História Notas velhas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adoção, Anjo, Avô, Idosa, Neto, Saudade, Tristeza
Exibições 9
Palavras 332
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Poesias, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Outra one minha...

Minha avó não toca piano e não está entre a vida e a morte. Mas essa pequena história/carta surgiu da minha cabeça por eu ter ficado horas ouvido melodias de piano. Só que é uma longa história...

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo único- Sejam como ela


Fanfic / Fanfiction Notas velhas - Capítulo 1 - Capítulo único- Sejam como ela

É um piano da família. Gerações cresceram o ouvindo e o tocando.

Tem vezes que seu som é rápido, outras ele é lento. Só que nem sempre perde seu tom suave, até porquê isso depende de quem o toca.

Se um novato - Que não seja talento nato - tocá-lo sem cuidado e sem ordem, pode acabar fazendo sons irritantes. É estranho pensar que vovó era um desastre quando tinha minha idade, quando tinha apenas uma dezena e uma unidade de idade.

Tinham vezes que eu escutava atrás da porta as melodias inventadas por ela mesma. Seus dedos enrrugados ainda eram capazes de encantar ouvidos.

Era capaz de fazer o próprio ser que se conectou aos fones de ouvido, retirá-los, e apreciar o encanto de suas mãos.

Pareciam mãos de um anjo, quando ela me tocava, sentia essa energia amigável e protetora. 

Enquanto escrevo nessa máquina velha, me imagino tocando o que nunca toquei bem, mesmo com uma grande professora que foi vovó.

Mas mesmo não chegando aos pés dela, vejo minha pessoa como algo valioso, carregando dentro de mim, um pedacinho daquela grande mulher inspiradora, como sua inteligência e doçura que ela me deu a partir de lições. Não será só eu que sentirá saudades de suas canções, serão gerações. Serão até as noites de Natal, de Ano Novo, entre outras festas que eram incríveis.

Só que o fato dela ter deixado o velho piano da família, não incomoda tanto, as melodias de vovó são fáceis de se gravar na mente, assim como acreditar, que um dia ela acordará daquela mesma sala de hospital que se encontra.

Família, não adintará chorar segurando a mão da nossa velha, logo suas lágrimas irão gerar um sorriso por tê-la, aliás, ela é como um anjo que trás alegria. Caso padecer, fiquem tranquilos... Já sabem aonde os anjos ficam, né? 

Guardem um sorriso para as próximas gerações da família como ela fez. Até para aqueles que não são de sangue, como quem está escrevendo isso.


Notas Finais


Obrigada se você leu.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...