História Nossas Gêmeas - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~anny_majo1

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate, Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Isabela Junqueira, Joaquim Vaz, Maite Perroni, Manuela Agnes, Téo Cavichioli
Tags Chaverroni, Jobela, Mateo, Ponny, Vondy
Exibições 95
Palavras 632
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura :)

Capítulo 5 - Você não notou nada ?


Faltava apenas cinco dias para o fim da viagem e isabela não via a hora de ver seu pai e abraça-lo e principalmente brigar com ele por ter lhe mandando para aquele lugar... Lindo, pensou ela, mas não ia dar o braço a torcer. Manuela queria muito ver os presentes que tinha ganhado de todos que gostava e queria muito abraçar a mãe.

Era mas um dia de diversão, risadas e implicância de isa e manu , todos já estavam cansados das brigas das duas, o guia então decidiu que esses cinco dias elas iam andar sempre juntas, até mesmo dormi no mesmo quarto.

M&I: Dormi no mesmo quarto? – falaram juntas – e a PriJu? – falaram os nomes das amigas ao mesmo tempo e saiu misturado

Guia: Elas vão ser a partir de hoje colegas de quarto – mudou em sua prancheta os nomes nos quartos – vocês andam se implicando, quero que vocês fiquem juntas e reflitam tudo isso.

[...]

Já era noite quando isabela já estava entrando com suas coisas no quarto, enquanto manuela saia do quarto.

Isa: Relaxa loirinha, o quarto é aqui do lado – piscou para a loira e deu risada

Manu: pri, agente se vê no jantar – abraçou a amiga, como se ela fosse embora para sempre. Lá estava agora isabela e Manuela sozinhas no quarto.

Isa: Relaxa querida, não vou te atrapalhar em nada – foi tirando as coisas de sua mala e jogando na cama – desde que você não se meta nas minhas coisas

Manu: Pode ter certeza que nas tuas coisas não vou mexer – fazendo careta já pela bagunça – você não é nada organizada

Isa: Já você é tão organizada que da até dor nos olhos – riu

Manu: Sem graça  - deu um sorriso

Isa: então porque sorriu? – arranjo um espaço na cama e se sentou, suspirou – acho que começamos a nossa “amizade” errada.

Manu: a nossa “amizade” já é muito estranha – riu - para mim estou falando com o meu reflexo no espelho – se referindo a semelhança, isabela concordava com a cabeça.

Isa: Muito estranha – riu, se levantou da cama, caminhou até a “amiga” e parou de frente a ela – Isabela – estendeu a mão para que começassem uma nova amizade, as duas riram

Manu: Manuela – sorriu e apertou a mão dela e novamente um pequeno choque entre as duas – ai, que estranho – as duas tiraram as mãos rápido – você é da Argentina né? – Isabela olhou pra ela e sentou novamente em sua cama .

Isa : Sim, moro com meu pai em uma fazenda – sorri ao lembrar do pai – e você?

Manu: Em Londres com minha mãe – isabela olhou no relógio – você é muito apegada a seu pai? – curiosa

Isa : Bastante – deu uma risada – ele é que não larga do meu pé – manu deu um sorrisinho – e o seu pai? Ele é carrapato como o meu? – Manuela se levantou da cama e foi até a janela

Manu: Eu não tenho pai – deu um sorrisinho depois de olhar o céu estrelado – vivo com minha mãe e meu vovô José – olhou para isa

Isa: Já comigo é ao contrario, eu não tenho mãe – caminhou até manu e olhou para o céu também – acho que já esta na hora de irmos jantar – olhou no relógio mais uma vez, já foi caminhando para a porta

Manu: Espera – olhando para isabela com atenção – você não notou nada de diferente na gente?

Isa : Só notei as semelhanças – falando o obvio

Manu: isabela – riu – você não tem mãe e eu não tenho pai – apontando para ela e Isa – nascemos no mesmo dia e no mesmo país

Isa : Eu não nasci em Londres – manu se sentou na cama

Manu: Eu nasci na Argentina, não em Londres – isabela começou a entender e também se sentou na cama – no hospital Santa Maria e ...

Notas Finais


Gostaram ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...