História Noventa & três dias - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Cabello, Camila, Camren, Drama, Jauregui, Lauren, Romance
Exibições 247
Palavras 223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá. Voltei. A história não sofreu nenhuma alteração e vai continuar exatamente do ponto em que parou, inicialmente minha ideia era postar um capítulo por semana, mas ninguém se ousou a ler isto aqui, e aí eu percebi que eu gosto de escrever e não me importa se ninguém vai ler, não é mesmo? E a história tem um desfexo muito legal e eu estou morrendo para por pra fora;
Karla anda confusa sobre muitas coisas.

Capítulo 2 - O mesmo velho sentimento de vazio


Fanfic / Fanfiction Noventa & três dias - Capítulo 2 - O mesmo velho sentimento de vazio

11/03/2013

Oi, Elizabeth, o dia hoje foi bem emocionante, na verdade não foi. Mas vou contar tudo que me aconteceu.
Bom, já é quase hora do almoço e acabei de voltar da escola, foi terrivelmente agridoce, assim que eu cheguei lá eu dei de cara com uma ex inimiga, é até engraçado falar assim considerado o fato de que antes da minha vida virar uma bagunça eu eu até perdia tempo com "inimigas", enfim
ela me olhou com uma cara de dó, e eu sorri e ela sorriu e naquele momento eu me senti tão miserável que foi quase impossível não cair no chão e chorar, meu Deus, Elizabeth, eu achei que voltar a rotina antiga me ajudaria a seguir em frente, mas não ajudou, piorou, só que agora é tarde, eu já apareci publicamente, eu ja enchi minha mãe de esperanças e tirei suas dúvidas sobre a minha tão comentada depressão, será que no fim eu realmente estou deprimida? Mas Elizabeth, eu estou no meu direito, não? Não importa, não agora. Já dizia aquela música, O mesmo velho sentimento de vazio. É assim que me senti o dia todo, o pelo menos a parte em que eu precisei fingir que queria estar ali.
Elizabeth, eu ia te contar sobre meu dia, mas não tem fatos tão importantes afinal. Até amanhã, querida amiga.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...