História Nove Meses - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lemon, Mpreg, Originais, Yaoi
Exibições 107
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ta ai mais um capítulo *^*
Parece que vcs gostaram, ne??
Vou tentar trazer um capítulo por dia, pq aí fica "mais fácil" de acompanhar :3
Eu fiquei mt mt mt feliz com os favoritos, sério man foi mt rápido ._.
Se tiver algum erro, ignore! :v
5 bjo e Boa Leitura!!!!

Capítulo 2 - · Descoberta [Parte 2] ·


· Descoberta ·

Capítulo anterior

[...] Passou um tempo até que os resultados do exame saíram, a doutora me entregou o resultado na minha mão. 

- Tome... - entregou a folha com resultado.

- Ah... o- obrigado. - agradeci. 

Abri o exame e logo me deparei com a simples frase: TESTE DE GRAVIDEZ: Positivo

- O-... oque... é i- isso? 

Continuação

Fiquei completamente paralisado olhando aquela frase. O que seria de mim cuidando de duas crianças? O que o Satoshi falaria para mim? Será que ele iria me aceitar? Meus pensamentos foram a tona naquele momento. De repente fui surpreendido pela doutora.

- Senhor Lilly, quer continuar essa gravidez ou quer para-la? - perguntou.

- Eu q-... quero... - fiquei pensando por um tempo, até que cheguei a conclusão. - Vou continua-la.

- Ótimo! - sorriu. - Seu bebê ainda tem 1 mês, então não dá para vê-lo direitinho. Vamos, irei te dar uma lista do que pode e não pode fazer durante a gestação. - completou.

Fomos até outra sala, lá ela me explicou tudo sobre a gestação. Também me deu uma lista enorme cheia de coisas que eu poderia comer.

Eu fui pra escola buscar Alice pensando no quê e como iria falar para Satoshi, não me preocupei com a Alice pois ela iria me aceitar de qualquer jeito.

Chegando no portão da escola, vi Alice sentada num canto com a cabeça abaixada. Eu entrei e fui direto à ela.

- Filha, aconteceu algo? - perguntei preocupado. 

- Não papa, só estava com sono. - sorriu e me deu um abraço. 

- Tudo bem, então. - peguei ela no colo. - Papai tem algo para te contar. - completei.

- NÓS VAMOS PRA DISNEY?!?! - gritou.

- Não não, hehe. Mas o papai promete que a gente vai.

Entramos no carro e partimos pra casa. O caminho foi silencioso, algo não me soava bem pois com certeza algo aconteceu com a Alice na escola.

Ao chegar em casa, liguei a televisão e fiquei assistindo desenhos animados com a Alice até às 19:00 da noite. Eu escutei a campainha tocar e logo me levantei para ver quem era.

- LILLYYY ~

- Já vai!!! - gritei. - Alice, senta aí no sofá. 

Abri a porta e me dei de cara com um ser que eu não queria ver hoje... com o Satoshi. 

- Aaah... oooi Satoshi... eeeerh... quer entrar? - perguntei gaguejando. 

- Claro... - disse entrando. - Por que está assim?

- Assim?! Hehe, para de brincadeira... eu só passei no médico porque estava enjoado mas, fora isso, está tudo bem... - falei.

- Certeza? - perguntou não muito convencido. 

- Absoluta!! - respondi

· P.O.V Satoshi ·

Eu não estava convencido com oque o Lilly me disse, ele está escondendo algo de mim e de algum jeito eu irei descobrir oque é. 

Lilly foi preparar algo para comermos, enquanto isso eu fiquei brincando com a Alice. Ela foi no quarto dela pegar alguma coisa que não quis me contar, apenas disse que era uma surpresa.

Não passou muito tempo para que ela voltasse com uma sacola cheia de coisas. Ela despejou tudo no tapete e me mostrou uma fantasia de Príncipe que ela tinha.

- Essa aqui é PEEERFEITA!! - disse. 

- Hãn? - fiquei olhando ela se aproximar de mim e me dando aquela fantasia. - Pra quê isso? - perguntei. 

- É pra você vestir!! - disse cruzando seus braços. 

- Aaarh... ta bem... - falei. 

Vesti aquela fantasia toda apertada no meu corpo, fiquei observando ela vestir um moletom de sapo e calçando uma meia verde. Ela foi até a cozinha e entregou uma fantasia de Princesa pro Lilly.

Eu apenas ria daquela cena, era realmente muito engraçado ver o Lilly de princesa. Logo depois, fui bem recebido com um tapa na cara.

- Não ri de mim, idiota!! - disse me dando tapas na cabeça. 

- Ai ai, para! Isso dói. - reclamei.

- Ah, desculpe... - disse abaixando sua cabeça.

- VOU NO BANHEIRO!! - gritou Alice correndo em direção às escadas.

- Por que ela não vai no banheiro daqui? - perguntei.

- Porque ela não consegue no vaso sanitário normal. - respondeu Lilly. - No banheiro dela tem um peniquinho do tamanho dela, isso facilita pra ela. - completou. 

- Entendi... - falei.

Nós ficamos conversando por um tempo, estava tudo divertido até o momento que Lilly mudou conpletamente o assunto. 

- Preciso conversar com você... - sussurrou não muito baixo. 

- Sobre...? - perguntei. 

- E-... e-... eu est-... estou... g-... gra-...

- Hããn?? Fala logo!!

- Ainda não p-... posso, desculpe... - se levantou e foi até seu quarto. 

Esperei alguns minutos e fui caminhando até a porta do seu quarto, encostei meu ouvido na mesma e consegui escutar alguns soluços e choros vindo de dentro. Abri a porta e entrei no quarto, o abracei pelas costas. 

- Tenho que ir... já está tarde... - sussurrei em seu ouvido.

- Não quer jantar conosco? - perguntou. 

- Não obrigado. - respondi. - Amanhã voltarei aqui mais cedo. - completei. 

Fui caminhando até a varanda com Lilly, o abracei bem forte e dei um selinho. Eu vi como Lilly ficou corado, era tão fofo ver seu rosto todo vermelhinho.

Entrei no carro e parti pro caminho da minha casa. Fiquei com um "peso" na mente por causa da preocupação com o Lilly, ele eé muito importante para mim não sei como aguento ficar meses brigado com ele...

Cheguei em casa e fui logo pro quarto, retirei minha blusa e me deitei. Fiquei mexendo um pouco no meu celular e, quando deu exatas 22:00, fui dormir. 


Notas Finais


:3 gostou? favorite!! Cri cri
Atw o próximo capítulo ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...