História Nosso amor não foi em vão! - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 152
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - O lado mal do Tae pt2


Fanfic / Fanfiction Nosso amor não foi em vão! - Capítulo 13 - O lado mal do Tae pt2

  Eu sai de fininho, enquanto via ele chorando, fui ate a rua proxima que passava ônibus 

      -Ele não fara nada com os meus irmãos! Eu sei que não (resmungo um pouco auto)

        -Você que pensa Sophie(ele surge do meu lado se encostando no meu ombro) Se você não se casar comigo eu os mato

      -Taehyung o que aconteceu com voce?

       -Morte

     -Não desconte a morte de seus pais em mim!

        -Não irei! So quero o que me pertence de volta!

          -Tae eu não sou um objeto para pertencer a ninguém.(digo meio emburrada)

          -Você è minha desde seus 16 anos, desde que você se entregou a mim, desde que trocamos a primeira palavra, o primeiro olhar.

       -Taehyung você está ficando maluco!(viro minha cabeça para encara-lo)

       -Sim... mesmo assim, ira se casar comigo, Samara ja assinou a papelada, a manhã assinarei e estarei divorciado, Iremos nos casar amanhã de tarde

       -O que te faz achar que irei casar com você? 

       -Isso(ele tira do bolso o celular e me mostra um video)

      -P-Por que colocou uma bomba neles?

        -Se você dizer que não vai se casar e se recusar... eu explodo seus irmãos 

     -TAHYUNG VOCÊ TA FUMADO CARA! Para com isso... você so me machuca! Desde o dia no hospital, se você me amasse mesmo teria ido me procurar! E não me deixar achando que você morreu, eu me destrui durante 3 anos da minha vida... pensando que meu grande amor tinha morrido, e quando eu... eu... tentei seguir eu vejo você noivo de outra, você sabe o quanto doeu em mim, o quanto eu quis nunca ter te conhecido...

     -Eu, fui proibido de te ver, eu vim direto para o estados unidos, e o casamento, era so um acordo de empresas... você acha que eu nunca te esperei? Pois saiba que você è a unica mulher que eu transei, e alem do mais... eu pensei que você tinha morrido... eu vi na televisão, informaram errado, disseram que você estava morta! Eu quase morri de novo aquele dia! Mas... eu ja disse, não se case e seus irmão morreram!

      Senti firmesa

    -Sim... eu caso...

Ele solta um leve sorriso e se desncosta de mim

      -Vamos, amanhã teremos um longo dia!

     -Sim

Fomos em direção ao cemitério,  eu entro no carro do Tae, e me deito no banco de trás,  acabei adormecendo

     Na manhã seguinte....

    Senti uns leves empurrões,  eu olho para cima e Tae estava com a porta aberta comendo algo, eu levanto e ele me olha

       -Toma...(ele me da uns pães doces e cappuccino do que eu gosto e junto veio um papel e uma caneta) que papel è esse?(digo abrindo o mesmo)

        -Nosso casamento! Eu assinei as papeladas do divórcio  de madrugada, ja assinei minha parte... Doumble venha!(ele chama um cara enorme)

        -Vamos casar aqui? No cemitério? 

     -Sim por que nao!?

     -Eu... nada!

Abro as folhas e assino todas, o capanga dele também assina como testemunha, ele tira duas alianças e me entrega, ponho a minha na minha mão e ele na dele, eu ri um pouco

      -por que esta rindo?

      -Nunca pensei que casaria no cemitério, para salvar meus irmãos 

       -Hum

Eu começo a comer e o coveiro vem

    -Sr. Temos que enterra-los!

-     .... Claro...

Ele começou a fitar o nada, ele se levantou e foi para dentro... ele estava parecendo um robô, eu fui atrás e vi os caixões sendo tampados, o acompanhamos até uma casa que estava escrito

      | Família Kim |

Adentramos e os coveiros colocaram o caixão no chão de pedra e fecharam com uma pedra enorme, todos foram embora e Tae ficou la, eu me aproximei e encostei em seu ombro

   -T-Tae, vamos embora

 Ele se virou e foi na minha frente, puxando fortemente meu pulso

     -Ta, me machucando!

     -Dane-se!

    -TAEHYUNG PARA

Ele parou e eu abraçei ele por trás 

    -Por favor... não me maltrate

    Ele não responde e abre a porta do carro, ele manda o motorista ir e ele pega o celular

      -F. Pode liberar as crianças, os devolvam uma rua antes da casa!... ok

    Fomos até o predio, quando chegamos no andar eu fui direto pro meu ap, mas na hora em que eu fui abrir ele me prensa

       -Vamos para nossa casa

  Ele me puxa e me joga no chão

    -O que está fazendo? 

    -O que você faz com o Jungkook 

   Ele começa a me chupar

       -Taehyung para!

     Eu empurrou ele e ele levanta o braço para me bater, mas ele para com o braço e me encara, com lágrimas nos olhos

     -Va para o quarto, eu não estou bem 

     -Ok... convide os meninos para vir aqui amanhã eles iram te alegrar 

    No dia seguinte 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...