História Nossa História (KaiSoo) - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Armydekororoko

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Kaisoo, Máfia, Mais Ou Menos Hunhan, Nossa História, Obsessão, Policia, Possessivo, Relacionamento Abusivo, Submissão
Visualizações 353
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 📖

Capítulo 4 - Cap 4


 BaekHyun on*

Tínhamos acabado de sair do café, meu coração estava na boca. Já fazia alguns dias que eu vinha observando o Chanyeol, não me intendam mal, mas, como eu sou filho de um policial assim como o Kyung, eu aproveitei. Porém é bem possível que ele não se lembre de mim

BH: então onde você vai me levar? – acho que o fogo teria inveja de mim, de tão quente que meu rosto estava

CH: estava pensando em ir para um parque de diversões que acabou de abrir, o que acha – sorriu. Aaaah ele sorriu para mim, jesus já pode me levar

BH: parece divertido – é sério isso BaekHyun, parece divertido

CH: então vamos – assenti.

Fomos caminhando mesmo já que o parque era relativamente perto. O caminho até o local, foi recheado de conversas e risadas. Em um determinado momento, minha mente por algum motivo me levou a perguntar-me

Porque em todo esse tempo, em que eu estive "vigiando" o Chanyeol, eu nunca descobri no que ele trabalha?

Agora fiquei intrigado, e o pior é que é verdade, eu nunca descobri nenhum lugar que trabalha ou trabalhou. Aaaah isso está me deixando maluco

Ch: o que foi Baek – o encarei – você parou de andar de repente – percebi que estava para no meio da calçada, e com um Chanyeol, me olhando com se eu fosse um louco, abaixei a cabeça envergonhado e fui até ele – você esta bem – colocou a mão em minha testa

BH: estou, podemos continuar o caminho – assentiu, mas mantendo a cara desconfiada

Chegamos no parque, e não estava muito cheio, e agradeci por isso, pois eu detesto lugares cheio

Ch: em qual quer ir primeiro? – pensei um pouco

BH: montanha russa – deu aquele lindo sorriso aberto, e fomos compra as fixas.

Fomos à montanha russa, depois disso fomo para fila do bate-bate

Ch: Baek, porque o Kyung estava daquele jeito – tive vontade de rir, ao lembrar o porquê

BH: deu muito a bunda ontem – disse risonho

Ch: eu perguntei serio

BH: e eu respondi serio – o vi segurar o riso

Ch: espera é o que eu estou – fiquei confuso – o JongIn hoje, disse que tinha passado a noite com a melhor foda dele, porem ele não quis me dizer quem era, mas julgando pelo jeito que o Kyung estava, posso desconfiar que foi com o Kyung que o JongIn passou a noite? – concordei sorrindo malicioso. Chegou a nossa vez, entramos nos carrinhos, a todo o momento ele batia em mim, mas não deixava de ser divertido

Depois do bate-bate, fomos nos restantes dos brinquedos, até chegar a parte romântica do dia, a roda gigante, meu coração começou a palpitar rápido assim que entramos na cabine. Fiquei observando o por do sol, que estava magnífico. Senti braços me abraçando por trás, e lábios grossos beijarem meu pescoço

CH: você tem um cheiro tão bom Baek – cheirou meus cabelos, me encolhi em seus braços com o ato, me virou para si, encurralando-me na parede da cabine – seria ruim se eu disse que quero te beijar agora?

BH: seria ruim se eu dissesse que eu também quero – sorriu, e foi se aproximando lentamente até seu lábios tocarem os meus, o beijo era só um selinho, mais foi o suficiente, para o meu coração disparar. Quando nos separamos, um sorriso bobo se apossou de meu rosto, olhei em seus olhos, e me perdi naquela imensidão, nenhuma palavra foi dita, apenas sorrisos

Saímos da cabine, e fomos comer. No decorrer do tempo a conversa fluía normalmente até eu abri mina boca

BH: Chany posso lhe fazer uma pergunta? – concordou – onde você trabalha? – parou de andar, e enrijeceu o corpo

Ch: esta ficando tarde Baek, melhor a gente ir – desconversou, e o clima ficou tenso. Apenas concordo, e o deixo me levar para casa

Chegando em casa, ninguém disse um único 'A', nem mesmo no caminho para cá, e isso me deixou com certo peso na consciência, pois por minha culpa o clima pós beijo foi para a casa do caralho

CH: bom esta entregue – fiquei em silencio – a gente se vê por ai Baek

BH: a gente se vê Chany – quando ia entrar em casa fui puxado, e pego de surpresa por um beijo agora de verdade, nossas línguas acariciava uma a outra, mostrando carinho, nos separamos com selinhos rápidos

CH: boa noite Byun – deixou um selar em minha testa

BH: boa noite Park – entrei em casa, e já subi para o meu quarto, com o coração na boca, de tamanha felicidade

Porem ainda irei descobri onde ele trabalha


Notas Finais


Deixem seus comentários e sugestões

Espero que tenham gostado 😉😉😉

🌹❤🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...