História Nosso amor quase proibido.-Camren - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Novela, Romance
Visualizações 357
Palavras 1.423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 60 - A verdade. Parte 2


-Você está me assustando-Falou e deu um beijo na minha testa.
-Eu...-Respirei fundo-Lauren, eu...
-Você o que?
-Eu assinei o contrato.
 Lauren me soltou do abraço e me olhou incrédula. Passei as mãos pelo meu rosto e limpei as lágrimas.
-Você mentiu pra mim?-Perguntou abrindo a porta do quarto-Não acredito que você fez isso.
-É pra gente ficar juntas-Falei sentido meus olhos marejarem de novo.
-VOCÊ VAI SAIR DA BANDA, CAMILA.
-NÃO GRITA COMIGO!
 Lauren estava vermelha de raiva, e eu só queria um abraço dela.
-Não sabe a raiva que estou de você.
 Senti meu coração quebrar em mil pedaços, meu choro ficou mais forte e Lauren abriu a porta do quarto.
-Lolo-Falei seguindo ela, que continuou andando pelo corredor-LAUREN!
-O que foi?-Se virou pra mim. Seus olhos estavam cheio de lágrimas-Não adianta pedir desculpa. Você vai causar um tumulto nas redes sociais, vai fazer com a banda fique em quatro e nem ao menos conversou isso com a gente antes. Os fãs vão ficar decepcionados. E se o problema era o James, porque diabos não esperou até eu conseguir mostrar tudo pra epic? O que você fez foi puro egoísmo e eu nunca vou te perdoar.
 Ela saiu dali e eu fiquei paralisada, só me dei conta quando ouvi a porta da sala bater com força. Merda! E agora? Desci a escada e as meninas me olharam, sem duvidas ouviram a conversa e vão me odiar também.
-É verdade? Você vai sair da banda?-Ally perguntou. Fiquei parada no último degrau-Porque não nos contou antes? Poderia ter falado com a gente.
-Não acredito nisso-Dinah falou pegando a bolsa dela-Nunca fiquei com tanta raiva de alguém. Logo você, Camila.
 E saiu dali, bateu à porta que nem a Lauren fez. Ficou eu, Mani e Ally na sala. Eu já estava me sentindo horrível e com o olhar da Ally fiquei pior ainda.
-Então é isso? Acabou Fifth Harmony?
-Vocês vão continuar sem mim-Falei indo até elas-Eu precisava sair, estava me sufocando.
-Agora que o James vai ser demitido que você resolve fazer isso?-Normani perguntou-Eu te amo, mas você fez uma grande merda.
 E saiu também, do mesmo jeito que Dinah e Lauren saíram.
-Você também vai ficar contra mim?-Perguntei pra Ally. Senti o mesmo nó na garganta.
 Ela não respondeu nada, apenas pegou sua bolsa e saiu como todas. Me joguei no sofá e me afundei em lágrimas. Merda! Agora todas estão contra mim? Até minha namorada? Não, não vai ficar assim. Respirei fundo e passei as mãos no rosto. Fui até a porta e abri, atravessei a rua e bati na casa da Lauren.
-Ela não quer ver você-Tay falou assim que abriu a porta-O que você fez hein, Mila? Ela está em um estado horrível.
-Por favor, me deixa ver ela-Estava segurando o choro e Taylor percebeu.
-Tudo bem-Suspirou derrotada-Mas qualquer coisa, não fui eu.
 Ela abriu mais a porta e eu entrei, subi a escada e fui direto no quarto da Lauren. A porta estava fechada e abri com cuidado, o quarto estava escuro e apenas a janela iluminava um pouco. Sabia que ela estava dormindo, então fechei a porta com cuidado e fui até a cama dela. Tirei os tênis e levantei um pouco a coberta pra deitar. Lolo estava de costas pra mim, então deitei e abracei sua cintura, afundei meu rosto em sua nuca. 
-Camila, sai-Ela falou e virou pra mim, continuei abraçando sua cintura-Não quero você aqui, e não quero brigar agora.
 Lauren tentou se soltar dos meus braços mas beijei seus lábios, fazendo ela relaxar e me abraçar também. Coloquei a mão em sua nuca e aprofundamos o beijo. Ela me abraçou apertado e suspiramos juntas.
-Me deixa dormir com você-Sussurrei escondendo o rosto em seu pescoço. Lolo começou a fazer cafuné em mim-Por favor, não me odeie. O seu amor é tudo que eu tenho.
-Nunca vou te odiar, Camz. Nem se você matar toda minha família.
 Eu ri e ela beijou minha testa. Ficamos abraçadas sentindo uma a outra, sei que estava magoada comigo mas ela é tudo que eu tenho. 
-Amor?-Ouvi e murmurei um "hm?"-Eu não sei o que vai acontecer depois disso.
-Nem eu-Suspirei.
-Não ter você no studio, não ter você nas premiações. Não gravar clipe com você...-Ela começou a ficar com a voz embargada e a olhei-Fazer show sem você. Ver você fazer show sem a gente. Camz, isso é loucura-Limpei uma pequena lágrima em sua bochecha. Dei um beijo em seus lábios antes de falar:
-James estava me sufocando, eu precisava disso e agora podemos nos assumir-Ela deu um sorriso de lado e se aconchegou no meu peito, escondendo o rosto no meu pescoço.
-Não sei mais o que sinto em relação a isso. Não sei se fico feliz por podermos ser um casal normal agora, ou fico triste que você saiu. Também não sei se fico irritada por não ter contado absolutamente nada pra gente.
-Só não me odeie-Falei de olhos fechados a abraçando apertado.
-Já falei que nunca vou te odiar, Camz. Isso me irritou, é diferente-Beijou meu pescoço-Seus pais já sabem?
-Só meu pai, a mãe não.
-Ela vai te matar-Falou baixinho-Mas é pra você aprender a contar as coisas antes.
-Eu te amo-Falei do nada. Sei que ela sorriu contra o meu pescoço, e deixou um pequeno beijo molhado ali.
-Eu te amo mais, Camz. Mas ainda estou irritada com você.
-Eu sei...-Falei baixinho.
                              _\\_
Acordei e Lauren não estava mais na cama, sentei e cocei meus olhos até acostumar com a luz. 
-Amor-Ouvi e olhei pra porta-Acordou agora?-Perguntou e eu concordei, mas voltei a deitar e puxei a coberta até a cintura-Trouxe isso pra você-Veio até mim e mostrou uma xícara-Ia fazer aquela bandeja de café da manhã, mas você não está merecendo.
 Revirei os olhos e sentei na cama de novo, ela me entregou a xícara e a puxei pra beijar seus lábios. Tomei um gole do café com leite e estava maravilhoso.
-Onde vai?-Perguntei assim que ela abriu o guarda roupa.
-Trabalhar-Falou pegando uma roupa lá de dentro-Você vai no studio?
-Não-Respondi e ela me olhou-Meu contrato começa segunda feira.
 Lauren suspirou e abriu a porta do banheiro, coloquei a xícara rapidamente no bidê e fui até ela.
-Amor, não fica assim-Abracei sua cintura, fazendo ela virar pra mim.
-Não tem como-Passou os braços pelo meu pescoço-Vai ser horrível não ter você lá.
-Vai ser horrível eu me acostumar também.
-Você que quis assim-Respondeu soltando o abraço, mas a puxei de novo.
-Posso tomar banho com você?-Perguntei fazendo carinho em sua bochecha.
-Como é que vou negar um pedido desse?
 Lauren tirou a roupa na minha frente e eu admito que queria tomar banho com outras intenções. Sei que ela estava irritada comigo mas poderia descontar de outra forma. Tirei minha roupa e quando ela ligou o chuveiro, entramos pro box e a prensei na parede. Com uma mão segurava sua cintura, e com a outra apertei seu peito.
 Beijei seu pescoço e ela gemia baixinho a cada mordida que eu dava. Puxei uma perna dela até minha cintura e beijei seus lábios, entrelacei minha mão em seu cabelo e deslizei a outra pelo ventre dela até chegar em sua intimidade. 
-Até com a água da pra sentir que você tá muito molhada-Falei em seu ouvido. Ela sorriu e mordeu meu lábio inferior.
-Coloca logo a mão aí, Camila.
 Eu ri e resolvi provocar mais um pouco, deslizei a mão em seu clitoris e tirei na mesa hora, fazendo ela me olhar furiosa. Apertei forte sua bunda e lambi o pescoço dela até o lóbulo de sua orelha.
-Amor...-Gemeu manhosa, me fazendo sorrir e forçar mais sua perna na minha cintura.
 Resolvi parar de torturar ela. Deslizei minha mão e comecei a masturbar ela com meus dedos, fazendo ela morder meu ombro e gemer meu nome. 
-Nada melhor que te comer-Sussurrei e Lauren ia falar alguma coisa, mas enfiei dois dedos dentro dela. 
 Movimentei mais rápido, e ela gemia perfeitamente em meu ouvido. Mordeu meu ombro quando coloquei outro dedo, e seu corpo começou a tremer contra o meu. Seus gemidos ficaram mais altos e eu sabia que ela ia gozar então a segurei mais forte com o outro braço. Lauren me beijou e gemia durante o beijo, intensifiquei os movimentos e ela gozou nos meus dedos. Seu corpo enfraqueceu e a abracei, fazendo ela esconder o rosto no meu pescoço e relaxar.
-Ainda tá com raiva de mim?-Perguntei rindo. Lauren me olhou e beijou meus lábios.
-Você é muito chantagista.


Notas Finais


O que dizer desse casal que não sabe brigar?
Semana que vem eu volto, amores. Se der, fim de semana eu posto!!
Comentem, se der <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...