História Nosso jogo... (GumLee) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Beemo "BMO", Cake, Finn, Fionna, Jake, Lady Íris, Marceline, Marshall Lee, Mordomo Menta, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo
Tags Gumball, Gumlee, Hora De Aventura, Lemon, Marshall Lee, Principe Chiclete, Yaoi
Exibições 279
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então oiii amores e amoras, venho aqui com mais um capítulo pra vcs espero que gostem bjss♡♡♡

Capítulo 8 - Plano pt.1... Cake


Fanfic / Fanfiction Nosso jogo... (GumLee) - Capítulo 8 - Plano pt.1... Cake

Fionna on*

Ok, eu tentei tá, aqueles idiotas que demoram pra se assumir

F.a- Babacas, como podem não enxergar o que está bem na ponta do nariz deles??- Digo isso entrando no meu dormitório, diferente do dos meninos o nosso dormitório e dividido o meu eu divido com minha irmã Cake

Ck- Oque aconteceu Fi??- Ela pergunta levantando e vindo até mim, me abraçando- Oque foi ele não notou vc de novo?? Não se preocupe uma hora ele te nota- Ela fala com voz de bebê, eu a empurro pra sua cama, eu com certeza estava corada- Ata então não tem nada haver com Flame??- Ela se acomoda e me olha, sento na minha cama que é de frente pra sua é pego uma almofada feulpuda pra fazer carinho

F.a- Marshall é Bubbs brigaram de novo- Digo e solto um suspiro- Fala sério desde quando eu vi esses dois pela primeira vez eu pensei 'Esses aí vão se comer, certeza' mas até agora não fizeram nada, só fica nesse cu doce duente- Começo a tirar a minha roupa pra tomar um banho

Ck- Fi vc tá fazendo isso por vc ou por ele?? Pq vai que eles nem se gostam- Eu a olhei de olhos arregalados

F.a- Cake eu amo Flame, mas vc sabe que eu quero muito vê aqueles dois juntos, Marshall parecia triste, no acampamento eu vou fazer aqueles dois ficarem nem que seja a força

Ck- Mamãe falou que não deve fazer com os outros o que não quer que faça com vc- Ela fala alto pois eu já estava dentro do banheiro, eu sorrio abro a porta e boto só a cabeça pra fora

F.a- Eu não reclamaria se eles me prendessem num quarto escuro com Flame- Disse e entrei de novo

Ck- É diferente, aquele garoto e tão ruivo que é capaz de brilhar no escuro- Nos duas rimos é eu tomo meu banho, depois vou deitar

F.a- Eu vou conseguir fazer meu shipp da certo e vc vai me ajudar Cake- Falo e estendo a mão pra ela, a mesma segura minha mão é aperta

Ck- Sempre juntas baixinha- Por incrível que pareça nos quase sempre dormimos em camas diferentes mas sempre de mãos dadas

Gumball on*

Quando entrei no banheiro e ouvi aquilo, meu coração quebrou é o pior ele não me deu atenção mas assim que ele saiu eu não consegui segura e de novo tava chorando como um bebê, Flame me abraçou e eu cedi, eu precisava de um abraço, depois de um tempo eu pedi pra ficar sozinho é ele saiu deixando a matéria que eu tinha perdido,  lavei o rosto peguei os cadernos e saí de lá assim que cheguei na porta dos dormitórios, sinto ser puxado pra trás do prédio onde estava sempre vazio, é realmente estava lá batia uma luz fraca já eram umas 17:30, a pessoa me empurrou na parede é eu pude ver que era Marshall, não era difícil perceber seus olhos inchados 'Ele estava chorando' a raiva que eu sentia do mesmo tinha sumido 'Isso é possível??'

G- Marsh…- Falo e quando vou tocar seu rosto ele segura meu pulso prendendo meu braço na parede é os livros que estavam na outra mão já se encontravam no chão, ele me encara sem falar nada, ele encosta nossas testas é fecha os olhos, eu faço o mesmo, o cheiro de Marshall invade minhas narinas me fazendo entrar em transe- Oqu..- Ele não deixa eu terminar me dando um selinho, minhas mãos agora seguravam seu rosto e suas mãos na minha cintura, ele se aproxima mais e inicia um beijo de vagar, depois vai ficando mais rápido e feroz, eu puxo seus cabelos para ele vir na minha direção.

Nos afastamos mas continuamos do mesmo jeito, ele aperta minha cintura e começa a beijar meu pescoço, ele passa as mãos na minha barriga e solta o cinto

G- Marsh.. n-não..- Digo ofegante, só os seus toques me enlouquecia e me deixava sem ar, ele beijou o meu pescoço e sussurrou um 'Shhh' e continuou ele me puxou e sentou no chão me fazendo ficar sentado no seu colo, eu não conseguia pensar, meu corpo se movimentava sozinho, ele abriu meu zíper é eu me afastei um pouco sem soltar seu rosto o mesmo sorriu é me beijou

M- Não se preocupe, eu só preciso ficar perto de vc- Ele diz com a voz rouca, aquilo me excitou e me fez arrepiar

G- Eu tbm- Digo e volto a me aproximar colo nossos corpos é ele geme entre o beijo, sinto sua mão passear pelo meu corpo, ele mordeu minha orelha e depois deu vários chupões no meu pescoço, der repente escutamos passos é eu saio do transe pegando minhas coisas é correndo de novo pro dormitório, passei por diversos alunos com cigarros e algumas bebidas, eles provavelmente beberiam escondidos ali, entro no elevador e tento controlar minha respiração, cada vez que passava as cenas do que aconteceu com Marsh a pouco meu estômago enchia de borboletas é eu ficava ofegante e excitado, corri pro meu quarto é tomei um banho frio pra tentar dormir depois, porque se dependesse do meu "amiguinho" eu estaria fazendo outra coisa agora

Marshall on*

'Droga, porque eles tinham que aparecer agora??' Penso e me levanto, umas garotas é até alguns garotos do grupinho olha pras minhas calças e falaram algo do tipo 'Deixa que eu te ajudo com isso' ou 'Porque não tentam em um Motel da próxima vez é me chamam pra ir junto' eu ignoro eles e vou pro meu quarto.

M- Meu rosinha vc não sabe o efeito que tem em mim- Digo entrando no chuveiro, fiquei pensando nos gemidos que ele dava entre os beijos e ele se mexendo no meu colo- Quero isso de novo, só que dessa vez sem ninguém pra atrapalhar- vou pra cama só de cueca, amanhã vai ter o acampamento, como eu disse estamos melhor se continuarmos com o jogo, mas admito que eu ando perdendo o controle fácil demais.

No outro dia acordo muito bem, levanto tomo meu café e troco de roupa é arrumo a mala com as coisas que vou levar, assim que saio vejo Gumball saindo com a suas malas rosas uma pequena e uma maior, ele me olha e cora violentamente 'Que fofo' penso e vou até o mesmo que puxava a mala com dificuldade, eu seguro na alça e puxo, ela estava pesada mas não o tanto que ele tava sofrendo

M- Isso não tá tão pesado- Eu digo é ele abaixa a cabeça pegando a menor

G- E-eu so-sou fraco desculpe- Ele fala num fiapo de voz e tenta pegar da minha mão, eu desvio dele e vou em direção ao elevador, assim que entramos eu encosto as malas num canto é vou até Gumball que olhava pra fora do elevador (OBS: Esse elevador tem os lados transparentes) eu o abracei por trás e o mesmo congelou, na hora ele ficou vermelho eu olhei pra baijo e vi Flame nos olhando irritado e Fionna sorrindo dei um beijo na bochecha de Gumb é Flame saiu irritado, já Fionna piscou o olho pra gente, eu sorri de canto e Gumball se soltou do abraço quando o elevador abriu, ele sai sem me dizer nada é vai em direção aos ônibus que já estavam estacionados, os alunos podiam entrar se tivesse seu nome na porta meu nome é do Gumb estava no mesmo, entrei e vi que um tal de Beemo já estava lá, Gumb me olhou e corou eu sorri e sentei na frente, Gumb estava do lado esquerdo do ônibus eu me sentei do lado direito, ele poderia me ver é eu já sentia seu olhar sobre mim, assim que me sento, uma garota loira com umas mexas brancas  é com um corpo muito bonito, ela sentou do meu lado é eu dei uma olhada pra trás e Gumb a encarava com um olhar um pouco difícil de decifrar, me viro pra ela é ela sorri pra mim, é eu devolvi o sorriso involuntariamente, ela era contagiante

Ck- Oii meu nome é Cake- Ela diz e estende  mão e eu aperto ela me puxa pra perto é eu escuto Beemo 'Gumball vc tá bem?' Mas nem ligo

M- Meu nome é...- Eu interrompido por ela que sorri e solta minha mão se virando pra frente encostando no banco é depois me olhando com um sorriso

Ck- Eu sei muito bem quem é vc Marshall Lee Abadeer- Ela fal é eu sorrio de canto, como nunca vi ela antes??…


Notas Finais


Então?? Sim eu amei esse capítulo, não me matem se achavam que ia rolar Lemon, bjss até o próximo♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...