História Nosso querido babá - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Gay, Babá, Boyxboy, Família, Família Gay, Filhos, Homossexual, Novela Gay, Romance Gay, Yaoi
Visualizações 213
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Capítulo 12


Pov. Ariel

Acordei me vendo na cama do Edward, me levantei e foi fazer o café da manhã, hoje era sábado então não teria aula para as crianças, mas ainda iam para o clube.

O Edward acordou primeiro e me ajudou a preparar o café da manhã.

- Você pode almoçar comigo e com as crianças? - perguntei enquanto colocavamos as coisas na mesa.

- Posso, encontro vocês às 14h na frente da empresa - disse e sorrio concordando.

As crianças desceram e começamos comer o café da manhã com poucas conversas.

Deu a hora do Edward ir para o trabalho e nos despedimos com um beijo, que fiquei completamente vermelho por estar na frente das crianças.

Depois foi ajudar cada um no seu dever de casa, o olho do Arthur já não estava muito inchado, o que foi um alívio para mim.

- Crianças, vamos nos trocar... - comecei a falar e todos suspiraram cansados, pensando que íamos para o clube - Vamos almoçar com o pai de vocês!

- Que dizer que não precisamos ir no clube hoje?

- Sim! - falei e eles comemoraram indo para os quartos se trocar, quando todos voltaram fomos para a empresa do Edward.

Entramos na recepção, claro que com quatro crianças foi difícil não passar vergonha.

Enquanto nos aproximavamos, vi uma mulher discutindo com a recepcionista que estava se tremendo toda.

- Como assim você não pode me deixar entrar? Você sabe quem eu sou? - disse com um ar arrogante.

- Uma mulher vulgar - a Júlia falou alto, fazendo todos que estavam perto poderem ouvir ela perfeitamente.

Fiquei vermelho me lembrando que eu que tinha ensinado isto para ela enquanto víamos um filme.

A mulher se virou olhando para a gente com uma cara pior do que antes.

- Você falou o que de mim pirralha? - disse olhando para a Júlia com nojo.

- Eu sinto muito, ela não queria dizer aquilo - falei calmo, não queria chamar mais atenção das pessoas, embora tenha ficado muito irritado de como ela tinha chamado a Júlia.

- Claro que não, não se pode culpar pelo ambiente que ela vive - disse com deboche e quase ia partindo para cima dela, quando uma voz se fez presente.

- Que tipo de ambiente você está falando que minha filha vive?

- Edward! - a mulher falou abrindo um sorriso.

- Papai - a Mel, a Júlia e a Jasmine foram até ele correndo, o Arley e o Arthur só se aproximaram.

- Eles são seus filhos? - a mulher disse perdendo toda a sua postura.

- São, então o que você estava falando da minha filha - perguntou sério.

- Só estava falando como ela era bonita - falou com um sorriso e se oferecendo.

- Vamos - o Edward disse começando a andar junto dos filhos e foi atrás deles para um restaurante ali perto da empresa dele.

Entrámos no restaurante é nos sentamos em uma das mesas, pedimos um almoço típico de família, arroz, feijão, salada, batata frita e bife.

Conversamos sobre a escola dos garotos e também sobre o trabalho do Edward, sorri feliz vendo eles conversando.

Quando o almoço acabou nos despedimos do Edward e fomos para casa, dei um selinho dele antes de entrar no carro.

Antes de irmos para casa, fomos em uma parque para as crianças brincarem.

- Ariel... Ariel, podemos ir aqui? - a Júlia falou animada me mostrando um cartaz de um parque de diversão.

- Vou falar com seu pai hoje é vemos, ok? - disse e ela concordou voltando a brincar.

Quando ficou de tarde, voltamos para casa e mandei eles para o banho.

Estava tanto banho na Mel quando o Edward chegou.

- Bem vindo - falei sorrindo para ele - Está tento um parque de diversão aqui perto, estava pensando que poderíamos levar eles.

- Tudo bem, vou me arrumar e mandar as crianças fazerem o mesmo - disse e foi em direção aos quartos.

Vinte minutos depois, todos já estavam prontos e fomos para o parque de diversão.

As crianças brincaram em todos os brinquedos do parque e comeram todo o que tinha no parque.

Eu e o Edward aproveitamos para ficar um pouco mais juntos, como namoramos.

- Eu tenho uma folga na próxima semana, podemos ir conhecer seus pais - disse enquanto víamos as crianças brincando.

- Isto vai ser ótimo - falei feliz e nos beijamos.

As crianças saíram do brinquedo é fomos comer alguma coisa, ficamos até tarde no parque curtindo como uma família.

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...