História Nova geração - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Violetta
Personagens Angeles "Angie" Saramego, Broduey, Camila "Cami" Torres, Diego, Federico, Francesca Cauviglia, Germán Castillo, León Vargas, Ludmila Ferro, Olga Peña, Violetta Castillo
Tags Romance
Visualizações 22
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Só para avisar eu tive que mudar a idade deles para ficar mais legal, porque ela seria muito nova para namorar no meu consentimento.

Bom é só isso beijooos.

E boa leitura...

Capítulo 5 - Capítulo 3


 

 

 

 

 

Pov' s Isa 

Nick: Eu descobri que... Eu tenho uma irmã na Itália. Eu estou me sentindo muito mal, pois isso quer dizer que meu pai traiu minha mãe, porque ela já tem quase a minha idade. Minha mãe ficou desolada, ela está pior que eu. Eu acho que eles vão se separar e eu não quero isso para mim principalmente agora que minha mãe está grávida - falou rapidamente. 

Isa: Calma amiga. Você não sabe se aconteceu isso mesmo. Seu pai ama tanto sua mãe. 

Nick: Eu sei, mas ela tem 13 anos. Nessa época meu pai já estava com a minha mãe. Nessa época ela estava grávida de mim. 

Isa: E como você sabe que eles vão se separar, se eles nem conversaram com você? 

Nick: eu vi quando o advogado dele entrou na minha casa. 
          Isa: E se for pela sua irmã? 
          Nick: Nunca que aquela menina vai ser a minha irmã. 

Isa: Não fala assim, você nem conhece ela direito. 

Nick: Essa garota não sai de perto do meu pai desde que vimos ela pela primeira vez. 

Isa: É que ela nunca teve o pai por perto. Você sempre teve seu pai e sua mãe. Ela conheceu ele agora, 13 anos depois. Tenta entender o lado dela, dá um desconto. 

Nick: Não sei...  

Isa: Além disso ela não tem culpa de nascer. 

Nick: Okay. Eu vou tentar me dar bem com ela, mas não prometo nada. 

Isa: Você vai ver como é bom ter uma irmã. 

Nick: Você fala isso porque sua irmã tem dois anos e é um bebê, ela já tem 13 anos e já é quase uma adolescente. 

Isa: Então, é melhor ainda porque você pode contar tudo para ela como se ela fosse sua confidente, só que depois de mim. Eu acho que se você conversar com ela você pode começar a gostar dela. 

Nick: É mudando de assunto... Como vai o seu namoro com o Lucas? 

Isa: Ah! Vai bem. Você não sabe o que aconteceu hoje. 

Nick: O que? 

Isa: Eu estava na escola e... 

Horas depois 

Aqui estava eu me arrumando para o meu encontro com o Lu. Estava usando um cropped listrado em branco e preto, uma saia preta de cós alto preta, e uma jaqueta jeans. Fui até meu closet escolher um sapato e peguei meu tênis rose metálico (A roupa e os acessórios estão nas notas finais)  

Me olhei no espelho e gostei do resultado. Arrumei meu cabelo o deixando solto e cheio de cachos. Fiz minha maquiagem e quando terminava de pôr o brinco minha mãe entrou. 

Vilu: Filha teu crush chegou – disse e what? Quando foi que minha mãe começou a falar assim? 

Eu: Já? Nossa o tempo passou rápido! Fala para ele que eu já estou descendo. 

Vilu: Okay. 

Terminei de pôr o brinco e fui na parte de bolsas do meu closet e peguei a minha favorita da Chanel. Peguei meu celular e desci. 

Eu: Oi amor! - disse abraçando ele que se levantou assim que me viu. Beijar é que não vou, não enquanto meu querido e amado pai super-protetor estiver me olhando. 

Lu: Oi bebê! - falou retribuindo o abraço. 

Eu: Vamos? 

Lu: Claro só estava te esperando. 

Eu: Tchau pai, tchau mãe tô indo! 

Vilu: Vai com Deus. 

Lê: Juízo- disse fuzilando meu namorado. 

Eu: Amém e... Tchau pai- disse puxando o Lu para fora de casa- Então vamos do quê? 

Lu: Meu motorista. 

Eu: Que bom. 

Lu: Então antes de entrar no carro será que eu não me mereço se quer um beijo da minha namorada? 

Eu: Claro que sim- indaguei o selando. 

Lu: Só um selinho? 

Eu: É se não vamos nos atrasar e perder o filme horroroso que você escolheu- falei e ele apenas riu da minha cara enquanto eu entrava no carro. 

Enquanto isso... 

Pov' s Nicole 

Tinha acabado de chegar em casa e vi meus pais sentados no sofá da sala e a pirralha no outro. 

Ludmi: Filha que bom que veio- disse me abraçando e eu apenas me sentei ignorando completamente meu pai e a filhinha dele- Bom nós queríamos esclarecer algumas coisas a vocês duas. O pai de vocês nunca me traiu, na verdade sua mãe engravidou quando estávamos dando um tempo. Nessa época você já tinha nascido. 

Fede: É então não se preocupe que não vamos nos separar, na verdade nós vamos morar todos juntos- disse feliz. 

Eu: E o que tem de bom nisso?!- disse irritada- E outra ela não é minha irmã é só uma criança bastarda que nasceu para arruinar minha vida- falei e corri para o meu quarto os deixando confusos. 

Pov' s Isabela 

Ahhhh! 

Lu: Calma bebê tá todo te olhando. 

Eu: Mas eu tô com medo- disse fungando e ele me abraçou. 

Lu: Meus Deus, que namorada dramática que eu fui arrumar. Escuta bebê: é tudo falso, nada do filme é real, não existem palhaços assassinos. 

Não sei se estava sonhando ou era coisa da minha cabeça, mas trás dele eu vi um palhaço com um machado na mão e com uma cara nada boa...   


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...