História Nossa História (KaiSoo) - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Armydekororoko

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Kaisoo, Máfia, Mais Ou Menos Hunhan, Nossa História, Obsessão, Policia, Possessivo, Relacionamento Abusivo, Submissão
Visualizações 209
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 📖

Capítulo 5 - Cap 5


Kai on*

Algumas semanas depois...

Estava junto com o Chanyeol indo buscar o Soo na escola, enquanto eu ia me lembro de algumas coisas do passado

FLASHBACK ON

Estava chegando em casa e avisto um movimento na casa ao lado da minha

Kai: mãe! Eu cheguei - disse um pouco alto

Omma: Oi meu filho! Como foi a escola?

Kai: foi bem mãe. Mãe oque está acontecendo a casa ao lado?

Omma: são os novos vizinho

Kai: ata

[...]

Estava na sala quando escuto alguém chamando. Vou na porta e me deparo com um menino pequeno

Kai: Olá?

Xx: Oi eu sou o novo vizinho e queria conhecer os meus vizinhos - disse sorrindo meigo

Kai: Assim! Qual o seu nome?

Xx: me chamo Soo

Kai: eu me chamo Kai

FLASHBACK OFF

E foi assim que eu conheci o Soo, mas eu acho que ele não se lembra, pois eu tinha 7 anos na época e ele 4. Depois daquele dia, nos aproximamos, éramos praticamente inseparáveis. Porém algumas coisas aconteceram e tivemos que nos separar, mas quem diria que irias nos reencontrar de novo

[...]

Chegamos no colégio, e a cena que eu presenciei não foi nada boa. Kyung estava conversando com muita intimidade com um menino. Descemos do carro e fomos ao encontro de KyungSoo que assim que nós percebeu — o que demorou um pouco —, sorriu meigo

CH: bom eu preciso ir me encontrar com algumas pessoas – assenti, fizemos toque de mão e ele foi embora

Kai: vamos Kyung – falei meio frio, e seu sorriso desmanchou

Xx: Soo você não ia para minha casa – tá tocando de mais

Calma Kai, controle-se

Kai: KyungSoo – chamei

Xx: então Soo vamos, não posso chegar tarde em casa – segurei o pulso do D.O, chamando sua atenção

Kai: nós precisamos ir Kyung – o puxei para mim, porém o outro braço do menor foi agarrado pelo outro

Xx: cara deixa a gente em paz – Kyung ainda continuava quieto

Kai: eu sugiro que largue o braço dele – KyungSoo estava começando a ficar apavorado

Xx: não irei solta-lo, até porque ele virá comigo – livrou o menor do meu aperto, indo para longe de mim

Foda-se o controle

Andei até eles puxando Kyung de volta para mim

Xx: cara você tá começando a me irritar – cerrou os punhos

Kai: digo o mesmo – debocho colocando Kyung atrás de mim

Xx: Ora seu – veio para cima de mim, porém fui mais rápido acertando um soco em seu queixo, fazendo-o cair no chão

Kai: não quero ver você perto dele de novo, entendeu? – assentiu atordoado, virei paro o Soo – vamos – falei entre dentes, agarrei seu braço puxando com certa brutalidade para o carro

Soo: JongInnie – choramingou

Kai: quieto Kyung – abri o carro – entra – entrou de cabeça baixa

Meu sangue estava fervendo, pode até não parecer grande coisa, mais qualquer coisa para mim, me deixa mordido de ciúmes, principalmente quando vem com intimidade de mais com as pessoas que são minhas

[...]

Chegamos em casa, porém não disse um 'a' durante o caminho todo, e data para ver que Kyung estava incomodado

Soo: Nini – chamou meio acuado, apenas o ignorei e segui caminho para o meu escritório com ele atrás – JongInnie, por favor não me ignora – sua voz era embargada, o olhei, e ele estava de cabeça baixa e brincando com a barra do suéter escolar

Kai: quem era aquele menino KyungSoo – disse autoritário, sentando-me em minha cadeira de couro giratória

Soo: era o Ben do 2° ano - aproximou-se da mesa

Kai: e o que ele queria?

Soo: ele veio me chamar para sair de novo – respirei fundo – mas eu juro que não ia aceitar – desesperou-se

Kai: sei – liguei meu computador, vendo meus e-mails, ignorando novamente sua carinha de choro

Soo: por favor Nini Hyung, acredita em mim – dei-me por vencido, deixei meu computador de lado, me sentando melhor na cadeira

Kai: eu acredito em você pequeno – sorriu tímido – agora vem cá – bati em minha coxa, meio acanhado sentou-se em meu colo – agora, eu não quero mais ver você com aquele garoto, entendeu Kyung – assentiu, deitando a cabeça em meu ombro – o foi bebê? – fiz carinho em sua cintura

Soo: porque fez aquilo com o Ben, ele não estava fazendo nada de mais com você perto – fechou os olhos

Kai: eu odeio, todos aqueles que mexem o que é meu – cheirei seu pescoço

Soo: então quer dizer que eu sou seu Nini – sussurrou no pé do meu ouvido

Kai: com toda certeza – espalhei vários beijinhos pelo seu rosto, fazendo-o rir, até capturar seus lábios em um beijo calmo, sem malícia alguma, apenas um beijo... Encerramos o beijo com selinhos demorados

Soo: eu te amo Nini – meu coração disparou ao ouvir aquilo pela primeira vez

Kai: também te amo meu Soo


Notas Finais


Deixem seus comentários e sugestões

Espero que tenham gostado 😉😉😉

🌹❤🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...