História Novas Experiências - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Lesbicas, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 200
Palavras 2.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


DEMOREI 5 MESES PARA ATUALIZAR, MIL PERDÕES.

Boa Leitura (Ignorem erros, não revisei)

LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 8 - Ao Pé Do Ouvido


Fanfic / Fanfiction Novas Experiências - Capítulo 8 - Ao Pé Do Ouvido

* Duas Semanas Depois *

(S/N) Onn

Duas semanas haviam se passado desde o dia em que fomos para a casa de campo do Jungkook. Eu não sei dizer ao certo o que estava sentindo, mas só sei que foi realmente muito bom tudo o que aconteceu lá (mesmo que possa soar muito errado eu ter transado com tantas pessoas, em tão pouco tempo).

Bem, agora estava se iniciando mais um fim de semana, no qual eu iria outra vez curtir com meus novos amigos. Nós combinamos de ir para uma festa que teria na zona sul da cidade; pelo que me falaram vão ter alguns DJs famosos e muitas pessoas estariam lá para curtir as músicas eletrônicas.

Yuna estava aqui em casa, pois como sempre, nós havíamos combinado de nos arrumar juntas. Jimin iria passar aqui para buscar a gente, então neste momento estávamos esperando que o bonitão chegasse logo.

_Ele está demorando tanto. – Yuna comentou, enquanto retocava seu batom vermelho sangue.

_Sim, e olha que a festa já começou faz tempo. – Eu disse sentada em minha cama, olhando no relógio do meu celular.

_Ele que não ouse me trair com alguma ninfetinha idiota, eu o castro antes que possa pensar em correr. – Ela falou, me fazendo rir de suas palavras.

_Relaxa, ele nunca faria isso com você. – Falei ajeitando meu cabelo.

Esperamos por mais uns dez minutos, até que escutamos o barulho de uma buzina e damos graças a Deus por não ter que ficar esperando mais.

Pegamos nossas bolsas e saímos rapidamente da minha casa, entrando no carro preto estacionado em frente ao meu portão.

_Por que demorou tanto? – Yuna perguntou assim que se sentou no banco de trás junto comigo, já que Seokjin estava sentado no banco do carona.

_Os planos mudaram, os meninos receberam um convite de última hora para se apresentarem em outro lugar. – Jimin respondeu, ligando o veículo novamente.

_Então vamos vê-los se apresentar? – Questionei curiosa.

_Não, pois não temos entrada para todo mundo. – Ele explicou. –Nós quatro vamos para a festa da zona sul, já os outros meninos conseguiram entradas e vão ver os hyungs.

_A Nayoung também vai com a gente? – Yuna perguntou.

_Não. – Jin respondeu secamente. – Nós terminamos devido a algumas coisas que descobri.

_Ah sinto muito. – A menina falou sem graça. – Mas vamos curtir a noite, tenho certeza que será bem legal.

_Será sim. – Os dois rapazes falaram juntos.

Então seguimos rumo a tal festa, na qual muitas pessoas falaram ao longo desta semana. Eu estava com as expectativas bem altas, já que só ouvi elogios sobre os tais DJs que agitariam a noite.

 

***

_Meu Deus, mal dá para andar. – Yuna disse, incomodada com as pessoas que esbarravam nela.

_Você sabia que estaria cheio, não reclame agora. – Jimin falou pegando na mão da mais nova. – Vamos ficar próximos dos estandes, parece estar menos bagunçado.

Fomos até onde ele havia falado e realmente estava bem menos tumultuado do que a entrada, mas ainda sim tinha muitas pessoas e era bem difícil se locomover.

_Vão querer beber alguma coisa? – Jin perguntou para Yuna e eu.

_Acho que quero soju. – Yuna disse ainda irritada com as pessoas.

_Também quero soju. – Falei sorrindo levemente pela atitude da minha amiga.

_Certo, já volto. – Seokjin disse, saindo de perto de nós e indo atrás das bebidas.

_Por que você está assim meu amorzinho?! – Escutei Jimin perguntar para a namorada.

_Eu não estou muito contente, só isso. – Yuna falou cruzando os braços.

_TPM? – Ele perguntou outra vez.

_Não, não é TPM. – Ela respondeu o olhando. – Só que eu estou brava com você, por demorar tanto. Ainda não engoli a desculpa de que os “planos mudaram”. – Ela disse, fazendo aspas com as mãos.

_Não acredita em mim? – Jimin questionou, rindo dos ciúmes da namorada. – Eu só te traio com a (S/N) e você sabe disso.

_Na verdade é ao contrario meu querido, eu te traio com ela. – Yuna disse, fazendo-o rir ainda mais.

_Vocês dois podem parar de me expor desta maneira? Vão procurar um canto para ficarem e superem a noite que passamos juntos. – Eu falei brincalhona.

_Ah como ela se acha. – Jimin falou, abraçando a namorada por trás. – Vamos procurar um canto para ficarmos mesmo, preciso fazer minha princesa acreditar em mim. – Ele disse beijando o pescoço dela. – Te deixaremos sozinha por alguns minutos, mas logo Jin voltará para te fazer companhia.

_Pegue meu soju para você amiga. – Yuna falou antes de sair sendo arrastada pelo namorado.

Eu apenas ri do quanto aqueles dois eram perfeitos idiotas e apaixonados. Foi muito bom o dia em que transei com eles e fico muito feliz em ver que nada mudou entre a gente depois daquilo, para dizer a verdade ainda continuamos ótimos amigos e espero que isso nunca mude.

Bem, enquanto Jin não chegava com as bebidas, resolvi me apoiar na parede de um dos estandes e observar a grande movimentação ao meu redor. Muitas pessoas já estavam completamente bêbadas, já outras estavam na mesma situação que eu e haviam acabado de chegar ao local.

A música que estava tocando era “like a G6” do far east movement, fazia muito tempo que não ouvia algo parecido com aquilo e até que eu estava curtindo a batida dançante.

_(S/N)?! – De repente escutei alguém falar o meu nome, então olhei na direção da voz e não acreditei quando vi aquele ser detestável no mesmo local que eu.

_Himchan! – Falei entre dentes o nome daquele infeliz.

_Nossa, nunca imaginei que freqüentaria um lugar como esse. – Ele falou se aproximando. – Como você está diferente. – Continuou, agora olhando descaradamente para a minha saia.

_Pois é, uma pessoa traída tende a mudar o seu estilo de vida. – Rebati o olhando incrédula. Não entendo como esse cara ainda tinha coragem de olhar na minha cara depois de todo o mal que me fez.

_Ainda guarda magoas sobre isso? Qual foi gata?! Esse erro é passado. – Ele falou, me fazendo sentir nojo daquelas palavras.

_Certo. Você poderia me deixar sozinha? Sua companhia me dá ânsia. – Falei sem medo algum, o fazendo sorrir sarcasticamente.

_Pelo jeito mudou muito mesmo, jamais falaria assim comigo antigamente. – Ele disse, tomando um gole de sua bebida. – Está com alguém?

_Sim ela está. – Ouvi Seokjin dizer antes que eu pudesse responder qualquer coisa para aquele idiota a minha frente. – Agora saía daqui, pois está incomodando-a.

_É sério isso? Trocou-me por um marginalzinho qualquer? – Himchan questionou rindo outra vez; aquilo estava me irritando tanto.

Antes que eu pudesse mandá-lo ir embora ou apenas sair dali, vi Jin acertar em cheio o rosto de Himchan com uma das garrafas de soju que estavam em suas mãos, quebrando o objeto em mil cacos.

_MEU DEUS! – Gritei ao ver o sangue escorrendo pelo rosto do meu ex-namorado.

_ME CHAME DE MARGINAL OUTRA VEZ, QUE EU ACABO COM A SUA RAÇA. – Jin gritou enraivecido.

_Jin para, vamos ser expulsos. – Pedi segurando o rapaz e tentando acalmá-lo.

_Olha, eu só não revido isso porque sou muito melhor do que você. – Himchan falou um pouco atordoado.

_Você não revida porque é um bêbado nojento e sabe que não agüentaria um soco na cara. – Jin continuou a provocar.

_Por favor, Jin. Vem, vamos para outro lugar. – Outra vez pedi, o puxando para longe.

Alguns amigos do Himchan vieram rapidamente ao ver que ele precisava de ajuda, mas por sorte eu consegui fazer com que Jin viesse junto comigo, sem procurar ainda mais confusão.

Arrastei Jin até o outro lado da festa, parando em um lugar escuro e que não havia quase ninguém (uma novidade, já que o local estava completamente lotado).

_Pelo amor de Deus Jin, você é louco? – Perguntei quando paramos, olhando para o alto rapaz a minha frente.

_Desculpe, eu perdi a cabeça. – Ele falou passando as mãos pelo cabelo. – Estresse acumulado.

_Você poderia ter matado ele com aquela garrafada, teve muita sorte que nada aconteceu. – Comentei aflita.

_Aish, ta bom (S/N). Então vai lá cuidar do seu namoradinho e pare de me atormentar. – Jin disse, se apoiando na parede atrás de si.

_Não fala assim, ele não é mais meu namorado. – Eu disse respirando fundo. – Você está assim por conta do que aconteceu entre você e a Nayoung? – Perguntei me aproximando e o encarando.

_Fui um cachorrinho nas mãos daquela desgraçada e simplesmente fui jogado para escanteio quando não falia de mais nada para ela. – Ele disse, demonstrando toda a sua frustração.

_Sabe que eu te entendo muito bem. Aconteceu a mesma coisa comigo e Himchan, ele foi um idiota comigo... E pelo visto ainda continua sendo. – Murmurei as últimas palavras.

_E o que você fez para esquecê-lo? – Jin perguntou me olhando curioso.

_Bem, sei que não é a forma 100% correta de se esquecer alguém, mas eu transei. – Respondi, vendo-o rir nasalmente.

_Talvez seja a melhor opção. – Ele falou pensativo. – Mas comigo as coisas fluem diferente, eu não gosto muito de transar com qualquer garota de programa que pago.

_Elas não fazem um trabalho legal? – Perguntei divertidamente, querendo amenizar o clima ruim.

_Não é isso. – Jin respondeu rindo. – É que geralmente elas fazem o trabalho e já vão embora. Eu gosto daquele momento pós-sexo; sei que sou um homem estranho e diferente dos outros. – Ele disse levantando as mãos em sinal de rendição.

_Você é um príncipe, acho que essa é a sua maior diferença. – Falei o que pensava a respeito daquilo. – Isso não é algo ruim, pois eu também curto o climinha legal que fica depois de uma safadeza.

_Não estou sozinho nesse mundo, muito obrigado. – Ele falou, me fazendo rir.

_Não está mesmo. – Eu disse e o abracei, sentindo-o corresponder ao abraço.

Ficamos alguns poucos segundos naquele carinho, até que sinto uma de suas mãos levantando o meu queixo e me fazendo olhá-lo.

_Eu sei que todos os meninos já transaram com você, mas não pense que estou aqui somente por causa disso. – Jin disse, acariciando levemente o meu rosto. – Você é uma mulher incrível, não acho que temos o direito de te usar como um objeto de prazer.

_Sei que não. Eu confio em vocês, por isso permito tudo o que já aconteceu ou pode acontecer. – Falei, curtindo o carinho que ele me fazia.

_Permitiria se eu dissesse que quero te dar prazer aqui? – Ele questionou, olhando em meus olhos.

_Aqui? Mas alguém pode ver. – Alertei olhando em volta e vendo algumas pessoas passando.

_Não se você ficar bem coladinha em mim e somente deixar que eu brinque com sua bucetinha. – Jin falou, mordendo o lóbulo da minha orelha e me fazendo arrepiar.

_Brincando com a bucetinha e falando palavras sujas em meu ouvido, se for assim eu deixo. – Falei, entrando em seu joguinho de sedução.

_Você gosta de escutar safadezas, éh? – Ele perguntou, deslizando uma de suas mãos para dentro da minha saia. – Será que eu vou sentir esse grelinho ficando duro em meus dedos? – Novamente questionou, agora adentrando também a minha pequena calcinha vermelha.

_Só de ouvir isso eu já senti a lubrificação descendo. – Avisei, o fazendo respirar mais densamente.

_Eu percebi, já tem um melzinho bem quentinho aqui. – Ele disse, passando seu dedo indicador na entrada da minha vagina.

_Aiiin Jin, eu sou fraca para essas coisas. – Falei vendo-o segurar uma de minhas coxas e apoiá-la na lateral de seu corpo, fazendo sua outra mão ter mais acesso a minha intimidade.

_Você falou que gosta de uma safadeza ao pé do ouvido. – Jin provocou, esfregando meu clitóris com o seu dedo melado pela minha lubrificação. – Meu pênis já está duro como uma pedra, só por imaginar o quanto seria gostoso fuder com essa bucetinha lisinha. – Ele disse, dando uma leve mordida em meu pescoço. – Deve ser tão gostoso passar a língua no seu grelinho; descreva para mim como ele é, rosinha?

_Sim, é rosinha e inchadinho. – Respondi com certa dificuldade. – Hmm, isso está muito bom.

_Seus gemidinhos me dão muito tesão. – Ele disse, tirando sua mão da minha intimidade e puxando mais meu corpo contra o seu, me fazendo sentir sua ereção.

_Posso brincar com você também? – Perguntei, mas não esperei uma resposta, apenas passei minha mão por dentro de sua calça e cueca, pegando em seu membro rijo. – Nossa! Tudo isso é por mim?! Minha bucetinha adoraria tanto ser maltratada com estocadas fortes do seu pênis.

 _Não me faça gozar em minha calça, pois se não irá se arrepender disso. – Jin ameaçou, apertando minha cintura.

_É mesmo? E o que você faria para me punir? – Questionei, começando movimentos discretos de vai e vem com minha mão em seu pênis.

_Posso ser um príncipe depois do sexo, mas durante ele eu fodo como um animal... Então se cuide. – Avisou, me fazendo arrepiar outra vez.

_Aiin eu gosto tanto dessa brutalidade. – Confessei, sussurrando em seu ouvido.

_Safada demais. – Ele disse, colocando a mão novamente dentro da minha calcinha.

Agora nós dois estimulávamos um ao outro, dando e recebendo prazer simultaneamente. Aquilo estava uma delícia, cada toque do mais velho me proporcionava deliciosas sensações, na qual eu retribuía com a mesma intensidade.

_Aish, que absurdo! As pessoas resolveram até transar aqui. – Escutamos uma mulher reclamar, passando rapidamente por nós.

_Não acredito que ela percebeu. – Falei rindo. – Mas nós nem estamos transando de verdade.

_Pois é, imagina se estivéssemos. – Ele disse, me acompanhando na risada. – Quer continuar até gozar? – Perguntou, voltando a esfregar seus dedos em meu clitóris.

_Aiin eu quero. – Respondi com um leve gemido. – E eu posso te fazer gozar também?

_Só se engolir meu sêmen. – Jin falou ousado. – Não posso gozar na minha roupa, todo mundo vai ver.

_Mas vão nos prender se eu me abaixar aqui e te chupar. – Falei, o fazendo rir nasalmente outra vez.

_Então me deve um sexo oral e terá que engolir o esperma, só de castigo por me provocar. – Ele disse, selando seus lábios nos meus. – Mas agora se concentre no seu prazer, pois você está tão meladinha que eu arrisco dizer que logo chegará ao ápice.

_Tem razão, eu estou quase lá. – Murmurei, mordendo meu lábio inferior.

Seokjin continuou a me masturbar, esfregando gentilmente seu dedo em meu clitóris. Enquanto eu apenas movimentava lentamente minha mão em seu membro, já que não poderia fazê-lo gozar naquele momento.

Como o esperado, meu orgasmo logo veio intensamente, eu tive que me conter muito para não gemer alto e chamar a atenção das pessoas que estavam próximas a nós.

_Aiin Jin, que vontade de gritar. – Falei mordendo seu ombro.

_Você vai gritar muito quando eu te fuder, agora é só uma “amostra grátis”. – Ele disse, tirando sua mão da minha intimidade.

_Não imagina o quanto eu estou louca para isso acontecer. – Eu disse, aproximando meus lábios dos seus e iniciando um beijo cheio de malícia.

Sei que talvez Jin estivesse “me usando” para esquecer Nayoung, mas aquilo era a última coisa que eu me importava naquele momento. Eu também já usei os meninos e a Yuna para esquecer-me do Himchan, então posso dizer que somente estou experimentando do meu próprio veneno... E que delícia de veneno.


Notas Finais


Ahhh e aí o que acharam?
Sei que pode ter ficado um cocô comparado aos passados, mas eu tentei rsrsrs

Bem, agora eu queria dar alguns avisos para vocês:

Primeiro= sei que demorei MUITO para atualizar, mas é que estou com muita coisa para fazer na minha vida e mal tenho tempo para comer. Porém eu gostaria de avisar que em breve eu farei um novo projeto durante um mês, que contará com atualizações DIÁRIAS das minhas fics "já postadas" e de um "novo projeto".
Vai demorar um pouco, pois eu ainda estou escrevendo os capítulos para não deixar que falte atualização em nenhum dia se quer.
Aqui abaixo consta a lista das fics que receberão atualizações no mês do meu projeto:
* O Virgem
* A Cura
* Efeitos
* In The End
* Novas Experiências
* Paixão Sem Limites
* My Little Cat
Obs: Se tiver alguma outra fic minha que você queira um capítulo extra, por favor, me mande uma mensagem no privado que anotarei seu pedido.

Segundo= Queria a ajuda de vocês para escolherem o "tema" do próximo capítulo, então vou deixar aqui abaixo duas opções e a que tiver mais votos até sábado, será escrita por mim e postada na próxima semana.
1°Opção: Continuação do Hot com o Jin, no qual será em algum motel e algo mais selvagem (tapas, puxão de cabelo e blá blá blá)
2°Opção: Um sexo lésbico entre (S/N) e Yuna, com o Jimin assistindo (Jimin que pedirá para as duas transarem)

Bem, por enquanto é só.
Comentem o que acharam do capítulo de hoje e a opção que querem.

BEIJOS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...