História Nosso amor quase proibido. - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Novela, Romance
Visualizações 133
Palavras 1.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Apaixonadas.


Camila me olhou indignada, e respirou fundo antes de dizer:
-E por que diabos você não me falou?
-Esqueci...-Coloquei uma mecha do cabelo dela, que insistia em cair, pra trás da orelha e lhe dei um beijo.
-Não quero você perto dele nunca mais-Beijou minha bochecha, e eu deitei minha cabeça em seu ombro-Se ele encostar em você de novo, acabo com aquele babaca. 
-E pensar que eu estava "apaixonada" por ele.
 Camz riu e começou a me fazer cafuné. Ficamos assim até eu sentir que estava quase dormindo, mas não queria dormir, então voltei a olhar aquele rosto lindo. Camila estava de olhos fechados, e eu sabia que ela não estava dormindo.
-Você é linda demais...-Falei fitando cada milímetro do rosto dela, fazendo um carinho em sua bochecha.
 Camz deu um sorriso perfeito antes de abrir os olhos e me olhar envergonhada.
-Para, Lolo-Disse colocando as mãos no rosto, me fazendo sorrir e abraçar ela bem forte-Você que é-Tirou as mãos do rosto e não perdi a oportunidade de encher ela de beijinho. 
 Quando coloquei a mão na nuca dela, e a puxei pra um beijo, quando nossas bocas estavam quase encostando ouvimos a porta da frente abrindo. Levei um susto ao ver Sinu e Alejandro ali. Rapidamente sai do colo da Camila, sentando do lado dela, mas sem duvidas eles viram. Mesmo sabendo que eles sabem da gente, ainda é estranho.
-Mãe, pai! Que susto!-Camila falou rindo. 
 Eles estavam rindo da nossa cara.
-Desculpa, mas não imaginamos que íamos chegar e ver vocês duas nesse sofá aos beijos.
-Mãe!!!!!!-Camz disse envergonhada-Não estávamos aos beijos.
-Atah, então estavam brincando com as bocas?
 Céus, quero me jogar em um buraco. Não aguentei e comecei a rir, e Camila também.
-Não é possível que você disse isso, Sinu-Alejandro falou rindo também.
-Mas é-Disse indignada, largando a bolsa em cima da mesa de centro da sala-Vai dormir aqui hoje, Laur? E a Sofi, cadê?
-Vou sim-Falei e Camila me olhou sorrindo com a língua entre os dentes. Que mulher linda-A Sofi tá dormindo, né?-Perguntei pra Camz, que apenas assentiu.
-Bem..Eu vou deitar-Alejandro disse indo até a escada-Até por que não estou de férias como vocês-Falou rindo, nos fazendo rir também-Vamos, Sinu?
-Já vou! Só vou conversar com as meninas antes.
 Ele apenas assentiu e deu boa noite, subindo a escada. Deitei minha cabeça no ombro da Camz enquanto Sinu procurava algo na bolsa.
-Achei!-Disse pegando o celular dela-Meninas...
 Nós olhamos pra ela, que parecia meio pensativa olhando a gente.
-Não, deixa...-Sinu já ia indo até a escada, mas Camila chamou ela antes.
-O que foi, mãe?
-É que, bem...Eu não sei como falar isso sem ser vulgar-Desencostei a cabeça do ombro da Camz-Mas...
-Mas o que, mãe? Esse suspense tá me matando.
-Tá me matando também-Falei rindo.
 Sinu demorou um pouco antes de dizer:
-Vocês ontem estavam fazendo se...
-Mãe!-Camila falou meio alto, me fazendo rir. A essa altura, eu não estava mais com vergonha-Não, não estávamos.
-Não mente, filha-Sinu disse séria, e eu tive que dizer:
-Sim, estávamos-Camila me olhou incrédula.
-Você disse que ela sabe de tudo, Camz.
-Sim, ela sabe! Mas não precisa saber que a gente...-Ficou vermelha. Eu sorri pela fofura dela-Você sabe...Estávamos fazendo aquilo..
-Sexo?-Sinu perguntou rindo, e eu segurei o riso quando vi a cara que a Camz fez-O problema não é isso, tá bom?-Apenas seguimos ouvindo ela-O problema é o barulho.
-Isso não tá acontecendo-Camila disse colocando as mãos no rosto, e eu não aguentei, tive que rir.
-Calma, filha. Não estou xingando-Ela tirou as mãos do rosto e suspirou.
-Okay! Continua então, mãe.
-Apenas pra lembrar que a Sofi tá em casa, e que vocês estavam altas demais. Se é que me entendem.
-Tudo bem, tia. Desculpa-Falei e dei um sorriso de lado.
-Eu sei que vocês estavam no calor do momento e que...
-Tá, mãe-Camila falou rindo-Ja entendemos! Não torna isso mais constrangedor ainda. Please.
-Era só isso mesmo, meninas-Disse subindo um degrau da escada-Boa noite.
-Boa noite, mãe!
-Boa noite, Sinu!
 Sinu subiu e eu comecei a rir, Camila me olhou e deu um tapa no meu ombro.
-Não é engraçado, Lolo. Que vergonha.
-É sim-Falei e dei um beijo na bochecha dela, que levantou do sofá e pegou da minha mão, me puxando também.
-Vamos deitar?-Perguntou abraçando minha cintura. Passei meus braços por seus ombros.
-Vamos. Mas podemos ver filme?-Camz me beijou antes de dizer:
-Essa sua carinha diz que você vai dormir antes mesmo do filme começar-Tocou delicadamente com a ponta do indicador no meu nariz, me fazendo dar um sorriso.
 Ela estava certa, eu realmente estava com sono.
-Nem vou, Camz.
 Coloquei a mão na nuca dela e a puxei pra um beijo. Não enjoava nunca de beijar aqueles lábios. Camila, sem duvidas, é viciante demais.
 Resolvemos subir e ir direto pro quarto dela. Camz me deu uma camisa larga pra vestir, e ela estava com o pijama que dei a um tempinho atrás. Linda como sempre.
 Eu deitei esperando ela, que desligou a luz, deixando apenas à luz da TV iluminando o quarto. Quando Camz deitou, puxei ela pra se aconchegar no meu peito.
-Vai querer ver o filme?-Perguntou puxando a coberta pra nos tapar.
-Não precisa, pequena.
 Camila ergueu a cabeça e deixou um pequeno beijo em meus lábios. Eu sorri e roubei outro beijo dela.
-Boa noite, Lolo-Disse voltando a se aconchegar em meu peito. Comecei a fazer cafuné nela, que suspirou.
-Boa noite, Camz.
 Beijei o topo se sua cabeça e me permiti sorrir ao sentir ela assim em mim.
 Quem diria que depois de tanto negar Camren, de tantas brigas com o James explicando que isso nunca ia acontecer, de tanto negar meu sentimento pela Camila, agora estamos aqui dormindo juntas. Abraçadas. Apaixonadas.
 
 Camila POV:
Acordei com os braços da Lauren em volta da minha cintura, eu estava de costas pra ela então virei pra admirar aquele rosto lindo.
 A janela estava entre aberta e iluminava um pouco o quarto, a tv ainda ligada ajudava com isso.
-Você é tão perfeita...-Sussurrei, fazendo um delicado carinho na bochecha dela. Não queria acordar ela, apenas queria ficar fazendo carinho. 
 Dei um pequeno beijo em seus lábios. Lauren se mexeu um pouco e me abraçou mais, ainda dormindo. 
 Fiquei olhando ela, e fazendo carinho até levantar com todo cuidado e ir ao banheiro. Tomei banho e quando sai já era 13h30min, coloquei uma calça e minha camisa dos minions. Era amarela e tinha o Kevin na frente. 
 Assim que sai do banheiro, olhei pra cama e Lauren continuava dormindo, mas agora em uma posição diferente. Nossa, ela dorme demais.
 Ouvi batidas na porta e fui abrir ela desenrolando a toalha do cabelo.
-Oi, mana!-Sofi disse animada, eu sorri e dei um abração nela.
-Oi, pequena! O que foi?
-A mãe disse pra você e a Lolo comer com a gente-Falou de olho no quarto, sem duvidas procurando a Lauren-Cade a Lolo?
-Ainda dormindo-Apontei pra cama, fazendo Sofi rir e entrar no quarto-Vamos acordar ela?-Perguntei, sabia que era isso que ela queria.
 Minha irmã apenas acordou e fomos direto pra cama, nos jogamos em cima da Lauren e ela deu um grito.
-O QUE FOI?-Falou desesperada, fazendo eu Sofia morrer de rir.
-ACORDA, LOLO!-Sofi gritou e Lauren estava vermelha de raiva.
-Não acredito que vocês fizeram isso-Bufou e colocou as mãos no rosto.
 Eu e Sofi trocamos um cúmplice olhar e abraçamos Lauren.
-Desculpa, Laur-Falei dando um beijo na bochecha dela, que ainda estava com as mãos no rosto.
-Desculpa, Lolo-Sofi disse dando um beijo na outra bochecha dela.
 Lauren já estava sorrindo, sabia que ela não ia aguentar. 
-Vocês são umas chatas-Disse tirando as mãos do rosto e nos abraçando, afinal, ela ainda estava deitada e ainda estávamos em cima dela-Pensei que a casa tava pegando fogo, ou algo do tipo.
-Por que você é paranóica-Sofi riu e Lauren revirou os olhos.
-Mas eu também pensaria assim, Mila-Minha irmã disse pensativa.
-Então você está do lado dela?-Perguntei fingindo estar magoada pra Sofi, que sorriu sapeca e concordou.
-Isso aí, pequena-Lauren falou sorrindo e fez um "toca aí" não mão da Sofi.
-Estou abraçada em duas falsas.
 Sai do abraço e Sofi veio atras me dar um abração. Lauren sentou na cama com a coberta sobre suas pernas.
-Sua irmã é tão dramática, Sofi-Laur disse assim que peguei a escova de cabelo, ficando em frente ao espelho do guarda roupa.
-Mas...-Sofi disse meio envergonhada, mas continuou-Você também é dramática às vezes, Lolo-Começou a rir, me fazendo rir também.
-De que lado você está?-Lauren perguntou rindo.
-Acho que eu e você temos que nos virar contra ela agora, Lolo-Falei cruzando os braços, e Lauren fez o mesmo sentada na cama. Deixei a escova em cima da cômoda e fui a Sofi, que tentou escapar mas segurei ela.
 Lauren saiu correndo da cama e começou e encher a pequena de cócegas. O quarto ficou em meio a gritos e risadas, Sofi tentava se soltar e não conseguia. Resolvi soltar ela, que parecia realmente cansada de sofrer com as cócegas.
 Assim que Sofi saiu correndo do quarto, eu e Lauren ficamos rindo.
-Boa tarde, dorminhoca-Falei abraçando a cintura dela, que sorriu e me beijou.
-Boa tarde, Camz.
 Ela me abraçou bem apertado e escondeu a cabeça no meu pescoço.
-Que cheirosa...-Falou me fazendo arrepiar pela respiração dela.
-Pra você...-Ela me olhou e sorriu perfeitamente.
-Que honra, srta. Cabello.
-Besta-Dei um pequeno tapa no ombro dela, que revirou os olhos e me beijou.
-A propósito...-Nos separou do abraço, me olhando de cima abaixo-Você está linda demais-Pegou da minha mão e me fez girar devagar.
-O que deu em você hoje, Lolo?-Perguntei rindo, ela apenas riu e me beijou-E outra, só estou de camisa e short.
-O suficiente pra ficar mais linda que o normal-Senti meu rosto queimar e Lauren apertou minhas bochechas.
-Aí, Lauren!!!-Reclamei, fazendo ela rir-Quando faço isso em vo...
 Ela me puxou da cintura e me beijou, me fazendo suspirar e me entregar ao beijo. Suas mãos foram descendo pra minha bunda, apertando ela. Passei meus braços pelo seu pescoço e tivemos que separar pela falta de ar.
 Lauren resolveu colocar a roupa dela de volta, prendeu o cabelo em um coque frouxo e descemos pra almoçar.


Notas Finais


Tudo perfeito pra elas, né gente? Talvez por enquanto sim...
Beijos! Comentem, se der <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...