História Novo Familiar (diabolik lovers) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Christa, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Ayato, Diabolik Lovers, Kanato, Raito, Reiji, Sakamaki, Shu, Subaru, Terceira Fanfic, Yui Komori
Visualizações 55
Palavras 790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Ecchi, Escolar, Ficção, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Achei 2 imagens de gatinho , a do Shu e a do Subaru , gostei . Talvez o capitulo fique curto , não fiquem tristes , tive ocupada , não deu para escrever cedo .

Capítulo 11 - A vingança


Fanfic / Fanfiction Novo Familiar (diabolik lovers) - Capítulo 11 - A vingança

Fomos ao quarto dela , quando abri a porta , vi Ayato sentado na cama , chorando , Yui parecia brava .

- Me perdoa meu amor ? . -

- Claro que não . -

- Que saber de uma coisa ? , você é só mais uma , no meio de tantas , vai acabar voltando , rastejando aos meus pés , eaí , eu vou estar no seu lugar , te rejeitando . -

- E daí ? , como se isso fosse acontecer . -

- Tá bom vou indo , mas antes ... -

Ele me beija , e Yui puxa ele para trás , e o joga no chão .

- Larga ela ! . -

Ayato saí , e bate forte a porta .

- Você viu o abuso menina ? . -

- Vi , por isso nem me meti , mas acabou que ele me envolveu , me beijando . -

- Agora , vamos para nossa conversinha . -

Conversamos sobre vários asuntos , e eu expliquei , o quê aconteceu quando eu estava fora .

Um tempo depois ...

- Nossa quanta coisa ! , você sofreu bastante , e ficou com aquele gato do Kou , e o acordo com o Reiji . -

- Eu sei . -

- E agora ? ,  vai fazer oquê com o Raito ? . -

-  Não devo ficar com raiva , não eramos namorados , mas mesmo assim oquê ele fez , é sacanagem , ele sabia que eu gostava dele , e ele faz isso ! , no meu quarto ainda por cima . -

- Com quem vai ser a vingança ? . -

- Acho que com o Reiji , tenho um trato com ele . -

- Mas ele está ocupado . -

- Com oquê ? . - 

- Fazendo experiências . -

- Vou dar uma olhada . -

Eu saio do quarto , e vejo Raito completamente vestido , e andando tranquilamente pelo corredor , ele sai , eu dou uma olhada no meu quarto , e a mulher estava desmaiada , pelada , enrolada em um lénçol , eu viro . E do nada Raito aparece na minha frente , ele segura meus pulsos , seus lábios tinham sangue , e pelo que parece , é daquela mulher .

- Senti sua falta cadelinha . -

- Cansou da vadia , e veio em mim , não é ? . -

- Porquê está com raiva ? . -

- Não interessa ! . -

Eu solto meus pulsos , e vou andando até o quarto do Reiji , abro a porta , e vejo ele ocupado , em uma mesa , cheia de experiências ciêntificas, eu entro .

- Que tal eu cumprir a minha parte do trato agora mesmo ? . -

- Estou ocupado , pode me amar depois , daqui a cinco horas , talvez . -

- Tá bom . -

Eu saio do quarto ,  e vou ao banheiro , faço xixi , e lembro do que a Yui me contou sobre o Shu e ela na banheira , o Shu é uma boa opção .

Eu ando pela casa procurando ele , quintal , quarto dele , banheiro , cozinha , e o resto da casa , e não acho ele . Acho Kanato .

- Kanato , você viu o Shu por ai ? . -

- Acho que ele tá no cemitério , ele vai lá , ás vezes . -

- Obrigada . -

- Ei ! , quero sangue como recompensa ! . -

Ele morde meu pescoço .

Eu saio , e vou até o cemitério , e começo a procurar ele .

Um tempo depois ...

Acho ele , sentado em uma lápide , ouvindo música .

- Oi shu ! . -

- Oquê quer ? . -

- Que tal nós ficarmos . -

- Você quer dizer transar ? . -

- Sim . - 

- Tá bom . -

(Autora : Com toda naturalidade)

Ele me leva até o quarto , entramos em seu quarto , ele coloca em minha mão , uma roupa .

- Que roupa é essa ? . -

- Um feitiche meu , coloque . -

Era uma roupa de coelho , sensual , eu tiro a roupa , e coloco (tudo isso na frente dele) , ele me derruba no chão , e bate com um livro na minha cabeça .

- Ai ! . -

- Você tem cicatrizes , sofreu tortura foi ? . -

- Sim ,foi o Azusa . -

- Não quero saber o resto da história , chega . -

Ele tira a camisa , me coloca de quatro , e tira o resto da roupa .

- Até que você é boa . -

Ele me puxa , me joga na cama , e deu para ver o corpo dele , tudinho ! , e começamos a transar .


Notas Finais


Sorry , sou péssima escrevendo hentais .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...