História Nosso Infinito - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Exibições 124
Palavras 1.289
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é uma história fictícia, sem nenhuma ligação com a vida real

Capítulo 4 - Sorte ou Destino ?



- Cris, vem na minha sala rápido. - preciso urgente de ajuda.
- Fala Ale. - não sabe fazer nada sozinho.
- Preciso que você arrume alguem pra ficar no lugar da Leticia urgeeente, sei la, alguma amiga, por favor Cris quebra essa pra mim. - junto as mãos implorando pra que ela me ajude.
- Taa, nao precisa fazer essa cara de carente, vou falar com uma amiga, parece que uma prima ou amiga dela ta precisando de um emprego, vejo isso pra você agora. - vou saindo pra minha sala quando ouço ele gritar.
- Criiiiiis eu te amoooo, ahhahaahhahaa. - quando dou esses ataques o pessoal me chama de louco. Maas a Cris alem de secretaria do meu coroa é minha melhor amiga. Espero do fundo do meu coração que ela consigo alguem pra trabalhar comigo.

Ligação on
- Amoora, seguinte, surgiu uma vaga aqui pra ser secretaria do filho do chefe, a tua amiga ja arrumou alguma coisa ? - tomara que não, essa menina é minha esperança. 
- Oi Cris, cara sério isso ?? Giovanna vai pirar, vou falar com ela no almoço, que horario ela pode ir fazer a entrevista ? - caraa minha Gelva é muito sortuda.
- Então, o mais rapido possivel, to pirando pra dar conta de tudo sozinha, fala pra ela vir as 2 hrs entao, ai o Dr ja ta aqui pra fazer a entrevista, beijo amiga o dever chama. - graças a Deus consegui.
Ligação off

- O chefinho, acabei de conseguir tua menina, ela vem as 2 hrs pra entrevista, estaja aqui. - digo com a cabeça dentro da sala do Alexandre.
- Ah Cris, eu te amo, mesmo, muito obrigado. Sim senhora vou estar aqui pontualmente.

POV ALEXANDRE

Aah graças a Deus a Cris conseguiu me arranjar alguem, não consigo dar conta sozinho não. Joca acabou de me ligar chamando pra aquela festinha, e sabe que pela primeira vez em anos eu não senti a mínima vontade de ir, ficar com qualquer menina. Desde aquele esbarrao com aquela garota no aeroporto eu não sou mais o mesmo. Só de lembrar do corpo dela em baixo do meu, do cheiro e a cor dos cabelos, a voz rouca, os olhos cor âmbar, nossa daria tudo pra ver a Giovanna outra vez, maas como ?? Nao sei nem de onde ela é. Melhor eu arranjar um jeito de tirar ela da minha cabeça ou vou surtar.

Ligação on

- Fala parceiro, eai aquele role ainda ta de pé ? - disse com a voz meio desanimada.
- Opa sempre ne, eai convido as de sempre ? - pergunto ja animado.
- Nao, hoje quero beber e quem sabe eu saio de la com alguem, se quiser chama alguem pra você, eu to tranquilo irmão.  - nao quero mulher nenhuma, quero a Giovanna.
- Ih qual é irmão, ainda essa historia da mina do aeroporto, cara voce ta apaixonado sem nem conhecer a menina direito, pqp o que você fez com meu irmão ??? - digo gargalhando.
- Ah se fuder cara, eu apaixonado ? O dia que isso acontecer tu vai ser meu padrinho parceiro. - digo caindo na risada também. 
Ligação off

 

- Gio caralha deusa, tu vai matar teu futuro chefe ein. - diz dando um tapa na bunda de Giovanna. 
- Menos ne Amora, estou apresentável so isso, primeiro porque preciso causar um boa impressão, e segundo, eu ainda nao tenho chefe.
- Meu amor, a partir do momento que ele botar os olhos em voce, tu vai ter um chefe. Agora vambora que se não quem fica sem chefe sou eu. - diz arrastando Giovanna pra fora.

 

POV GIOVANNA
Cheguei no tal escritório, e pra minha surpresa o dono é um dos advogados mais respeitados do Brasil, minha pernas chegaram a tremer de nervosismo, essa pode ser minha chance. Sou tirada dos meus pensamentos quando ouço alguem me chamar.

- Boa tarde, você deve ser a moça que a Amora me indicou, é isso ? - diz simpática me dando um sorriso que retribuo na hora.
- Boa tarde, sou eu sim, prazer, Giovanna Antonelli e você é ? - tento ao maximo mandar a segurança na minha voz, o que parece impossível. 
- Cristiane, mas todos me chamam de Cris, bom vamos la, o Dr Alexandre está esperando.
Nossa quando ouvi esse nome cheguei tremer. Mas perdi o foco mesmo quando a porta da sala abriu e eu me deparei com ele.
- Dr Alexandre, ela chegou. - diz me dando passagem.
Meeeu Deus não é possível, é ele, o cara do aeroporto, como ele é lindo.
- Você ? Não acredito.- disseram ao mesmo tempo se encarando dentro daquela sala, um reencontro que parecia ser impossível pros dois estava acontecendo e eles nao sabiam como agir, ate que Alexandre se recupera.
- Giovanna, então você é minha nova secretaria ? Jamais imaginei ver você outra vez depois daquele encontro desastroso no aeroporto. - não consigo parar de olhar pra ela que esta tao surpresa quanto eu. 
- Eu que jamais imaginei que encontraria voce outra vez, ainda mais sendo meu futuro chefe, isso é claro se voce me der esse emprego - disse mantendo a pose, ele nao vai me intimidar com esse olhar, a maix nao vai mexmo.
- Muito bem, Giovanna Antonelli, posso ver pelo seu currículo que ja tem experiência nessa aérea, pretende cursar alguma faculdade ? - decidi dar inicio a entrevista ou avançaria nela aqui mesmo.
- Sim senhor, ja trabalhei em um escritório antes de vir pro Rio, e sim, pretendo o mais rapido possível me tornar a advogada criminalista mais reconhecida do Rio de Janeiro. - disse convicta, sabia muito bem o que queria, e iria chegar la.
- Muito bem, entao teremos uma otima disputa entre nós, é isso Giovanna, se quiser ja pode começar agora, o emprego é seu. - vi aquele sorriso encantador brotar no rosto dela, olha eu com cara de trouxa outra vez.
- Muito obrigada Alexandre, quer dizer, Dr Alexandre, o senhor não vai se arrepender de me dar essa oportunidade, e posso começar agora mesmo se o senhor preferir. - aaaaah nao acredito, arranjei um emprego e meu chefe é o gostoso do Alexandre.
- Cris, voce ajude a Giovanna ate ela pegar o ritmo aqui do escritório, ou Giovanna qualquer coisa fala comigo. - jamais deixaria passar essa chance de ter a mulher dos meus sonhos trabalhando comigo.

POV ALEXANDRE
Nao consigo acreditar que a garota que esteve nos meus pensamentos nos últimos dias ta agora trabalhando pra mim, é muita sorte, ou sera 
Destino ? Não faço ideia, só sei que to muito feliz. Ah Giovanna você ainda vai ser minha. Nooossa e hoje ela veio vestida pra matar, com uma saia lápis, uma blusa social preta, salto alto, aquele cabelo solto emanando um perfume delicioso, linda, maravilhosa. Preciso ligar pro Joca, perdi a vontade de sair, nao quero nenhuma mulher, a Giovanna ta aqui, minha Giovanna pertinho de mim.

POV GIOVANNA
Nao a-cre-di-to que meu chefe é o Alexandre, como ele consegue ficar ainda mais lindo sentado naquela cadeira todo cheio de si, e aquele terno azul marinho perfeito, feito sob medida para ele, o cabelo um pouco bagunçado, a barba bem feita, Alexandre realmente como Amora diz " ele é um Deus meu amor" . Como posso nao parar de pensar nele um dia se quer, e agora seja por sorte ou destino termos a oportunidade de conhecer melhor um ao outro. Meu inconsciente aperece " Giozinha, não viaja, o cara é podre de rico, so te deu um emprego, nao significa nada ". É acho que tem razão, é só um emprego.

 


Notas Finais


E agora ein, as vidas se cruzando, o que sera que vem por ai. Ta ai mais um cap. Bjbj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...