História Nova Vida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Lemon, Naruto, Romance, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 93
Palavras 1.921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eai gente, trago mais um cap fresquinho para vocês. ^^

Ps: Sorry pelos erros de português. Ou se ficou meio desorganizado, porque fiz o cap pelo cel e amanhã de manhã eu concerto. ^-^

Capítulo 2 - Segundo


Fanfic / Fanfiction Nova Vida - Capítulo 2 - Segundo

                                                                                                                                                       Sasuke 

 

''Entro no apartamento saltitante , finalmente minha Netflix, hoje será eu e tu, tu e eu. Vou na cozinha preparo uma pipoca deliciosa de microondas. Me jogo no sofá-cama e ligo a TV.''

...

A série  a qual  eu estava assistindo, era muito boa cheia de aventuras, sobrenaturais e essas coisas bizarra para os outro mas que eu amo. Me concerto no sofá-cama e começo a presta mais  atenção.

''Uma garota estava correndo amedrontada em uma floresta escurar, ela parecia esta fugindo de algo muito assustador. Até que ela não avista um galho no chão e tropeça levando a  cai de boca no chão de barros da floresta escura. Assim que cai ela tenta se levanta, mas ela senti um calafrio e se virar cautelosamente e logo se assustar ao ver  aquele mostro. Tinha im rosto estranho meio que uma misturas de vários animas. Ela se arratou um pouco para ver se podia fugir mas se enconsta em um troco de uma árvore qualquer e quando o mostro ia a atacar...."

— A não! Sério isso?! Isso só acontece comigo, essas merdas!!_ O moreno se levanta com raiva.

Eu estava de boa vendo minha série  favorita e que estava em uma parte super curiosa. E eu louco para saber o que ia acontecer com a mulher. Mas como eu tenho muita sorte, sqn, deu uma apagão. 

— Ahhh, porque essas coisas só acontece comigo, porque kami-sama? Porque?_ Tento enxergar no escuro mas sem sucesso. Até que eu me lembro que tenho celular e nele tem a função  lanterna_— Mas aonde foi que eu coloquei?

Caminho naquela escuridão filha de uma puta. To cheio de ódio, saiu tocando nas paredes e arrastando os pés até o meu quarto. 

— Agora eu sei como os cegos sofrem. Quando eu ver um na rua vou ajudar sempre, porque mds?!_ Vou resmungando até a porta do meu quarto, abro-a e algo se iluminar. Arregalo os olhos e corro até o criado mundo.

— Então você tava aqui o tempo todo_ Tá, eu sei que é estranho fala com o celular mas  me deixa viver. Sei que vocês também fala com seus objetos ou animais.

Seleciono a opção da lanterna, antes de ver a carga  da bateria. 99%. 

—   Ahhh, legal eu tenho.... _ Paro um pouco e logo surto_ — EU TENHO 99% DE CARGA PORRA!!  EU SOU MUITO FODA POR TE COLOCANDO O CEL PRA CARREGAR HAHAHAHHAHA_ parei, calma Sasuke. Você tem que agir como um adulto e não como uma criança. Respira fundo e mantenha a calma. Nem parece que tem 26 anos. Minha consciência me dá uma bronca e eu resolvo a obedecer. Volto para sala, agora já podendo observar melhor o lugar. 

— Acho que se a queda de energia fosse provocando pelos moradores, no caso as crianças/capetinhas/anjos na frente dos pais, do prédio. O gerente já deveria ter ligado a caixa de reservar a energia extra. Então suponho que seja geral.

Abro a porta da minha casa e saiu em busca de alguma pessoa para confirmar a minha hipótese. Depois de 20 ou 30 minutos caminhando pelo corredor, eu não encontro nada. Nenhuma alma de gente, nem a sombra dos seres que moram nesse apartamento. 

— Eu em, tá me dando calafrios essa merda escurar. Queria que pelo menos tivesse o pouquinho de luz. Eu sei que eu sou o rei das trevas mas não sou muito trevoso assim.

Atravesso outro corredor e ouço um estrondo forte. O som venho de uma das portas e logo ouço um xigamento. Solto um sorriso.

— Pelo menos não é só eu que esta tendo azar hoje._  Desligo a lanterna e me aproximo da porta para espia quem seja.  

                                                                                                                                                         Naruto 

 

 — Naru, eu estou te dizendo,  você pode sim, morar no apartamento. E você sabe muito bem que o meu pai te adora e até aposto que ele vai te dar o apartamento._ Diz uma voz feminina e muito bem animada. O Uzumaki solta um sorriso meio triste. E responde com uma animação forçada para a colega.

Sim, colega. Naruto não gostava muito da prima. Ele achava ela meio fingida ou começou a reparar a alguns tempo para cá. Mas ver que ela estava animada, o deixava meio feliz. Ele sabia que o seu Tio sempre lutou para ter um restaurante famoso e agora que o seu sonho  acabou de se realizar. Ele está investindo  em sua felicidade.

 Felicidade, era sempre essa palavra que  deixava o loiro deprimido. Ninguém sabia o significado verdadeiro  para a  "A  Felicidade." Naruto pensou uma vez que a tinha encontrado mas foi apenas uma ilusão. Mas mesmo assim continuava amando a suposta pessoa que o iludiu profundamente.

— Ah, claro._ Diz o loiro olhando para o vidro da porta do táxi, tinha começando a chover. 

— E você está gostando da nova mudança? E os namorados como tão?_ Pergunta Ayame, toda eufórica pra saber as novidades do primo_ — E também queria saber porque decidiu da uma pausa na sua carreira de modelo???_ Faz várias perguntas  que embola a mente do loiro.

— Calma mulher, agora respondendo a algumas das  suas perguntas. Sim, eu estou gostando da nova vida, da mudança, de tudo. Mas no momento eu estou solteiro e  só quero curti esse momento da minha vida. Já a última pergunta eu respondo-a pessoalmente. 

—  Uai, já fiquei curiosa.

— Vou ter que desliga. Quando eu chegar perto, eu te ligo ou mando mensagem?!

— Ok, bay bay

— Bay_ Desligo o celular e respiro fundo. O que será que vai está me esperando nessa nova vida. Espero que seja algo bom pois de coisas ruim já estou cheio

                 1 semana depois 

 

— Naruto me ajudar com essa caixa aqui?_ Pergunta Teuchi/senhor do lámen perfeito.

— Claro, o que eu faço com ela ?

— Pode levar para o caminhão de mudança. Tenho que confirir, se eu não esqueci de colocar nada da Ayame. Não quero que ela surta. 

— Hahaha, até sei como ela ia reagir. Levo sim, pode deixa_ Pego a caixa da mão dele e paro na porta, olhou para trás e digo_ — Muito Obrigado Tio .

— De nada_ Ele solta um sorriso largo e depois pergunta_ — Espera, você não viu a Mel por aí não?

— Ainda não, mas como eu conheço bem  a danada. Já deve ter se enfiado na casa de alguém que gostar muito de animais. Mas daqui a pouco ela tá de volta. 

— Sei, sei. Pode ir agora só era isso mesmo.

Concordo com a cabeça e saiu da casa dele, que no caso minha nova propriedade. Passo pelo corredor e quando estava quase entrando no elevador. Um vulto preto passa correndo e se esbarra em mim fazendo com que a caixa que eu estava na mão quase caísse no chão. Mas como eu tinha um reflexo bom. Não deixo cair, e eu já sabia muito bem quem era esse vulto.

— Mel, quando eu te pegar você vai ficar uma semana sem lámen ou mais. _ Digo para gata que estava se lambendo dentro do elevador._ — E nem disfarce, eu sei que ouviu muito bem o que eu falei.

Ela me encarar e depois começa a se encosta nas minhas penas querendo carinho. Me derreto  com a sua fofura, me abaixo e coloco a caixa no chão.

— Dessa vez passa, mas na próxima você já sabe em?_ Ela acena um sim com a cabeça_ — Boa garota! 

Pego ela no colo e começo acariciar seus incríveis pelos negros, parecia que brilhava e era tão macio.  Eles me lembrava da cor dos cabelos e da mesma maciez de uma pessoa muito especial. Sei que ele me fez sofrer muito mas ninguém conseguir  manda no coração. Queria poder conseguir te esquecer Sasuke,  mas parece que mais que eu tente algo para esquecer. Alguém me faz lembrar. Do teu cheiro, dos seus olhos negros como Ônix, do seu corpo não era muito sarado, mas tinha aquele tanquinho maravilhoso.

Porque Sasuke? Porque eu não consigo para de te amar, mesmo sabendo que você me iludiu, me fez acredita que me amava  e depois me abandonou como se eu não valesse nada do seu amor. Me deixou sem explicação e com a minha  mente marcada, pois você se despediu sem pronuncia uma palavra, só com a suas açãos. Ele tinha se despido de  mim  através  do amor intenso  que   fizemos naquela  noite. Mas eu tinha sentido que você estava diferente mas pensei que era bobagem e no outro dia tive a prova/certeza. De não ver você ao meu lado quando  acordei....

Sóu acordado do pensamento pelo som da porta do elevador se  abrindo, me abaixo, coloco no chão a Mel e pego a caixa. Sinto algo escorre pelo meu rosto e logo  percebo que eram lágrimas. Lágrimas reprimidas, pois eu ainda o amava e pensar que ele pudia já ter formando sua família, me deixava com mais vontade de chorar.  Saiu do elevador a passos rápidos e logo saiu do prédio. Coloco a caixa dentro do caminhão de mudanças e saiu correndo rua aforar, precisava aliviar  a mente. E parar de pensar um pouco nele, mesmo não conseguindo.

Depois de 2 horas, no meio da rua, já tinha conseguindo me acalmar. Pego meu celular do  bolso e dígito uma mensagem para a Ayame, que eu estava bem e que não precisa deixa o meu tio preocupado. Depois de mais alguns minutos o céu começou a fecha e logo pudi sentir os pingos de chuva começa a cair  sobre mim. Decido volta, mas a chuva começou a piorar,  o que me fez volta a correr e poder chega mais rápido ainda na minha nova casa. Assim que eu termino de atravessa  a rua, ouço o estrondo alto e tudo ficar uma escuridão.

Com o celular ainda na mão, coloco na opção de lanterna e consigo enxergar o prédio. Me aproximo dele e logo empurro a porta. Percebo que não tem nenhum pigo de gente e resolvi para me sentir mais segurou, arrasta um objeto pesado e colocar atrás da porta, para nenhum ladrão entra e me assaltar. Depois de colocar, vou a caminho do meu  espaço /casa.

Como o elevador não estava funcionando, tive que subir vários lance de escadas. Até chegar no meu corredor, começo a iluminar as portas com os números em busca do 207, minha nova residência. Vejo ,vários número mas nenhum 207, penso até que entrei em um corredor errado. Por ainda não ter me acostumando.  Então decido abrir e bater nas portas para ver se alguém me atendia ou me falava em qual corredor eu estava. Saiu batendo e gritando pra vê se  o povo escutava mas nada.  Até que decido arromba uma porta, porque parecia que ainda não era ocupados os cômodos, então eu pudia dormi e depois eu pagava quando eu acordasse. 

Me preparei, e fui com tudo para frente da porta. Só que a porta estava aberta e eu não tinha percebido. E acabou que eu entrei com tudo no quarto e batendo minha cabeça logo a seguir em algo duro, e afiando porque logo eu sentir um líquido escorrer pelo meu rosto. 

— Ai, que merda. Parece que hoje não é meu dia_ Exclamo alto e com uma dor terrível, ia xingar mais, mas como eu senti uma presença me olhando , resolvi me virar e dou  de cara com uma pessoa que eu nunca pensei que fosse ver de novo.

S-Sasuke!! _ Exclamo gaguejando.

N-Naruto...

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eai gente o que acharam??, comenta ai embaixo se gostou. E c quer continuação. Porque eu estou louca para posta o próximo cap ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...