História Nove Meses - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lemon, Mpreg, Originais, Yaoi
Exibições 78
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oioi genteney <3
Bom...
EU TO MT FELIZ!!
É SÉRIO.
Tenho uma boa e uma má notícia:
BOA: Amanhã eu vou fazer um capítulo especial somente da Alice.
MÁ: Estou em semana das provas, então não vou poder estar postando capítulos com frequência. IM SORRY YEAH nananananam -q

BOA LEITURA!!

Capítulo 4 - · Ele Já Sabia [Parte 2] ·


· Ele Já Sabia [Parte 2] ·

Capítulo anterior

- Está tudo bem... - sussurrou no meu ouvido. - não precisa mais esconder de mim. - completou. 

- ...... - meu corpo paralisou, meu coração começou a bater rápido e eu não consegui dizer um "a".

- Eu cuidarei de vocês três. - disse separando o abraço e limpando minhas lágrimas. - Você é muito descuidado, sabia? - completou botando um enorme sorriso no rosto. 

Continuação

[...]

- C-... como você sabia?? - perguntei ainda soluçando. 

- Ontem você deixou o atestado em cima do sofá, então eu o li. - respondeu. - Eu fiquei sem reação, mas depois consegui lidar com aquilo. - completou. 

- Me Descu-... - fui interrompido por um beijo inesperado e demorado. 

Depois do beijo, ficamos abraçados por um tempinho. Fomos chamar a Alice para almoçar, mas ela não quis destrancar a porta.

- V-... VAI EMBORA!! - gritou entre choros e soluços.

- Alice, seu pai faz quase tudo para te deixar feliz. Por que não faz o mesmo por ele?? - disse encostando a cabeça na porta.

- Satoshi... - falei. 

- E se lembre disso: Não precisa pedir para sermos uma família... porque nós já somos uma. - se afastou da porta.

Eu ouvi barulhos da chave destrancando a porta e em seguida a porta se abrindo. 

Lá tinha Alice com os olhinhos vermelhos e inchados. Ela saiu do quarto e veio na minha direção, ela me abraçou forte e me pediu desculpas.

Fomos almoçar normalmente. Depois ficamos brincando com Alice por um tempo. 

· Quebra de tempo ·

Saímos um pouco depois do almoço, fomos no shopping comprar algumas roupas pra Alice e algumas pecinhas pro bebê. Como ainda não sabíamos o sexo,  compramos tudo unissex. 

Depois das comprinhas, fomos no médico marcar uma consulta com a Dra. Jullie e fomos embora. O dia tinha sido cheio e divertido, quando chegamos em casa tomamos um banho e fomos chochilar um pouco.

Quando acordei já ia dar 20:00 da noite, percebi que Satoshi não estava na cama deitado comigo, logo levantei e escutei gargalhadas vindo da sala. Desci as escadas e me deparo com a cena mais fofa que já vi.

- Papai!! Hahahahaha... Isso faz cócegas!! - disse entre gargalhadas. 

- "Papai"... Alice chamando Satoshi de "papai"?? - pensei.

- TERRA CHAMANDO LILLY!! - gritou. - Alôôô??

- Hãn...? Ah... o- oi... - falei um pouco desnorteado. 

- Papa, vem brincar com a gente!! - disse me puxando. - O papai é um príncipe e eu sou a rainha!! - completou.

- "Papai"?? - perguntei.

- Sim! Ele é meu outro pai agora. -respondeu. 

- Aah... c-... certo... - falei completamente corado. - Querem jantar? - completei tentando disfarçar. 

- Siiiiiim!! - ambos disseram ao mesmo tempo. 

Satoshi pegou Alice no colo e foi pra cozinha, colocou-a na cadeirinha e sentou-se ao lado dela. Esquentei a comida e coloquei tudo na mesa.

Nós comemos tudo normalmente e, do nada, eu senti fortes dores na barriga e enjoo. Sai correndo pro banheiro e vomitei tudo o que comi.

Depois de ter parado, escovei meus dentes e voltei pra sala. Lá vi Satoshi deitado no sofá com Alice em seu colo.

- Ela dormiu? - perguntei sobre Alice. 

- Sim. - respondeu. - Vou colocá-la na cama, já volto. - disse e se levantou, indo até o quarto de Alice. 

Demorou quinze minutos para que o Satoshi voltasse com o cabelo molhado e com uma toalha enrolada na cintura. Apenas fiquei o encarando com o rosto todo corado. 

- Desculpe, aproveitei e tomei um banho. - disse se aproximando e sentando ao meu lado.

- E-... e- e- entendi. - falei pausadamente. - Eu... vou tomar banho também... - completei me levantando.

De repente, fui puxado pelo Satoshi e eu cai sentado no colo dele. Pensei que ele ia fazer outra coisa, mas ele ficou acariciando minha barriga.

- Então, dois meses, não é? - disse me dando um beijo no pescoço.

- S- sim...

Consegui escapar dele depois de um tempo. Fui pro meu quarto e peguei meu "pijama", que era uma velha camisa do Satoshi, fui pro banheiro e tomei um longo banho. Depois de ter acabado, me troquei e escovei os dentes. 

Sai do banheiro e fiquei parado olhando Satoshi deitado na cama já dormindo. 

- Que saco... - falei me deitando ao seu lado.


Notas Finais


Gostaram?
Comenta oq vc achou c:
Até o próximo capítulo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...