História Nossa História: Passado ou Futuro? - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Kibaneji, Konohana, Leeten, Narusasu
Visualizações 252
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi!

Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 15 - Primeiros Resultados


Fanfic / Fanfiction Nossa História: Passado ou Futuro? - Capítulo 15 - Primeiros Resultados

Kiba Inuzuka:

 

            Os dias passavam rápido e quando eu percebi dois meses haviam-se passado e Neji começava a apresentar suas primeiras melhoras. Sasuke era meticuloso e rigoroso, nunca me deixava ajudar o Hyuuga em suas consultas, ele sempre me obrigava a ficar a metros de distância, dizia que Neji não melhoraria se não deixassem ele agir por conta própria e às vezes esse jeito do Uchiha me irritava em demasia, mas não falava nada, já que ao que parece estava tendo resultados. Ainda sinto um sorriso surgir em meu rosto quando lembro a primeira vez que Neji se moveu sozinho pela primeira vez.

 

Flashback on:

 

- E sabe, às vezes fico em dúvida se estou fazendo o certo. Me sinto o pior pai do mundo por deixá-lo sozinho por tanto tempo, mas... Desculpe, eu devo estar te incomodando com todo esse falatório né. – falei desanimado, suspirando e fechando os olhos, havia amanhecido estranhamente deprimido naquele dia, porém tudo mudou com um único gesto, senti algo tocar minha pele e quando olhei para o lado meus olhos arregalaram-se, os dedos de Neji deslizavam suavemente pelas costas da minha mão, não sei explicar o que senti naquele momento, foi algo tão... mágico, um sorriso surgiu na minha face e lágrimas acumularam-se em meus olhos, nem pensei antes de pular no garoto, apertando-o em um abraço.

 

Flashback off

 

            Agora estávamos nós dois aqui, na sala de Guren, a fonoaudióloga de Neji, com ele fazendo alguns exercícios, podia ver o esforço que ele estava fazendo para realizar o procedimento solicitado pela mulher.

 

- Certo Neji-kun, agora eu quero que você me acompanhe. Eu vou falar uma letra do alfabeto e você vai repetir, movimentando bem os músculos das bochechas, lábios e língua, entendeu? – ele assentiu – Certo, repita comigo B. – ela falou, fechando bem a boca e abrindo novamente, em alto som.

- B... – ele repetiu quase em um sussurro, ela sorriu, assentindo e mandando-o repetir mais algumas vezes.

- Ótimo. Agora repita comigo C. – ela falou, colocando a língua no céu da boca e entreabrindo os lábios, ele repetiu conforme ela havia mandado. Ela repetiu o processo com todas as consoantes do alfabeto e eu podia notar o esforço que Neji fazia para acompanhá-la, ao final da consulta ele parecia exausto – Você está indo muito bem Neji-kun, em breve vai estar novinho, pronto pra outra. – a mulher falou e ele forçou um sorriso em agradecimento, nos despedimos e saímos, voltando direto para a mansão, mais precisamente para o seu quarto.

- Quer tomar um banho antes do jantar Neji-kun? – perguntei, olhando o relógio, notando já serem quase sete da noite.

- S-im. – ele falou baixinho e com dificuldade, sorri, pegando-o no colo e levando-o para o banheiro, onde dei-lhe um banho e coloquei-lhe uma roupa confortável. Ficamos no quarto, eu li um pouco para ele, não que ele agora precisasse, já conseguia segurar o livro sozinho, porém eu gostava de ler para ele, tinha uma sensação boa quando fazia isso e ele também parecia não se incomodar, na verdade sempre ficava atento e fitava-me com atenção a cada parágrafo. Quando estávamos terminando o capítulo, ouvi a alguém bater na porta e logo Shion entrou, com nosso jantar, fitei-a pensativo.

- Trouxe o jantar de vocês. – a mulher falou e sorri de lado, uma ideia maluca passando pela minha mente.

- Não precisa Shion, pode levar embora. - falei, levantando-me e pegando o Hyuuga no colo, ela encarou-me confusa e sorri – Hoje ele vai comer na mesa com todo mundo.

 

_____     x    _____

 

            Bom, não preciso dizer o quanto minhas palavras surpreenderam não só a loira, como também o garoto em meu colo, ele fitou-me com os olhos arregalados, parecendo amedrontado, já tinha mais de dois anos que ele não comia na mesa com a família e ele não estava totalmente recuperado, mas é como o Uchiha diz, ele nunca vai melhorar se não deixarmos ele agir por conta própria.

            Desci as escadas com o garoto no colo, chegando na sala de jantar, onde toda a família já estava reunida, Hiashi-san fitou-nos interrogativo e levei Neji até uma cadeira, colocando-o sentado lá.

 

- O que é isso? – a tia de Neji perguntou, parecendo irritada, terminei de ajeitar o garoto e encarei-a.

- Achei que estava na hora do Neji voltar a fazer as refeições com a família. – falei, ela encarou-me parecendo incrédula.

- Mas isso é um absurdo. Ele nem consegue comer sozinho, porquê então... – Hinata reclamou, porém foi interrompida pelo pai.

- Acho que o Kiba está certo. Já está na hora de pararmos de diferenciar o Neji, ele também faz parte da família. – Hiashi-san falou e sorri assentindo, pegando o prato do rapaz e colocando à sua frente, entregando a colher em sua mão, a poucos dias ele havia começado a comer sozinho, com a própria mão, porém agora parecia envergonhado de fazer isso na frente de toda família.

- Qual o problema Neji-nii? Não precisa ficar com medo, estamos muito felizes de você estar aqui com a gente. – Hanabi falou com um sorriso, que acabou encorajando-o e ele pegou a colher com a mão fechada em punho e levou-a ao alimento, antes de levar à boca, fazendo uma careta, ele ainda tinha um pouco de dificuldade em dobrar os braços e é claro em segurar qualquer coisa, por isso tinha que usar a mão toda, fechada em punho para não deixar o objeto cair.

- Que nojento. – Hinata falou quando viu o primo levar o alimento à boca e deixar sem querer um pouco cair no canto da boca, que eu limpei com o guardanapo assim que percebi, pra que ela parasse de olhá-lo daquela forma.

- Estou tão orgulhosa de você nii-san. – Hanabi correu até o primo, envolvendo seus braços no pescoço dele e depositando um beijo em sua bochecha, que o fez sorrir tímido, com as bochechas coradas de forma adorável e eu apenas sorri com meu peito inflado, também estava muito orgulhoso do meu garoto. 


Notas Finais


Logo continua.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...