjoon não está. Deve estar na praia ou passeando por ai. Não vou me preocupar.

Levanto, vou até a cozinha e lembro que meus pais estão viajando, então resolvo ligar para os meus amigos daqui de Miami para avisar da festa e que eu cheguei.

Tenho quatro amigos, Abby, Margo, Erik e Dylan. Conheci eles na primeira vez que vim a Miami em umas férias com meus pais, desde então nunca nos separamos. Prezo muito pela amizade deles porque sempre estiveram ao meu lado, e quando contei a eles que queria ser um idol, me deram total apoio. Sinti falta deles, desde que debutei não tive tempo de vir a Miami. Mas como estou de volta, podemos zuar e curtir como nos velhos tempos.

Vou até a sala, me jogo no sofá, pego o notebook e chamo os quatro para uma chamada de video em grupo no Skype.

     >chamada de video em grupo on<

Jeon: E ai galera. A quanto tempo não nos vemos!

Margo: Jungkook seu lindo, finalmente teve tempo pra falar com os pobres é? 

Erik: Verdade.. só quer saber dessa vida de fama e desses idols ricos ai.

Jeon: Pois é, eu to de volta.. Como vocês estão? Sentiram minha falta?

Abby: Lógico que sentimos né querido. A quanto tempo nós não nos falamos, já estou até de cabelos brancos, ta vendo?

Dylan: Finalmente cara. Estávamos morrendo de saudade. Como vai a vida de super pop star?

Jeon: Ótima, ainda bem.. bom, eu liguei para vocês pra avisar que eu cheguei e que hoje a noite vou dar uma festinha aqui em casa. Inclusive eu trouxe um amigo meu, o Namjoon, também do Bts.

Margo: Huuuummmmm, eu sei quem ele é, eu acompanho você no Bts, e esse Namjoon é um gatinho em...

Dylan: Margo, você esqueceu que tem namorado, E que por um acaso ele sou eu?!

Margo: Aawin. Só tava brincando.

Jeon: Vocês estão namorando? Nossa, não sabia...

Erik: pois é, você perdeu muita coisa Jeon.

Abby: Não muita coisa. Erik continua o mesmo galinha de sempre.

Erik: ha ha ha. Cala a boca Abby.

                     ~risos~

Jeon: Bom galera, vocês vão vir pra me ajudar a arrumar a festa?

Dylan: Sim.

Abby: Claro.

Erik: Beleza...

Margo: Já estou ai...

Abby: Deixa de ser preguiçosa Margo.

Margo: Não sou preguiçosa! Meu corpo, simplesmente, não sente vontade de arrumar coisas. É uma síndrome.

Dylan: Pode deixar que ela vai ajudar sim Jeon.

Jeon: Okay então galera. Vejo vocês daqui a pouco. Tchau.

    >chamada de video em grupo off< 

Desligo o notebook e começo a mudar de canal procurando algo que me interesse na programação da TV.

Agora é só esperar o Namjoon dar as caras e os meus amigos chegarem para começarmos a farrava. Não há quem mantenha essa casa inteira quando a festa acabar.



                    Jimin POV on

Acordei animado e com um sorriso bobo no rosto pensando no beijo que dei em Maia. Hoje ela viria aqui em casa com Laura para um chá com minha mãe. Mas pelo que conheço ela, não vai ficar nem cinco minutos nesse "chá".

Levanto, tomo um banho meio demorado e desço para tomar café.

- Bom dia família linda!- disse.

- Bom dia meu filho. - disse minha omma - Parece animado hoje, aconteceu alguma coisa?

- Nada de mais, acontece que o dia hoje amanheceu lindo.- respondo pegando um pão e me sentando na cadeira.

- Tem certeza hyung? Você não fica assim desde quando namorava a Yang Mi.- disse Jihyun, e logo minha omma deu um tapa em sua cabeça.- AISH OMMA!!

Quando meu dongsaeng disse aquilo, logo o sorrio que estampava meu rosto desapareceu e junto com ele, a minha fome. Fiquei enjoado só de ouvir o nome dela.

- Ah.. e-eu... eu perdi o apetite. Com licença.- disse e subi para o meu quarto, trancando a porta.

Porque Jihyun tinha que dizer àquilo? Porque ele tinha que fazer eu me lembrar daquela mulher, que tanto me fez sofrer? ... Eu estava tão bem.. tão feliz sem ela. Não entendo porque isso ainda me atingi. Minha mãe diz que é porque eu a amei muito e que o primeiro amor a gente nunca esquece. Mas ela não. Ela eu tenho a obrigação de esquecer. Não vou deixar isso me abalar. Vou descer lá, tomar meu café e depois esperar Maia vir aqui em casa. Nós vamos conversar e vai ser uma tarde ótima. Não vou deixar nenhuma Yang Mi estragar isso.



                   Hoseok POV on

Lídia e eu havíamos saido do evento para comer algo e passear. O evento tinha sido  incrível, e a minha companhia também.

- E ai, o que achou do evento?- perguntei enquanto andávamos pela rua em busca de alguma lanchonete ainda aberta.

- Eu achei incrível! Amei as exposições e todo o resto. E também nos divertimos muito.- disse Lídia.

- Sim. Foi bem divertido.. gosto muito da sua companhia sabia Lídia..

- E-eu também gosto muito da sua companhia Hoseok.

Eu estava meio surpreso com o que havia acabado de falar, e um silêncio perturbador pousou entre nós.

- ... Então... melhor irmos embora. Não tem nada aberto a essa hora e pode ser perigoso.- disse. 

- Está com medo Hoseok?- disse ela rindo.

- Não! Só digo que podemos ser assaltadosou ou sequestrados. E não queremos isso, não é mesmo?!

- Tudo bem então... se você diz...

Fomos o caminho inteiro conversando, e o caminho inteiro nossas dedos estavam entrelaçados. Gostei disso. Mesmo sabendo que não posso me envolver, sabendo que não vamos ficar juntos. O que me resta é aproveitar o tempo que tenho para ficar ao lado dela. Curtindo, conversando, jogando vídeo game, dançando girl grup, aliás, ela é a única que dança ggrup comigo. Então vamos aproveitar, porque depois que eu ir embora, não poderei levá-la comigo.



                 Valentina POV on

Que droga! Um oriental gatinho e legal me chama pra uma festa na casa dele e eu simplesmente não tenho roupa para ir. Era só o que me faltava. E ainda estava muito em cima da hora, a festa já devia estar rolando.

Sam estava no meu quarto me ajudando a arrumar uma roupa para ir, enquanto eu andava de um lado para o outro de roupão. Confesso que eu estava anciosa e meio nervosa. Não queria ir feia, óbvio, mas não sou muito boa nesse lance de moda. Sei que trabalho em uma butique, mas o meu serviço é apenas ficar no caixa e receber o dinheiro, e não ajudar a cliente a se vestir. Nesse lance de roupas eu sou um verdadeiro fiasco. Cadê a Aléxis quando se precisa dela?!

- O que acha de eu te emprestar um vestido? - sugeriu Sam.

- Você não usa vestido Sam.- disse.

- Eu sei.. só estou sem idéias.- disse Sam.- olha amiga, você está um pouco atrasada pra essa festa e eu tenho um compromisso daqui a pouco, então é agora ou nunca. Ou você vasculha esse seu armário e pega qualquer roupa e sai lacrando do mesmo jeito, ou não vai a festa e fica sem gatinho oriental. O que prefere?!

- Tem razão Sam.. pode ir para esse seu compromisso que eu me viro, obrigada.

- Okay então, bejin.- ela disse e saiu. Nem sei que compromisso é esse... menina doida. 

Como não sou uma estilista, sento na penteadeira, aliso meu cabelo e faço uma maquiagem enquanto penso em qual roupa vestir.
Opto por uma blusa preta meio curta, um short branco, uma jaqueta bomber num tom de azul meio jeans e uns desenhos brancos, um coturno preto e um colar. Pronto. Foi o melhor que eu pude fazer. Espero que eu estaja bonita, pelo menos um pouquinho.

Saio de casa, e já escutando um som alto, vou em direção a casa de Jungkook. A porta estava entreaberta então a única coisa que fiz foi empurrar e entrar. Acredito que a festa tenha começado a não muito tempo, mas parecia que todos já estavam muito bêbados, incluindo Jungkook, que estava na parede agarrando uma garota, bem bonito inclusive.

Não tive reação, simplesmente dei meia volta, fechei a porta e fui pra casa. Por incrível que pareça aquilo estragou minha noite.

CONTINUA...


Notas Finais


Então é isso manas.
Primeiro beijo aí???? Desculpa Tia Kessie, mas é que eu amo muito a Maia ;-; <3
Gostaram da minha escrita?
Comentem e favoritem, isso nos ajuda muito.
Até a próxima com a Tia Lua.
Beijos monas <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...