História Nossa História! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Gay
Exibições 30
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii.. Tudo bem com vocês? Bom... De novo eu demorei né? Desculpa as coisas estão meio agitadas e confusas para mim, e eu chego em casa quase morta... Mas hoje eu arrumei um tempo para escrever, afinal vocês são importantes para mim e eu não posso deixar vocês na mão né? Foi mal, mas espero que gostem...

Capítulo 6 - Paixão?! Pt:2


Concordo com ele e me sento na sua frente, essa aula está um tédio, mas me esforço muito para prestar atenção.

TRIIMM

Ufa! Finalmente acabou essa aula chata, agora é Ed.Física, apesar que eu não faço nada nessa aula a não ser ler, o professor sempre da 8.0 pra todo mundo.

Armim - Vamos Mel!

Mel - Calma! Deixa eu pegar meu livro! - Falo vasculhando a minha bolsa.

        - Pronto achei!

Eu e o Armim saimos da sala rapidamente, pois tinhamos ficado para trás. Eu vi que ele estava preocupado, então resolvi perguntar quando chegarmos no ginásio. Quando chegamos eu sentei na arquibancada e ele também.

Mel - Está tudo bem?

Armim - É..Bom... É que eu não sou bom em Ed.Física!

Mel - Tudo bem, o professor sempre da 8.0 pra todo mundo, até mesmo pros melhores da sala.

Armim - Por isso você trouxe o livro?

Mel - Exato! Mas esse livro ta muito chato. - Fecho o livro. - Me fale mais sobre você.

Armim - E o que você quer saber?

Mel -  Ahh... Tudo! Você tem irmãos?

Armim - Tenho um! Quer dizer ele é praticamente eu.

Mel - Quê? 

Armim - Eu tenho um irmão gêmeo!

Mel - Ahh.. Entendo!

Armim - E você?

Mel - Não tenho irmãos.

Armim - Que sorte! - Ele disse fazendo eu rir.

Mel - Ahh... Não deve ser tão ruim assim.

Armim - É.. Tem lados bons e ruins.

Mel - Haha, fico imaginando com ele é.

Armim - Igual mim oras!

Mel - .... Nem vou falar nada!

Armim - Hahaha.

Ele ia falar alguma coisa, mas desistiu.

Mel - Fala!

Armim - Nada deixa quieto! - Ele falou com um sorriso meigo.

Mel - Armim..... Por favor... - Fiz beicinho.

Armim - Por que.. As meninas não gostam de você?

Mel - Bom... É que.... Eu sou adotada... - Falei desviando o olhar dele.

Armim - Posso te contar uma coisa?

Mel - Claro!

Armim - Eu e meu irmão também! - Quando ele disse aquilo eu olhei no fundo dos olhos dele e vi que era verdade.

Mel - Legal! 

Armim - Mas eu não acho que elas te zoam por isso.

Mel - O casal que me adotou.. Bom, digamos não é um casal normal.

Armim - Eu entendo, eu não vejo problema nisso, afinal meu irmão também é gay.

Mel - Uau! Você é real? - Digo o beliscando.

Armim - Ai! É claro que sou, por que a pergunta? - Ele disse esfregando a mão aonde eu tinha beliscado.

Mel -  Desculpa, mas é que você me entende. Sabe... Eu nunca falo muito sobre isso com as outras pessoas. Mas sinto que posso confiar em você.

Armim - Você é muito fofa! - Ele disse corado.

Mel - Não precisa mais ficar com vergonha, somos amigos né?

Armim - Claro!

          Armim on:

Mel... É a única garota que se aproximou de mim nessa escola, me entende, é um amor de pessoa, não liga que eu fique toda hora jogando, e o melhor de tudo... É linda.... Calma Armim, você chegou aqui hoje, não pode se apaixonar tão rápido assim.

Mel - Armim?! Armim?! - Diz estalando os dedos na minha cara.

Armim - Hã? Oi?! - Nem me toquei que estava babando na frente dela.

Mel - Haha, ta chapado é? 

Armim - N-Não, só tava pensando na vida. - Droga que vergonha. 

Mel - Okay... Vem ta na hora do lanche. - Ela disse me arrastando para lanchonete.

Chegando lá pude sentir minha barriga vibrando, que fome! Pego minha carteira e.. Pera! Droga! Droga! Como você é besta Armim... Esquecer a carteira logo hoje que a Mel está aqui, caso não saiba eu sou um cavalheiro e pago o lanche da dama...

Mel saiu pra comprar o lanche dela e eu sentei em um banco esperando ela voltar. Depois de alguns minutos ela voltou com dois lanches.

Mel - Toma! - Ela disse estendendo um dos lanches.

Armim - N-Não precisava! 

Mel - Pega logo eu sei que você está com fome e percebi quem você não trouxe a carteira. - Ela disse com um sorriso meigo e depois abocanhou o seu lanche.

Armim - Obrigado!

Mel - Não tem de que!

Nós comemos nosso lanches e ficamos conversando, ela é louquinha... Não entendo como os outros não amam essa fofa.

Mel - Foi assim que eu quase morri! - Ela disse rindo.

Armim - Hahaha, você é louquinha né?

Mel - Uhum...

            Mel on:

Eu fiquei pensando em algo que o Papito me disse, era algo sobre vizinhos... A lembrei ele me falou sobre os vizinhos novos... Novos?! Novos?!... Armim?!

Mel - Armim?

Armim - Sim?!

Mel - Onde você mora?

Armim - Olha... Eu não lembro o nome da rua, mas é um bairro aqui perto.

Mel - Por acaso tem uma casa Azul Céu?

Armim - Sim, é do meu vizinho.

Nesse momento meus olhos brilharam, seria ótimo morar perto dele... Pera por que eu estou tão feliz com isso? Deve ser bobeira!

Armim - Por que a pergunta?

Mel - Eu acho que você é o novo vizinho que o Papito me falou!

Armim - Sério?!

Mel - Uhum..

Armim - Isso é ótimo!

Mel - Pois é!

Depois disso nós ficamos em silêncio, não era muito agradável, era até um pouco constrangedor. O sinal bateu e nós entramos na sala.

Prof° - Vocês seram liberados mais cedo. Por motivos de greve.

Alunos - Aeeeee....

Todo mundo pegou suas coisas e saiu. No meio do corredor sinto alguém me segurando pelo braço. Me viro bruscamente e assustada.

Armim - Calma - Fala soltando meu braço.

Mel - Ai que susto! - Digo pondo a mão no peito.

Armim - E só queria saber se você não quer ir pra casa comigo. Afinal meu irmão não foi liberado ainda.

Mel - Ah... Tudo bem, o Papito não vem me buscar hoje mesmo!

Armim - Ótimo!

Fomos uma hora conversando, outra hora em silêncio, até chegarmos e... Sim! Somos vizinhos! Uma animação tomou conta de mim. 

Armim - Então está entregue vi-zi-nha! - Ele disse em um tom engraçado.

Mel - Obrigada Armim! - Dou um abraço nele.

Armim - É-é que isso! Não foi nada! - Ele diz depois retribui.

Ficamos abraçados por um tempo, sei lá, é.... Tão bom. Mas por que eu gostei? É só um abraço como outro qualquer né? Por que esse seria diferente? Chega Mel! Para de pensar besteira.

Mel - Bom..- Me afasto - E-Eu tenho que ir!

Armim - O-Okay! Até depois? - Ownm ele ta corado.

Mel - Até! - Dou um beijo na bochecha dele e entro.

             NATH ON:

Ai, ai, aposto que é por isso que a Mel anda tão avoada, ela parece gostar dele, ele parece gostar dela, são tão fofos... Mas nenhum dos dois parece saber dessa paixão... Isso me lembra algo....

               Flashback on:                  

Depois daquele beijo meus pensamentos são um caos, eu acordo pensando nele, almoço pensando nele, quando ele passa por mim meu coração acelera, vou dormir pensando nele, e se não bastasse, ainda sonho com ele, e pela manhã tudo recomeça. O que é isso? Não, não pode ser! E-Eu estou gostando dele? Não eu só penso nele por ser o primeiro homem que eu beijei só isso! Ah... Quem eu quero enganar? Estou apaixonado pelo.... Pelo Castiel! E o que adianta? Eu nunca tive coragem de me declarar para ninguém!

Todos já saíram da sala e eu fiquei aqui pensando na vida... Olho em volta para ter certeza que eu estou sozinho e...

Nath - Castiel?!

 

 

 


Notas Finais


Gostaram? Que bom! Se não gostaram comentem o que eu posso melhorar.
Um beijão e até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...