História Nosso Futuro - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Laurmila
Exibições 106
Palavras 1.306
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, FemmeSlash, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, meu povo!

Espero de verdade que gostem dessa minha nova fanfic, estou me inspirando em um livro (se chama "O Futuro de Nós Dois") mas a história em si será totalmente diferente.

Leiam as notas finais para algumas explicações sobre a fic! Ah, e na imagem do capítulo está como eu imagino a Camila e a Lauren nessa fic.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Nosso Futuro - Capítulo 1 - Capítulo 1

20 de março de 1996

Camila não achava que era a hora certa para terminar com Austin. Ela tinha prometido para os amigos que faria isso, mas tinha perdido totalmente a coragem quando o garoto a chamou para dar uma volta com ele na pracinha perto do colégio. A verdade era que só não tinham terminado o relacionamento porque Camila tinha dó de terminar com ele. De qualquer maneira, Camila apenas deu uma desculpa esfarrapada que o namorado pareceu aceitar e permaneceu em casa, presa em seu quarto e mexendo em seu novo computador.

Seu pai, Alejandro, tinha mandado o “presente” na noite anterior. Já faziam alguns meses que ele tinha se separado de sua mãe, Sinuhe, e se mudado para Los Angeles para morar com a nova esposa. Enviava presentes para Camila sempre que se sentia culpado por não participar mais da vida da filha. O computador, em especial, era uma espécie de pedido de desculpas porque ele tinha acabado de ter o primeiro filho com a nova esposa. 

Camila estava dando uma olhada em vários protetores de tela quando ouviu a campainha tocar. Deixou que sua mãe mesmo atendesse, ainda estava em dúvida entre o protetor de tela com vários tijolinhos ou o que imitava encanamentos.

-Camila! – Sinuhe gritou do andar de baixo – Lauren está aqui!

Isso que é surpresa.

Lauren Jauregui é vizinha de Camila, e quando eram pequenas viviam correndo juntas pra cima e pra baixo. Às vezes acampavam no quintal da casa de Camila, outras vezes Lauren trazia sua tigela de cereal pra dividir com Camila enquanto as duas assistiam desenhos juntas, de manhã bem cedinho. Mesmo depois de começarem o Ensino Médio, costumavam passar o tempo todo grudadas.

Mas então, em outubro do ano anterior, tudo mudou.

Elas ainda almoçam juntas com seu grupinho de amigos, mas nunca mais ficaram sozinhas uma com a outra. Lauren não entrava mais no quarto de Camila pela janela no meio da noite, Camila não fazia mais carinho no cabelo de Lauren até ela dormir em seus braços...

Camila largou o computador e desceu as escadas em disparada. Lauren estava parada na varanda, segurando o skate na frente do corpo quase como um escudo que fosse a defender da mais nova.

Camila sorri ao perceber que Lauren continua com a mesma mania de mexer insistentemente no próprio cabelo, mesmo que ele já esteja perfeito do jeito que está. Porém, o sorriso da latina morreu no mesmo instante que sentiu os olhos verdes encontrarem os seus, fazendo com que aquele maldito sentimento desconfortável as assombrasse.

-Sua mãe disse que você não saiu do quarto hoje – Lauren comentou, encarando o chão e então apontou para a garagem da casa. Camila andou até a porta, ficando a poucos centímetros de Lauren e observou o carro de sua mãe dobrando a esquina – Ela me pediu pra te avisar que vai no mercado mas já volta.

-Obrigada – Camila sorriu sem graça – Não saí do quarto porque estou instalando o computador novo, é bem legal.

-Se seu pai tiver mais um filho, você podia convencê-lo a te dar um telefone celular.

-Até parece que ele me daria mesmo – Camila riu e quase pareceu que os velhos tempos tinham voltado: ela e Lauren fazendo palhaçadas uma com a outra. Mas a latina teve certeza de que tudo continuava igual quando Lauren deu um sorriso forçado e desviou o olhar.

-Minha mãe me pediu pra te dar isso – Lauren disse e estendeu um CD-ROM – É da America Online, te dá cem horas grátis para navegar a vontade. Chegou pelo correio nessa semana.

-Sua família não quer? – Camila perguntou.

-Meus pais não querem ter internet, acham perda de tempo – Lauren responde – E minha mãe acha que essas salas de bate-papo só tem pervertidos.

-E ela quer que eu tenha? – Camila solta uma risada mas se sente mal ao ver que não contagiou Lauren.

-Falei para a sua mãe e ela disse que tudo bem – Lauren deu de ombros – Desde que faça um e-mail para ela também.

Camila pegou o CD-ROM e Lauren prontamente colocou as mãos dentro dos bolsos do casaco vermelho estilo College que usava. Lauren sempre estava com aquele casaco, Camila ainda conseguia lembrar de como era bom e quentinho ficar abraçada nela...

-Ouvi dizer que demora um tempão pra baixar – Lauren comenta e Camila assente.

-Eu vou começar a baixar agora – Camila diz – Você pode vir aqui algum dia criar um e-mail para você também.

-Obrigada – Lauren dá mais um dos sorrisos forçados que fazem o coração de Camila se partir – Ally já criou o e-mail dela e disse que é demais, que vai mudar as nossas vidas.

-Mas ela também acha que todos os episódios de Friends podem mudar nossas vidas – Camila responde e Lauren sorri. O primeiro sorriso verdadeiro desde que chegou ali. Isso faz Camila sentir seu coração dar um salto no peito.

Lauren solta um quase inaudível “Até qualquer hora” e dá as costas para Camila, se dirigindo a sua própria casa.

Camila respira fundo, tentando não se afetar com o quão diferentes as coisas estavam. Sabia que boa parte da culpa era dela mesmo.

Subiu as escadas e colocou o CD-ROM em seu computador, iniciando o download. Deitou em sua cama e dormiu por algumas horas. Quando acordou, o download já estava completo. Camila começou a criação de seu e-mail mas, quando digitou a senha que queria e apertou “Enter”, apareceu uma página esquisita.

No topo, do lado esquerdo, estava escrito “Facebook”. A maior parte da página era na cor azul e tinham várias informações que pareciam aleatórias para ela.

“Status”, “Solicitação de Amizade”, “Cutucadas”. O que era isso?

Debaixo de onde estava escrito “Facebook”, dizia “Feed de Notícias” e tinham várias fotos pequenas de gente que Camila não reconhecia. Cada foto era seguida de uma frase curta.

Jason Holt

Adorando Nova York! Já comi dois cupcakes no Starbucks.

Dinah Jane comentou: Poxa, Jason! Nem pra chamar azamiga pra ir junto?

 

Normani Kordei

Eu e meu maridinho voltamos de viagem. Nada como chegar em casa!

 

Ariana Grande

Consegui uma promoção no trabalho. Viva!

Mandy Reese comentou: Você é maravilhosa, amiga! Sabia que conseguiria!

 

Do lado do lugar onde estava escrito “Facebook”, Camila viu uma coisa que a deu calafrios. Estava escrito o nome “Camila Cabello Mendes” e tinha uma foto de uma mulher que parecia conhecida.

Conhecida demais.

Ela clicou no nome “Camila Cabello Mendes” e outra página carregou devagar. Dessa vez a foto de antes ficou maior e a mulher pareceu mais conhecida ainda.

Nessa página, aparecem algumas informações sobre essa mulher. Diz que ela estudou em Miami High School, é casada com um tal de Shawn Mendes e nasceu no dia 3 de março.

Não dizia o ano, mas 3 de março era o aniversário de Camila.

E ela também estudava em Miami High School...

Camila respira fundo. Não podia ser o que ela estava pensando, não é mesmo?

Olhou pela janela de seu quarto e viu que Lauren estava lavando o carro de seu pai, Michael. Sem pensar muito, Camila desceu as escadas e foi até a garota, que só pareceu perceber a presença da latina quando estavam há centímetros de distância.

-Lauren, aconteceu uma coisa quando eu terminei de baixar o CD da America Online – Camila falou e Lauren continuou a encarando com a esponja cheia de espuma na mão e uma expressão confusa no rosto – Será que você pode vir comigo pra ver?

-Eu... – Lauren começou a falar e Camila sabia que ela iria criar uma desculpa para não subir até o quarto de Camila.

-Por favor, Lern – Camila falou o apelido que tinha criado para Lauren quando ainda eram amigas, e se arrependeu no segundo em que viu Lauren ficar com os olhos um pouco tristes.

Lauren suspirou e simplesmente balançou a cabeça afirmativamente, seguindo Camila para seu quarto.


Notas Finais


Primeiro: America Online é um provedor de internet. Na época que a fic acontece, eles distribuíam CDs que davam acesso a internet, tinha a ver com o telefone e tudo mais (não sei se vocês são da minha época, mas era daquele tipo de internet discada, que era uma bela bosta se me permitem dizer).

Segundo: os motivos para Camila e Lauren estarem estranhas uma com a outra serão explicados logo, provavelmente no capítulo que vem.

Terceiro: pra quem não entendeu, Camila acessou o Facebook sim. Mas o Face não tinha sido criado ainda em 1996, o que quer dizer que ela está vendo coisas que ela mesma e seus amigos estão postando no futuro. Entenderam?

Enfim, espero que tenham gostado! Por favor, me contem nos comentários!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...