História Nove Meses - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lemon, Mpreg, Originais, Yaoi
Exibições 112
Palavras 729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie ♥♥
Bom, deve ter alguns errinhos então caso ache, apenas ignore.

Boa Leitura!

Capítulo 1 - · Descoberta [Parte 1] ·


· Descoberta ·

Acordei com a Alice pulando em cima de mim.

- Papa, papa, acorda!! - diz ela pulando em cima da cama. - estou com fominha... - completou esfregando a mão na barriga. 

- Hããn... - bocejei. - M- me desculpe... - falei me levantando da cama.

- PAPA!! - gritou. - VAI COLOCAR UMA ROUPA!! - completou tampando seus olhos.

- Aaaaaaah! - sai correndo pro banheiro que tinha no meu quarto.

Depois de ter colocado minhas roupas, peguei a Alice e fui para cozinha mas antes passei na sala e sentei ela no tapete com alguns brinquedos.

Preparei algo para comermos, nos sentamos na mesa e de repente fui surpreendido com a Alice dizendo que tinha alguém comigo mês passado (que, na verdade tinha mesmo).

- Papa, tinha um moço dormindo com você à um tempo atrás... - abaixou a cabeça. - Quem era? Seu namorado? - completou. 

- Eeeeeh?! - arregalei meus olhos, numa expressão de surpreso. - Você nos viu tran-... digo... eerh...

- "tran"... o que é isso? - perguntou curiosamente.

- Não e nada, hehe. Esquece isso. - falei abanando minhas mãos. - Ah e... o garoto que estava comigo mês passado é meu amigo de infância. O nome dele é Satoshi. 

- "Satoshi"?? Nome estranho...

- Sim sim, ele é japonês por isso o nome dele é diferente do que nós ouvimos no dia-a-dia. - falei enquanto sorria para ela. - Bom, vamos, já está quase na hora de você ir pra escola. 

- Ta bem! - disse se levantando e indo pegar sua mochila e lancheira. - Posso levar achocolatado hoje? - perguntou. 

- Claro que pode... mas tem que tomar seu remedinho, tá? - fui até a geladeira e peguei uma jarra com leite, depois fui até o armário, peguei um pacotinho com chocolate em pó e seu remédio. 

- Por que eu tenho que tomar remédio? - perguntou. 

- Porque você é alérgica a lactose... - respondi. - ...se você não tomar remédio, vai passar mal. Entendeu? 

- Entendi, Capitão Papai! - deu gargalhadas.

- Toma, diga "aaaah". - falei num tipo de "comando" para ela abrir a boca.

- AAAAAAH. - disse enquanto colocava o comprimido em sua boca. - Ecaaa! - disse após engolir o comprimido.

- Eu hein, o comprimido nem tem gosto! - falei. - Vamos já estamos quase atrasados. - completei.

Coloquei o achocolatado em sua lanchera junto com um biscoito recheado que ela adorava. Peguei as chaves do carro e sai de casa.

Já no carro Alice volta a me perguntar sobre Satoshi. 

- Ele tem quantos anos, papa? - perguntou se referindo ao Satoshi.

- Não me lembro, mas ele já deve ter quase vinte... - respondi. - Por quê a pergunta?

- Ah, nada nadinha!! - sorriu.

Chegamos na escola, esperei o sinal tocar para ir embora.

Deixei Alice com seus amiguinhos e fui embora. 

Quando cheguei em casa, fui direto pro banheiro. Tinha me dado vontade de vomitar, eu estava com enjoo e dores de cabeça.

Sai com o carro novamente direto pro médico, marquei uma consulta e esperei ser chamado.

- Senhora Lilly Huster, por favor, comparecer no consultório 5 no segundo andar. 

- "Senhora"... - murmurrei.

Fui até a sala desejada, lá encontrei uma médica que me atendeu com gentileza. Expliquei tudo oque tinha acontecido e falei sobre os enjoos que estava tendo repentinamente.

Ela me chamou para uma outra sala onde haviam equipamentos de Ultrassom e outras coisas. 

- Bom, se importaria de fazer uma ultrassonografia para "checar" algumas coisas. - perguntou. 

- Ah, claro que não! - respondi. 

- Tudo bem então. Por favor, deite-se na cama que eu irei pegar o gel para passar em sua barriga. - disse enquanto saia daquela sala para ir à uma outra sala ao lado. 

No momento eu comecei a soar frio, pensei que fosse algo menos grave mas... ter que ser levado à sala de ultrassom já era demais! 

Logo quando a doutora chegou, ela passou o gel na minha barriga e colocou o aparelho nela. Ela examinou tudo e, do nada, suspirou. A doutora retirou o aparelho e pegou um lenço úmido para limpar minha barriga.

Passou um tempo até que os resultados do exame saíram, a doutora me entregou o resultado na minha mão. 

- Tome... - entregou a folha com resultado.

- Ah... o- obrigado. - agradeci. 

Abri o exame e logo me deparei com a simples frase: TESTE DE GRAVIDEZ: Positivo

- O-... oque... é i- isso? 

Continua


Notas Finais


Eee ♥
Favorite a Fic se vc tiver gostado :3
Beijo no pâncreas :v ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...