História Not Everything is Perfect - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 646
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores! Mamãe sentiu falta de vocês:') Olha a hora que eu tô postando isso! Se minha mãe me pega... Tô lascada!

Tive um bloqueio pós-semana de prova nessa fanfic que, meu Deus, eu tava desesperada. Porém, eu deixei as coisas fluírem naturalmente e aqui estamos!
Peço mil desculpas pela demora, mas eu não queria fazer um capítulo desse jeito. Sem a criatividade necessária, eu não gosto disso. Faz com que a pessoa se esforce pra fazer algo que não pode sair bom.

Bem, vamos a leitura?

Nos vemos lá embaixo.

Boa leitura e relevem os erros :*

Capítulo 7 - 6- Beijos e mais abraços!


BaekHyun tentava escutar algo atrás da porta, mas estava tão silencioso que ele logo desconfiou. Em dúvida se abria ou não a porta, ele resolveu dar uma pequena espiada somente para ver se estava tudo bem, é claro. Ele foi abrindo bem devagarinho, tentando fazer o mínimo barulho possível. Quando teve uma boa visão do quarto, viu que havia duas pessoas na cama que, deduziu, obviamente, ser SeHun e LuHan. Mas, o que diabos LuHan estava fazendo no colo de SeHun?! Ele sentiu suas bochechas ficarem quentes... Ele tinha certeza que elas estavam vermelhas.

BaekHyun logo notou que LuHan estava dormindo e SeHun começou a se levantar, para botar LuHan na cama. BaekHyun deu logo um pulo para o lado de fora do quarto. A última coisa que queria era ser pego.

 Ele decidiu descer para pedir pra Xin fazer algum doce. Desceu as escadas e foi até a cozinha, onde viu Xin lavando um resto de louça que havia na pia.

- Quer ajuda, XinXin? - perguntou BaekHyun.


- Não precisa, Baekkie - Xin sorriu levemente. Depois de tanto tempo convivendo com o menor, Xin pegou o costume de chamar ChanYeol, SeHun e BaekHyun, por apelidos que os próprios inventaram uns para os outros. Ela notou que as bochechas do menor estavam com um tom vermelho e sorriu mais abertamente.

- Ahh... Não! A mocinha já faz coisa demais nessa casa - brincou BaekHyun - Deixa que eu lavo isso e guardo! E a senhorita - apontou para Xin - Vai fazer um bolo de chocolate para eu e você afogar as mágoas e falar dos boy.

Xin começou a rir. BaekHyun era a alegria da casa, pensava ela. Enquanto BaekHyun terminava a louça, Xin foi fazer o bolo que o menor tanto quer.

Era sempre assim quando BaekHyun estava na casa. Ele sempre ajudava Xin a fazer as tarefas de casa e ela agradecia com doces e bolos, mesmo não sabendo aonde ia parar tudo aquilo.

Após o bolo estar pronto, BaekHyun e Xin se sentaram na bancada da cozinha e começaram a jogar conversa fora. BaekHyun falou o que tinha visto no quarto de LuHan e Xin não conseguiu conter o riso, BaekHyun estava com as bochechas tão coradas ao falar que chegava a ser engraçado. Mesmo ele tendo esse jeito mais solto, BaekHyun era o tipo de pessoa que corava até com o mínimo elogio - o que acontecia muito na presença do Park.


"Então era por isso que ele estava vermelho naquela hora", pensou Xin.

BaekHyun estranhou a demora do primo... Mas não queria subir.


- O que tanto pensa XinXin? - perguntou BaekHyun - Boy novo? - lançou um sorriso malicioso para a mais velha. Ele era desse jeito, uma hora está parecendo um pimentão de tão vermelho (Puc* ler-se LuHan) na outra está todo malicioso.

- Baekkie, você sabe que eu não tenho mais idade de ter "um boy" como você diz - fez aspas com as mãos - Mas e você e o ChanYeol? - deu um sorrisinho malicioso. (Puc* PARECE QUE E O JOGO VIROU, NÃO É MESMO?)

- A-Aish... - corou - E-Eu e o Channie não temos nada! - falou alto. Uma péssima escolha.

O Park entrava na cozinha exatamente quando BaekHyun falou isso. (Puc* parece eu com os crush. Sempre falando coisas na hora errada :'v)


- Que triste, achava que nós eramos, no mínimo, ficantes - uma voz rouca e firme disse da porta da cozinha, atrás de BaekHyun.

"ChanYeol", pensou o menor ao levantar da cadeira e se virar.


- Me responde BaekHyun - disse ChanYeol em um tom sério, não muito visto pelo menor.


- Ch-Channie, não foi isso que eu qu- o menor foi interrompido pelo maior lhe imprensando na bancada - Channie... - não conseguiu conter que um pequeno gemido saísse de sua boca.


A essa hora, Xin já estava longe! Ela percebeu o que iria acontecer e resolveu deixar eles se resolverem sozinhos.


- Eu sei que eu ainda não fiz um pedido oficial, nem te dei flores ou fiz uma serenata embaixo da sacada do seu quarto - pegou o menor pelas coxas, levantou e o botou sentado na bancada, ficando entre as pernas do mesmo - Mas eu quero que saiba que, pra mim, você é meu namorado e espero... que você ache o mesmo - ChanYeol falou isso tudo de cabeça baixa e não pôde ver as lágrimas que saiam dos olhos do menor.

- Channie... - a voz de BaekHyun saiu em um fio de voz quase inaudível e choroso. Isso preocupou o maior, que levantou a cabeça imediatamente.

- Porque você tá chorando, amor? - ChanYeol rodeou a cintura de BaekHyun com os braços e o puxou mais para perto. O menor colocou os braços ao redor dos ombros do Park e escondeu seu rosto no vão do pescoço dele e deixou as lágrimas molharem o colarinho da camisa do maior - Meu amor, o que foi? Eu disse algo que não gostou? Me diz BaekHyun.

- Eu... - o menor deu uma pausa por conta dos soluços - Te amo tanto, tanto, tanto, ChanYeol! - tirou a cabeça do pescoço do maior e olhou dentro dos olhos dele - Eu n-não quis falar a-aquilo, saiu sem eu querer... M-Me desculpa - a frase saiu entrecortada por conta dos soluços e começou a chorar de novo. ChanYeol limpou as lágrimas do menor dando leves selinhos no rosto.


- Eu não gosto de te ver chorando, bebê - sorriu - Seu sorriso é mais lindo que suas lágrimas.

BaekHyun continuou a olhar nos olhos do maior, com pequenas lágrimas teimosas ainda descendo pelas suas bochechas, e corou. Colocou as mãozinhas timidamente na face do maior e foi se aproximando até as bocas estarem em uma distância mínima uma da outra. As respirações se misturando. Os narizes roçando um no outro, os olhares transmitido todos os sentimentos dentro deles.

- E-Eu te amo - disse BaekHyun novamente antes de pressionar os lábios contra os do maior. ChanYeol ficou levemente surpreso, pois era ele que tomava a inciativa de beijar o menor. Mas a surpresa logo passou e ele aproveitou a sensação dos lábios de seu pequeno contra os seus.

No começo era apenas um pressionar de lábios, que foi aprofundado pelo maior. Ele pediu passagem com a língua que logo foi concedida pelo menor, timidamente é claro. Os lábios se mexiam em sincronia, as línguas se entrelaçavam em uma dança somente conhecida por eles. O maior puxava mais o menor contra si e o menor apertava mais as mãos nos cabelos do maior. BaekHyun já soltava pequenos gemidos pelo contato corpo com corpo.

Aquilo não era apenas mais um beijo, aquilo era uma forma doce e bonita de expressar os sentimentos guardados no coração de ambos. Os lábios um no outro, o contato pela com pele.


Quando o ar se fez necessário, ChanYeol parou o beijo e passou a dar pequenos selares nos lábios finos do menor.

BaekHyun estava ofegante, suas bochechas estavam vermelhas e com uma dorzinha incomoda embaixo do ventre...


- Eu te amo, meu pequeno - disse o maior, olhando diretamente nos olhos de BaekHyun. Eles estavam cintilantes ainda pelo choro recente e, para ChanYeol, estavam mais lindos ainda.


- Eu também te amo, meu grandão - disse antes de dar mais um abraço apertado no maior.

Ambos riram abertamente. Aquele gesto singelo era capaz de despertar os mais puros sentimentos dentro de ambos.


Só que eles não perceberam um pequeno vulto atrás da porta... Xin estava com um sorriso lindo no rosto. "Finalmente", pensou ela.

 


Notas Finais


Então... ESTAMOS COM 183 FAVORITOS! Cara, eu surtei quando vi isso. Mano eu amo vocês demais!
Eu decidi fazer uma coisa bem legal e que, de certa forma, vai fazer vocês se aproximarem de mim c:
Quando chegarmos aos 200 favoritos, eu irei fazer um "** fatos sobre mim!"
Vocês escolhem qual o melhor número de fatos e eu escolho qual o melhor! Ps: Fui fazer um e já ta com 83 fatos :'v

E ESSE CHANBAEK?? Isso é pra recompensar o momento que não teve por conta do LuHan e.e
XinXin, a shipper ChanBaek da casa :')
O QUE ACONTECEU COM O SEHUN E O LUHAN?? SEXTA-FEIRA NO GLOBO REPÓRTER!

Gente, eu tive uns plot maravilhosos Kaisoo e ChanBaek e voy, com toda a certeza desse mundo, fazer Fanfics! Esperem e vejam!


Agradeço a quem leu até aqui e peço desculpas, novamente, pela demora. Vou tentar não demorar para postar o próximo! Bloqueio criativo não é coisa de Deus, é obra de satanás!

Beijos de glitter 🌌 Meus brilhinhos <3

Twitter: @soulhyuna


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...