História Notes For Him - Capítulo 104


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens J-hope, Suga, V
Tags Taeyoonseok
Visualizações 44
Palavras 1.204
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu recomendo vocês lerem esse capitulo ouvindo as seguintes musicas. 

Day6 - You are Beautiful

Aurora - Runaway

Aurora - Murder song (5,4,3,2,1)

Aurora - Home

Harry Styles - Sign Of times.

ou qualquer musica triste de sua escolha.

Boa leitura.

Capítulo 104 - Hundred-Four


Taehyung olhou para o visor, e respirou fundo. Sabia o que estava por vir.

– Fala rápido Yoongi. – A de Taehyung voz saiu mais fraca do que ele desejava.

– Esta todo mundo louco te procurando Taehyung, onde você está? – Yoongi soava realmente preocupado.

– Trouxe sua comida Tae, coma logo, a gente precisa sair. –  Disseram ao fundo.

– Preciso ir Yoongi, diga a tia Dae que ela foi uma omma incrível. Mas que agora eu vou ao encontro do que esta me esperando a muito tempo –Ele soou realmente feliz.

– Pelo amor de Deus Taehyung, que papo é esse. Volta pra casa, vamos tomar um sorvete aqui em casa, e ver um filme clichê. – Yoongi estava prestes a implorar para o mais novo voltar.

– Não posso hyung. Eu tenho uma coisa a fazer. Não posso adiar. – O mais novo respirou fundo. – Nunca se esqueçam de mim. Eu posso voltar. E se eu voltar, estejam prontos para serem enchidos de notinhas de novo. 

– Taehyung... – Mas o mais novo já havia desligado.

Yoongi olhou para Hoseok, que havia ouvido toda conversa. Ele estava realmente desesperado. Então, o celular de Hoseok vibrou, ele olhou para a tela, na esperança que fosse Taehyung. Mas era Jeongguk. Ele leu rapidamente, e uma faísca ainda maior de esperança surgiu em seu coração.

– Jeon disse que sabe o que aconteceu com ele, e que vai explicar pra gente o que houve. Que é para encontrarmos ele na casa dele.

– Então vamos logo.

Eles pegaram um casaco, e foram ao encontro do garoto mais novo.

[...]

Eles então, combinaram que encontrariam Jeongguk na casa dele, que era próxima a casa de Yoongi. Eles não demoraram a sair, já que estavam preocupados e curiosos sobre a verdadeira história de Taehyung. Quando chegaram em frente a casa do garoto, ele em frente a sua porta, esperando os mais velhos.

– Entrem.

Eles entraram na casa, que parecia ter sido decorada por uma mãe de filme clichê. A casa era toda em tons de creme, bege e marrom escuro. Jeon os guiou até a sala, onde se sentaram em frente a TV que estava acoplada a parede, e embaixo dela havia uma lareira com algumas fotos dá família.

– Vamos logo ao ponto. Aproveitando que minha família não está em casa. – O mais novo disse – Não, aquela não é a mãe dele. Aquela é a irmã da mãe verdadeira. Eles estavam fugindo da Coreia do norte, quando eles sofreram uma emboscada, e o carro em que eles estavam capotou, a mãe de Taehyung tirou ele e a tia do carro e disse para eles fugirem para o mato, que havia ali perto, que se ela demorasse mais de 15 minutos, era para eles virem para cá. Que ela tinha preparado identidades falsas para eles viverem aqui. Eles foram, e bom, ela obviamente não foi. Eles vieram, Taehyung precisou fazer terapia, por que isso tudo havia acontecido com ele muito novo. Então ele foi diagnosticado com depressão, e ele também tem baixa auto-estima, e vive querendo se isolar. Ele pensou que sua mãe estava morta. Mas a alguns dias, apareceu um garoto estranho no hospital, ele estava conversando com Taehyung quando foi o visitar. Assim que eu cheguei ele ficou quieto, como se fosse algo que eu não pudesse ouvir. Então ele saiu e disse que voltaria depois. 

  – E quem era esse cara? – Disse Hoseok, tentando acompanhar a historia, com mesmo com a velocidade que o mais novo falava. 

  – Ele era um primo de Taehyung, que disse a ele que a mãe dele estava viva, ainda tentando vir para a Coreia do sul. Ele me contou isso, e eu ri, eu disse a ele que era loucura, que poderia ser mentira, que ele poderia estar apenas tentando arrumar uma desculpa para leva-lo de volta para lá. E ele pareceu aceitar o que eu disse. Ele pareceu ter me ouvido , concordado, e desistido. Mas aparentemente eu estava errado. Mais cedo, logo depois que ela falou com você, ela foi vasculhar o quarto dele. E achou isso. –  Ele pegou um envelope, nomeado a Yoongi e Hoseok, já aberto de cima da mesinha de centro– Bom, é pra vocês, a mãe dele abriu para ver se tinha alguma pista. Ela se desculpa por isso. – Jeon respirou fundo – Ele deixou uma para cada uma de nós. E foi embora. – O mais novo fechou os olhos e olhou para baixo, escorreu uma lagrima solitária pelo seu rosto. –  Bom, agora que vocês já sabem da historia toda. Podem ir por favor? Eu preciso ficar sozinho. 

Os mais velhos levantaram e se despediram, foram para casa rapidamente, enquanto o menino Jeon voltava para seu quarto, com sua própria carta em suas mãos. Ela estava marcada por lagrimas, tanto de Jeon, quanto de Taehyung. O mais novo se deitou em sua cama, e releu a carta pela milésima vez, com dor em seu coração. Ele sentia falta de seu Hyung, queria ele de volta. Queria ele ao seu lado para secar as suas lagrimas, afinal era culpada dele que ele chorava tanto. Era culpa dele ser tão adorável, e fazer as pessoas ao seu lado, se apaixonar pelo seu jeito fofo, carinhoso e brincalhão. A saudade por ele já batia, ele não queria nem pensar no que seria dele, pelos próximos dias. Meses. Ou ate mesmo anos.

Não muito longe dali, Daehyun estava parada, com a foto de seu sobrinho e a carta que ele havia deixado, em suas mãos. As lagrimas escorriam de seus olhos, ela havia falhado com a irmã. Havia deixado o garoto doente. Sem vontade nem de viver, e aquilo era culpa sua, ela não havia cuidado direito do garoto. Não importa o quanto ele falasse que ela era a melhor "mãe substituta" – Como ele gotava de dizer carinhosamente– que ele poderia ter, ela havia falhado muitas vezes. E agora, ele havia fugido. E isso não era culpa de ninguém, alem dela mesma. Que havia deixado o garoto fugir, que não havia dado carinho o suficiente a ele. E agora o garoto esta por ai, no mundo. Procurando por uma pessoa que, com certeza, já estava morta. Ele poderia estar passando fome, frio, sangrando em um arbusto qualquer. E isso era culpa sua. 

Hoseok e Yoongi, já haviam chegado em casa, eles estavam lendo aquela carta. Deixada pelo seu amor. Hoseok não conseguia ler tudo, ele já estava soluçando enquanto se abraçava ao seu pequeno. Yoongi tentava ser forte, e terminar de ler, mas as lagrimas insistiam em correr e atrapalhar sua leitura. A tinta da caneta estava borrada, pelas lagrimas de Taehyung. Ele os amava. Amava tanto aquele casal que parecia improvavel. E eles notaram que também amavam aquele menino risonho. Hoseok conseguiu ler as ultimas linhas da carta, mas apenas para chorar mais, mas agora, Yoongi havia se juntado a ele, eles choravam juntos, com dor no coração. Eles haviam perdido uma peça do quebra cabeça. Haviam perdido um pedaço de seus corações. 

Taehyung levou consigo, um pedaço de cada um que ele havia deixado para traz. Os bilhetes que seus amores haviam deixado para ele. Um moletom que Jeon havia emprestado a ele, e a foto que ele estava com sua mãe postiça. Mas muito alem disso, ele havia levado um pedacinho do coração de cada um.


Notas Finais


Eu chorei escrevendo esse capítulo gente. Sério.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...