História Novas Regras - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias O Mundo de Sofia
Tags Drama, Escola, Gay, Jovem, Romance
Visualizações 1
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desejo que recebam esse capítulo com amor e carinho, qualquer problema por favor me mande uma mensagem

Capítulo 1 - O Fim


ENZO

“Amanhã será um dia quente” disseram na TV na noite passada. Assim que o relógio tocou eu levantei e caminhei em direção ao banheiro, como todas as manhãs tomei meu banho e escovei meus dentes. Quando estava arrumado, peguei minha mochila e fui encarar meu primeiro dia de cursinho, pela 3 vez.

O cursinho já era minha casa, eu já havia passado 3 anos estudando lá, eu fiz praticamente meu ensino médio de novo. Mas o primeiro dia sempre é ruim, seja pelas aulas de apresentação-onde eu já conheço todos os professores- ou seja pelas pessoas que passaram nas faculdades e não estão mais lá. Elas fazem falta. Graças ao altíssimo, esse ano seria diferente, eu havia conseguido convencer minhas melhores amigas à fazerem o cursinho comigo. Assim que cheguei, avistei a Regina sentada em um banco perto da entrada. Regina era uma garota encantadora, tinha uma estatura média, um cabelo preto e bem curto, era bem branca e com uma feição de princesa. Eramos amigos desde o ensino fundamental, ela sabia tudo sobre mim, se eu tivesse que contar com alguém, certamente seria com ela.

Conforme fui me aproximando, ela me olhou e sorriu.

- Até que fim você chegou - Disse ela.

- Me desculpe – Disse enquanto a abraçava.

- Preparado para esse dia empolgante? – Disse ela com um tom de ironia característico.

Antes que eu pudesse responder eu vi a Pâmela chegando. Pam era nossa amiga, nós a conhecemos quando ela se mudou para o nosso bairro. Pam era extremamente bela, ela era mais baixa que a Regina, mas compensava com seu olhar penetrador, tinha um cabelo channel preto, uma pele morena que causava desejo nos garotos, curvas que a favoreciam muito e lábios cor de mel que levavam ao delírio.

OI PAM !! – Gritei com o braço direito erguido para que ela me visse.

E funcionou, porque na hora ela sorriu e correu na nossa direção.

- Bom dia amores – Disse a Pam, nos dando um beijo na bochecha como de costume.

Após alguns minutos de conversa eu falei:

- Vamos ver em que salas estamos lá 3 mural?

Elas concordaram e fomos caminhando até aquele aglomerado de pessoas que estavam na frente do mural principal. Com um pouco de esforço conseguimos ler a lista e achamos nossos nomes. Regina tava na sala 4 e alguns nomes acima do dela estava o da Pam. Eu procurei meu nome na lista da sala 4 mas não o achava, Até que Pam me cutucou e apontou para uma lista do outro canto do mural. Ao chegar mais perto para ver, achei meu nome. Eu estava na sala 6.

- Que droga é essa? De quem eu vou copiar as coisas? – Disse Regina tentando nos alegrar.

- Não tem problema gente, ainda vamos poder ficar juntos no intervalo e depois poderemos ficar estudando. – Eu falei na tentativa de não deixar aquilo estragar o dia.

Assim que eu falei, o toque soou e era o sinal para nos dirigirmos as respectivas salas. Nos despedimos brevemente e eu segui o caminho para a sala 6. Ao chegar lá a primeira cadeira estava vazia, logo me sentei e me organizei de maneira bem confortável. Na fileira onde eu estava ainda restava uma cadeira vazia do meu lado. As pessoas iam chegando e se dirigindo para o fundo da sala, sobrando aquele lugar ao meu lado, abandonado.

Quando eu estava arrumando simetricamente minhas canetas no apoio da cadeira, eu avistei uma pessoa passando pela porta e sentando ao meu lado, no até aquele instante abandonado lugar. Ele era muito bonito, não tinha esses corpos atléticos impostos pela sociedade, ele era “acima do peso”, uma expressão completamente inútil, ele tinha um cabelo castanho claro ondulado com corte militar, ele vestia uma calça jeans um pouco justa, uma camiseta totalmente preta que evidenciava seu colar de miçanga com uma pedra da lua. Assim que ele sentou-se, eu fiquei reparando naquele belo espécime humano que tinha acabo de surgir. Ele olhou para mim, sorriu ( um sorriso maravilhoso, que encolhia seus lindos olhos castanhos e revelava sua covinhas, o que o tornava ainda mais bonito) e disse :

- Oi, é seu primeiro ano aqui?

Naquele momento eu soube que queria beijar aquela boca, que queria acariciar aquele rosto, que queria fazer amor freneticamente com aquele corpo.


Notas Finais


Leiam e degustem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...