História Notas sobre ela - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 971
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Mais um capítulooo!
Espero que gostem.

Capítulo 6 - Uma longa viagem


Fanfic / Fanfiction Notas sobre ela - Capítulo 6 - Uma longa viagem

Cadarços desamarrados e expectativas, sempre a fazem tropeçar.

- Como assim nós vamos nos mudar depois de amanhã? - Falei confusa. - Pensei que seria final do ano.

- Sim, mas meu chefe me transferiu hoje, e deu uns dias de folga para me organizar. Vocês vão depois de amanhã, eu e sua mãe vamos no final de semana. - Falou meu pai.

- Acho que não vai ser tão ruim assim. - Mudei de humor rapidamente, quando lembrei das falsas expectativas que criei. - Estou ansiosa para nos mudarmos.

- Ótimo. - Disse minha mãe.

No dia seguinte, me despedi de todos na escola, o Kauã tinha faltado, então no final da aula apenas mandei uma mensagem, já estava ótimo. Ele nem vizualizou, mas para mim não importava, só queria ficar longe dele.

- Aline vamos. - Disse meu pai entrando no meu quarto. - Nossa! Tudo isso.

- Como assim pai?! - Olhei sem entender. - Nós vamos nos mudar, e como sou uma pessoa muito organizada arrumei tudinho, para que nada seja esquecido.

- Não se preocupe filha, nada vai ser. Então, vamos?!

- Vamos sim, estou tão animada. - Falei dando pequenos pulinhos.

No aéroporto eu já estava ficando aguaniada de esperar o vôo, então resolvi ir no banheiro.

- Bruno eu já volto, cuida das malas.

- Beleza. - Disse olhando o celular.

Fui procurar o banheiro, até que chegou mensagem, eu me distraí e acabei esbarrando em alguém.

- Ai Desculpa, não vi você aí. - Minha voz foi diminuindo.

- Então você ia embora sem se despedir de mim?! - Disse Kauã.

- Eu mandei uma mensagem, não tive culpa se você faltou.

- Tudo bem eu te desculpo. - Falou sorrindo.

- Eu não pedi desculpas. - Falei com cara de séria.

- Nossa Aline o que eu te fiz?

- Nada, eu só tô um pouco estressada. - Cruzei os braços. - Era só isso? Tenho que ir.

- Não espera. - Segurou em minha mão, eu olhei pra ele e quase chorei. - Tenho uma novidade.

- Pode falar. - Soltei minha mão da dele.

- Eu vou fazer um intercâmbio para os Estados Unidos.

- Sério? - Fez que sim com a cabeça. - Em que cidade? - Fingi me interessar.

- Eu convenci eles a ser em San Francisco, a mesma cidade que vocês vão morar né. O que você acha?

- Ah, vai ser legal ter meu amigo por perto. - Menti. - Mas você vai quando?

- Mês que vem. - Sorriu e apertou minhas bochechas. - Vai ter que aguentar ficar sem mim por um mês.

- Aguentei ficar todo esse tempo desde que vocês me abandoram. - Tirei suas mãos das minha bochechas e cruzei novamente os braços.

- Vai começar? Eu já falei que não te abandonei.

- Tá bom, eu tenho que ir tchau.

- Esperai, não vai se despedir. - Voltei e nos despedimos com um beijo na bochecha. - Tchau.

Só dei um sorriso e sai. No banheiro queria quebrar tudo, ainda bem que não tinha ninguém. Mas lá eu chorei, poxa eu só queria esquecer o problema, e o problema me persegue. Me olhei no espelho estava com os olhos vermelhos e um pouco inchados, enxuguei as lágrimas, peguei um óculos que tinha na bolsa e voltei.

- Demorou. - Disse Bruno com uma cara de preocupado.

- Desculpa, não sabia onde ficava o banheiro.

- Óculos escuros?

- Vamos! - Não queria explicar o que havia acontecido.

Peguei uma mala e fui na frente, para a plataforma de embarque. A viagem foi longa, mais do que eu lembrava, mas finalmente chegamos, já estava anoitecendo, o tempo estava ventando mas as nuvens não atrapalharam o brilho da lua. Minha casa nova era maravilhosa, situada em uma região um pouco afastada do centro, em cima de um morro não muito alto, e de frente para a praia, da sacada de meu quarto dava para ver as ondas quebrando e o vento intenso batendo nas palmeiras. Vendo a cena me acalmei, fiquei muito zen, naquele instante percebi que a paz voltou a reinar em mim.

- Olá! - Bruno disse entrando em meu quarto.

- Oi. - Virei para responder.

- O que você está olhando? - Perguntou de forma aleatória.

- Essa paisagem maravilhosa, é ainda mais bela que a outra.

- Eu acho que as duas são lindas, mas cada uma com uma característica única. - Falou se escorando na sacada com os braços cruzados.

- Sabe, estou com saudades dos seus poemas.

- Aqueles sobre você?

- Sim, fale um para mim. - Pedi com carinho.

- Ela é linda, mas é louca, muda de vontades como muda de roupa.

- Muito boa essa, sou eu mesmo. - Dei uma pequena risada.

- Sim, a maioria das minhas frases são pensando na minha irmãzinha.

- Acho que vou dormir. - Disse me espreguiçando.

- Antes, eu posso fazer uma pergunta? - Falou com uma cara séria.

- Claro. - Sorri para ele.

- Você acha que às vezes eu mudo de personalidade?

- Só quando exagera na bebida. Porquê?

- É que a bebida lhe dá coragem de dizer coisas que quando sóbrio você não diz. Desculpa pelas vezes que eu disse besteiras.

- Tudo bem, mas porque você tá falando nisso?

- Aline eu sou seu irmão, mas sou homem também, tenho de admitir que você é muito linda, não tem como não reparar. - Falou sendo sincero, é muito difícil ele mentir pra mim. - Mas não se preocupe eu sempre vou te ver como minha irmãzinha.

Olhei para ele, e como não estava tão escuro, conseguia enxergar seu sorriso.

- Também te amo maninho. - Dei um abraço apertado nele. Parece que as coisas se esclareceram.


Notas Finais


Gostaram?
Até a próxima 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...