História Novo Exame - Interativo - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Kinushi_SZF

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Tags Hunterxhunternewexam, Interativo, Nãoperca!
Visualizações 17
Palavras 1.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Super Power, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hello my people! I'm Yuki!
(Olá minha gente! Eu sou Yuki!)

Finalmente, depois de quase um mês, aqui estou eu! TRAZENDO, FINALMENTE, O PRIMEIRO CAPÍTULO OFICIAL DESSA COISAAAAAAAAA! *Pulando de felicidade*

Eu já tava com essa ideia fazia mais de um mês, mas não sabia como começar e nem com quais personagens eu iria trabalhar e olha só, TODAS AS VAGAS FORAM OCUPADAS!!! (Menos as dos 9 Hunters, mas deixamos isso em aberto)

ENFIM, EU TÔ MUITO EMPOLGADA, VOU MAT-- *Tosse* ... Oi?

Então, MINHA FELICIDADE ESTÁ A MAIS DE OITO MIL! (Não gosto tanto assim de Dragon Ball, mas ainda assim terá referências).

... Desculpem por minha empolgação exagerada... SE NÃO ME DESCULPARAM, DANEM-SE, TÔ FELIZ MESMO, EAÍ?! VAI ENCARAR?! FAÇO BOXE! (Mentira, faço Judô, mas deixa isso quieto).

... Acho que já podemos começar.

Strawberry Kisses!

Capítulo 4 - A procura (não) normal pelo exame - Parte 1


POV Alice

                Um sol infernal e com todas essas malas! Nossa! Você tá de parabéns Yamamoto Alice! *Penso enquanto bato palmas*

                E cá estou, sob esse sol do INFERNO a procura de algum lugar para ficar enquanto procuro aquele MALDITO EXAME! Fico batendo o pé, fazendo birra por NENHUM lugar por aqui perto tenha quarto. Olho para o lado e vejo um boteco ali, em uma mesa em especial, havia um homem que parecia bêbado, bonito e estava cheio de joias.

– Lucky! – Digo de forma um tanto sombria enquanto dou um sorriso típico de “Achei o que queria”.

                Me aproximo do homem discretamente, finjo quase cair com todas essas malas e, como o esperado, ele veio até mim.

– Senhorita, está tudo bem? – Disse ele, com nenhum pingo de inocência.

– A-Ah, creio que sim... – Digo, mostrando que as malas estavam pesadas para mim.

– Se quiser, eu te ajudo a levar a bagagem...

– Oh! Que gentileza... Mas, eu não poderia... – Ele me interrompe.

– Não precisa dizer nada, vamos, deixe-me te ajudar. – Ele pegou as malas mais pesadas.

                Ratinho capturado. *Penso*

                Ele me leva até um apartamento e paga um quarto para mim.

– Obrigada! Ah, que falta de educação a minha! Meu nome é Yamamoto Alice! E você é...? – Pergunto, com meu sorriso gentil.

                Estou parecendo uma idiota agindo desse jeito. *Penso, enquanto reviro os olhos em minha mente*

– Sou Luke Albarn. – Diz ele sorrindo.

(A.Y: Sim, você não leu errado, é Albarn mesmo... Se pensou em Soul Eater, ACERTOU!)

                Peço para ele entrar, começo com meu joguinhos de manipulações...

                Homens... Tão fáceis de prever. *Penso, enquanto revirava os olhos e ele beijava meu pescoço* E ele nem é bom em fazer isso *Penso suspirando*

...Quebra no tempo...

                Ele dorme, pego as joias, coisas valiosas, dinheiro, cartões... Tudo, praticamente.

– Como eu disse, Lucky. – Sussurrei, enquanto pegava minhas coisas novamente e ia embora, mas quando estava já na porta, olhei para ele e dei um sorriso – Zoar ele não vai fazer mal nenhum...

                No fim, tirei milhões de fotos dele nu pelo celular dele e postei na internet.

                Aquele garotinho principiante era um tédio, mas... Por sorte... Ele tem o endereço do local do exame... *Penso, sorrindo*

...Quebra no tempo...

                ... Ok, não foi um dia de “Lucky”... *Penso com uma gota na cabeça*

– POR QUE RAIOS O ENDEREÇO QUE DIZ “EXAME HUNTER” ME LEVA PARA UM BARRAQUINHO A BEIRA DO MAR?! – Digo, totalmente indignada – Não vai me dizer que aquele merdinha não iria fazer realmente o exame?!

.

.

.

.

.

POV Hatsuna

                Acabo por sair daquele boteco depois de ver o homem da mesa ao lado ir ajudar a mulher de exóticos cabelos verdes e olhos âmbares, como os meus.

                Hm... Não sei como ela caiu... Estava a observando a todo momento e não vi algum por que para ela cair...*Penso e a ficha cai* Ela fingiu. *Penso suspirando*

                Acabei sabendo o local do exame graças aquele homem que me deu o papel das possíveis pessoas que irão participar do exame, ainda estou com ele e pretendo ficar, de qualquer jeito... Bem, não tem por que eu ficar com isso, já que minha memória é fotográfica, humildemente falando... *Penso*

                Por alguma merda que tem na cabeça do destino, terminei por colidir com alguém e quase caí. E, qual foi o destino da pessoa? Bem, foi o chão.

– Nee, está bem? – Perguntei com um rosto indiferente, quando a pessoa levanta o olhar para mim, apenas arregalo os olhos.

– Hai... Arigato. – Diz ela, se levantando.

                Fuyu Montvaile, nee? Ela vai fazer o exame... Mas, por que a capa?... Sei que é famosa, mas não é para tanto, a ponto de dar um escândalo na cidade toda... Certo? ... *Penso*

                ... Então... *Penso*

– ...Errado... *Digo ao ver todos atrás dela*

– MEEEEEEEEEEEEEEEEEEERDAAAAAAA! – Grita ela. – DE ONDE É QUE TANTA GENTE ME CONHECE?! NEM SAIR DE CASA EU SAIO! – Grita ela, enquanto meio que... Chorava?

                ... Não, corpo, me obedeça! Eu NÃO vou atrás dela! OBEDEÇA SEU CÉREBRO! *Penso*

.

.

.

...

–  MALDITO CORPO! – Grito enquanto corro, apareço na frente de Fuyu e a pego no colo estilo noiva e suspiro – Vamos lá!

                Depois de falar isso, começo a correr na direção de um banco, subo nele rapidamente, pulando na escada que estava encostada no poste, tomei impulso e cheguei no teto da casa... A escada acabou caindo com a pessoa ali em cima, mas ninguém se importa.

                Vou fazendo meu parkuor de boas com ela no colo, ela observava meu rosto e olhei para ela, em forma interrogativa enquanto, agora, andava em cima no muro.

– ... Você aí, quem mandou você me salvar? – Perguntou com uma cara de “Eu sei me cuidar, tá bom coisinha?”.

– Ninguém mandou.

– ... – Ela me olhou meio assustada – ... Você é estranha.

                A veia da minha testa começou a bater forte.

– A-AH?! É ASSIM QUE SE FALA COM QUEM TE SALVOU?!

– Eu não pedi para ser salva! – Disse ela emburrada, olhando para o outro lado.

– É ass-- – Ela me interrompe.

– Mas... Mesmo assim... – Diz ela, meio corada – Obrigada, estranha-sama.

                Eu vou bater nessa garota, eu juro. *Penso com raiva* Bem, ela ficou sorrindo de forma agradecida a mim... Ah, então é uma tsundere, não? *Penso suspirando.

– Nee, estranha-sama... – Disse ela, de novo minha veia começa a bater.

– Eu tenho um nome. – Disse, olhando para a cara dela com raiva.

– Qual seria o nome da senhorita estranha?

                Minha veia começa a bater BEM mais forte.

                Minha veia vai estourar... *Penso com raiva*

–  Hatsuna, Hatsuna Belberry.

– Suponho que já saiba quem sou eu, Hatsuna-san.

– É, certamente, sim.

– Então, quem sou eu?

– Uma garotinha mimada, mal agradecida e bastante pesada.

                Ela parece ter ficado com raiva do que eu disse... Mas, bem, só estou falando a verdade.

– EU NÃO SOU PESADA! BAKA! – Fala cruzando os braços.

– Então é mimada e mal-agradecida.

– Eu já disse obrigada!

– Continua sendo mal agradecida!

                Ela saiu de meus braços e começou a andar no muro a minha frente.

– O que está fazendo? – Pergunto.

– Não sou pesada? Estou andando por minha conta, não sou nenhum bebê de colo.

– Que comparação comum... – Digo sarcasticamente enquanto reviro os olhos.

 

POV Orpheus Kyousuke D’Omega

(A.Y: Vai ter o nome dele todo por que sim)

                Ao que parece ser, estou perdido nessa imensa floresta de “sei lá como cheguei aqui”... *Penso, suspirando*

                Vou olhando ao redor, a procura de alguém que possa me ajudar e... Nada.

                Bem, era de se esperar, já que estou em uma floresta...

                Subo em uma árvore e com minha visão aguçada, super aguçada mesmo, procuro algum lugar para ir e vejo uma cidade, imediatamente vou em sua direção.

(A.Y: Humildade 0 KKKKKKKKKKK)

...Quebra do tempo...

                Chego na cidade, logo de cara vejo uma garota fugindo de uma multidão e um tipo de rastro passando por mim, branco e âmbar...

                Bem, não é da minha conta *Penso, indo para um boteco ali perto*

                Vejo um cara falando do exame Hunter, logo vou nele.

– Nee, oji-san. – Falo, atraindo sua atenção – Poderia me falar onde é esse tal exame? Eu gostaria de participar, mas estou meio perdido... – Digo, soltando uma risada divertida e ao mesmo tempo envergonhada.

                Sinto dizer, mas fazer os outros de bobos é muito divertido. *Penso, me segurando para não rir*

             Ele me diz que não se lembra muito bem, pois uma garota de cabelos brancos e olhos âmbar levou os papeis que continham essa informação...

                Então era aquela a garota? *Penso, me lembro do suposto “rastro”. *

                Faço uma feição triste e digo “Ah... Beleza...”.

                Sério, eu não me canso de fazer as pessoas de bobos! *Penso, me segurando para não rir*

                Ele encontra uma anotação, onde tinha o local do exame.

                Então esse safado tinha o local do exame mas não queria me dar, né? Esse filho da... *Meus pensamentos são interrompidos por um barulho de algo caindo no chão.*

... Continua...?


Notas Finais


Sabemos, faltam personagens e etc, por isso essa é a parte um! Algum dia desses (para não admitir que eu não sei que dia) a gente posta :3 Sabemos que não ficou TÃO engraçado, mas, vai ficar, já temos mil ideias para essa fic, então... NÃO NOS ABANDONEM! Bem, sabemos que demoramos um pouco mais de um mês, mas... ... Não tenho explicação, sorry.
Enfim, até a parte dois! (Nem sei pq eu tô falando "Até a parte dois" se a Kin que vai postar xD)

Strawberry Kisses!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...