História Nossa Música - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Tags Taegi
Exibições 38
Palavras 726
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu só tinha essa história guardada e resolvi postar.

Capítulo 1 - As noites fora de casa


Fanfic / Fanfiction Nossa Música - Capítulo 1 - As noites fora de casa

 

Estava sentado na mesa trabalhando, compondo músicas como Taehyung falava, ou só juntando palavas sem nexo até formar algo como eu pensava. O garoto estava sentado perto de mim, me incomodando. Ok ele faz isso sempre, mas agora estava passando dos limites.

Taehyung seu dongsaeng chato!

É ele sabe que eu sou franco, e mesmo assim brincava com isso. Maldita hora de perder minhas chaves! Pois é, eu e Taehyung estamos presos na sala de música da Big Hit. Como isso aconteceu? Eu vou explicar.

''Eu tinha a minha própria cópia das chaves, e posso entrar aqui quando bem entender. Hoje lá pelas 11h P.M saí do dormitório e vim para cá relaxar  - compondo as músicas em paz -, lá não dava para fazer nada, os meninos são barulhentos. Pelo menos boa parte deles são.

Sem perceber a praguinha Kim Taehyung entrou no carro comigo. Discutimos a viagem inteira, e quando cheguei na sala de música a porta estava aberta. Resumindo; alguém nos trancou aqui e eu não sei onde minhas chaves estão, puta merda.''

Foi essa a merda que me aconteceu, por que o mundo conspira tanto contra mim? Não é como se eu não gostasse do Tae, é que ele é irritante e barulhento!

– Hyung, você está quieto a muito tempo... – Falou num tom manhoso, pegando uma das minhas mãos e começando a brincar com meus dedos.

Suspirei e pensei por segundos se acabaria com aquilo. É, vou acabar. Afastei sua mão devagar de cima da minha, mas não adiantou muita coisa já que o mesmo puxou novamente.

– Eu estou me concentrando Taehyung. – Tentei evitar olhar, focando os olhos no teclado

Ele fez um biquinho. Extremamente fofo.

– Aaah hyung! – Falou em um tom manhoso novamente. – Eu estou carente, e você nunca faz nada legal comigo!

Ele falou quase protestando, bem ele não estava totalmente errado, nós não nos divertimos juntos... nós dois.

– Quer criar uma música então? – Soltei sem pensar.

Encostou o dedo indicador nos lábios e parecia pensativo, até que assentiu, e então pegou o violão que estava ao seu alcance.

– Cada um solta uma frase, e você vai escrevendo tudo enquanto eu improviso uma batida, que tal? – Perguntou sorridente. Aquele sorriso de geometria que era desejado por todos, inclusive por mim.

– Pode ser...

Ele começou a tocar devagar, e nossa! Tocava melhor que eu!

– ''Eu sinto falta do sabor da vida, sinto falta das conversas'' – Cantou devagar.

A tonalidade de sua voz combinava perfeitamente com a batida que improvisava. Por alguns segundos achei estar ouvindo um anjo, não um garoto. Yoongi que sentimentos em. Rapidamente pensei em uma continuação e acabei com esses pensamentos amorzinhos.

– ''Estou procurando uma canção está noite, estou mudando todas as estações''  – Completei.

Ele pareceu gostar daquilo, visto pela sua expressão.

– ''Gosto de pensar que tínhamos tudo, desenhamos um mapa até um ugar melhor, mas na estrada eu caí. Oh querida, por que você fugiu? – Continuou, enquanto tocava suavemente.

– ''Eu estava lá por você nas suas horas mais difíceis, eu estava lá por você nas suas noites mais obscuras''  

Ele sorriu, e abaixou a cabeça, sussurrando algo como ''Está incrível''.

– Está bom né? – Voltou a me encarar.

Acabei sorrindo também.

– Está sim TaeTae, está sim. – Passei a mão por sua cabeça, bagunçando suas madeixas ruivas.

 

(...)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Algumas semanas, meses se passaram. Sempre que fugia para a sala de música Taehyung vinha comigo. Nós sempre fazíamos músicas, para guardarmos em nossas memórias. Onde notas agudas são bonitas, erros são bem vistos e não existe tristeza. Não compor com Taehyung era não compor uma música com emoção, era a mesma coisa de escrever uma poesia se rimas ou uma história sem objetivo.

Essas noites de fuga se tornaram nosso refúgio. No dormitório, na casa onde morávamos, eu e Tae não conversamos muito, pois sabemos que de noite terá o encontro. 

Parece que é bom, esperar o dia todo para se encontrar com alguém de noite por algumas horas. Ficar o dia inteiro pensando na voz doce e grossa de Taehyung, ficar pensando em como é bom ouvir suas batidas estranhas e improvisadas no violão, criar aquelas músicas meio sem nexo que só seriam compreendidas por nós dois. Sim eu estou sendo bem romântico, eu não sou assim, mas por ele acho que posso ser, e sim esse era meu passatempo preferido. Meu, nosso passatempo era ter músicas com ele.

 

 


Notas Finais


A música que o Tae e Yoongi fizeram é Maps - Maroon 5.
Espero que tenham curtido isso ai que eu fiz, beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...