História Novo Mundo - Undertale - Interativa. - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~_Ilikebirdstoo

Postado
Categorias Originais, Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Doggo, Frisk, Grillby, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Aus, Interativa Undertale, Retardadamente
Visualizações 34
Palavras 3.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Magia, Mistério, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Uh Uh Cheguei Uh Uh -.-
Bonjour buddys
Aqui estamos nós, presentes com mais um capítulo que foi tão esperado.
Queriam madruga, agora tem 😂
Enjoy. ;)

Capítulo 8 - C A P Í T U L O #2


Fanfic / Fanfiction Novo Mundo - Undertale - Interativa. - Capítulo 8 - C A P Í T U L O #2

Anteriormente em Novo Mundo;

O chão tremia, pessoas gritavam... Eu agarrei Akibara e Helena e... Tudo o que eu lembro depois disso, foi o frio... Como estava frio... E logo após eu fui acordar;

Em pura escuridão.


Mackenzie/Laposa's P.O.V


Meu Aslan que frio, está congelando aqui... O lado bom é que eu tenho minha jaqueta.

WHAT THE FUCK?! Cadê minha jaqueta?! Respire... Não pense nisso agora, você tem problemas maiores.

Olhei para baixo e percebi que eu estava com um suéter preto com listras brancas e leggings pretas. Mas nada da minha jaqueta.

Minha cabeça balançava de um lado para o outro e meus olhos passavam vasculhando cada canto em minha volta com dificuldade, minha visão estava embasada. Tudo estava escuro, completamente escuro. Porém, ainda assim, consegui ver algumas figuras não tão longe de mim.

Eu não sei onde estou, não conseguia distinguir oque era oque em toda essa escuridão. Aos poucos, minha visão voltou e eu pude dizer quem eram as tais figuras; meus amigos e as outras pessoas que estavam conosco.

Percebi que todos estavam com roupas similares às minhas, que todos também estavam sentados, um do lado do outro. Em uma linha reta. Mesma distância, mesmo olhar de pavor e curiosidade.

Então, realmente funcionou? Viajamos Dimensões, estamos em um mundo completamente diferente do nosso. Um mundo desconhecido, onde tudo pode acontecer. Um lugar perigoso, onde podemos perder não uma, mas muitas vidas.

Ninguém ousava abrir a boca para fazer um som si quer. Apenas olhavam um para o outro em puro shoque, medo e curiosidade. Depois de mais alguns minutos, o garoto de cabelos pretos azulados foi tentar falar algo, só para ser interrompido.

Uma música, que se parecia com música de abertura de games começou a tocar. Assim que começou, as pessoas que estavam comigo deram a louca. Começaram a cantar e dançar como se não existisse amanhã. Foi ai que apareceu uma palavra com nove grande letras luminosas, parecidas com placas de hotéis noturnos.

UNDERTALE

Bom, pelo menos não é Underlust.

As pessoas, que eu estava seriamente duvidando que tivessem sanidade, começaram à gritar mais ainda, quando eu ouvi Gêmea gritar;

"NYAHHH! UNDERTALEE!!!" ela gritou como uma verdadeira fangirl. Estávamos presos dentro de uma dimensão que deveria ser fictícia. Estávamos dentro de um game. 

Tudo que você precisa agora é manter a calma. Tentei disser á mim mesma, de qualquer jeito não funcionou. De acordo com o jogo, teríamos que lutar pra cacete, e talvez, seríamos alvos da morte.

Vai ser uma bela de uma aventura.

"QUANDO QUE O CÉU FICOU PERFEITO?!" Akibara gritou com o rosto cheio de certa alegria. Parecia uma criança em época de Natal. Mais uma das coisas que adoro sobre Akibara; ele não possui pensamentos negativos até que alguém o lembre que algo ruim está para acontecer, se eu não o lembrar de Flowey ou algo parecido, ele continuar sorrindo como se o mundo fosse perfeito. Ele pode até ser medroso as vezes, porém apenas nas situações criticas. Ele está feliz que está realizando um sonho, não liga para as consequências.

Nenhum deles está, pelo menos não agora. Assim que lembrarem o que realmente acontece no jogo, vão pirar.

Então, para enterromper meus pensamentos, veio uma grande 'tela' explicando exatamente a história do jogo. Sobre humanos e monstros, a guerra, sobre humanos caindo no underground e Chara.

Logo após, veio as seguintes palavras; explicando o que cada significa e para que serve.

1- FIGHT; MATAR.

2- MERCY; POUPAR.

3- ITEM; COMER OU SE EQUIPAR. (na minha opinião, será o mais utilizado... por mim pelo menos.)

4- ESCAPE; FUGIR.

5- TALK; FALAR.

6- FLERT; FLERTAR. (ah maravilha ;-;)

Okay então, agora fiquei com fome.

A tela então muda; para algo que eu sabia que haveria discussão.

'NOMEIE A CRIANÇA CAÍDA :    '

(a/nY  < deu bug sorry)

"E então? Qual será o nome?" Gêmea  pergunta.

Eu apenas olho em volta esperando as respostas zuadas.

"CU" a amiga da Gêmea responde.

Já que é para falar nomes idiotas, beleza.

"Otarianos." Eu digo sorrindo um pouco. Helena olha para mim com um pequeno sorriso e balança a cabeça. Helena e Akibara estão um do lado do outro, alguns passos à minha frente. Gêmea e seus três amigos estão na frente deles enquanto cabelos pretos azulados e cabelos verdes estão mais na frente, se esticassem o braço, tocariam a tela com facilidade.

Está faltando um não ta?.... ah foda-se.

"Chara." menina de cabelos verdes diz.

Enquanto todos os olhos estão na menina de cabelos verdes, eu apenas observo enquanto Gêmea passa por todos eles e vai até o teclado gigante. Ela digita o nome com um sorrisinho travesso no rosto.

'X-A-R-A' 

Ela termina de digitar assim que a atenção das pessoas saem da cabelos verdes. Todos olham pra ela com olhares confusos e curiosos. Para falar a verdade, estavam muito fofinhos.

Gêmea, percebendo os olhares confusos, foi explicar o que significa ao certo o nome 'Xara'.

"É o nome em português de Chara, se deixarmos desse jeito podemos poupar o Boboneco." 

"Bom, já que estamos sem inspiração, pode ir esse mesmo." disse o nosso 'salvador', misteriosamente aparecendo do meu lado. A sua aparição repentina quase me matou de susto, pelo menos agora eu sei quem era que faltava.

Voltei á olhar para Gêmea, e observei quando ela apertou o botão sim. Logo veio a mensagem; 'Tem certeza que esse nome está correto?' Gêmea olhou para todos nós com um olhar de incerteza. Quase nos perguntando se é a coisa certa á se fazer com os olhos. Apenas balancamos a cabeça com sim.

'SIM' 

Esperamos uns minutos, ninguém se mexia, ninguém falava. Estávamos esperando algo horrendo acontecer, um teletransporte, desintegração até. Não sei direito quanto tempo passou. Soltamos o ar que estávamos segurando, e Helena começou á rir. Provavelmente pareciamos ridículos. Akibara abriu a boca para falar algo e, foi ai que eu ouvi... O chão se quebrando.


>>><<<


Primeiro, a tela rachou, o racho foi se abrindo e descendo até chegar ao chão. Chegou ao chão e começou á se abrir, pedaços do chão começaram á cair em um vazio sem fim. E o pior, estava chegando cada vez mais perto da gente.

O garoto que estava ao meu lado, uma réplica renovadora do personagem fictício de Gravity Falls, pegou meu braço e começou à me puxar para trás junto com ele.

Fomos indo e indo enquanto víamos o buraco se abrir mais e mais. Então, pessoas começaram á cair. As primeiras, Cabelos verdes e Cabelos pretos azulados. Eles soltaram um grito que arrepiou minha alma e fez com que 'Dipper' me puxasse mais para perto de si. 

Eu observei Helena praticamente se pendurar em Akibara e outros virem mais para trás segurando um no outro.

Os próximos á caírem; os três amigos, foram caindo um atrás do outro, em fila. Cada um deles gritaram bloddy murder, um grito de puro pânico. Eu coloquei minha mão sobre meus lábios em shoque e abracei 'Dipper', colocando a mim mesma mais perto de seu corpo.

Gêmea estava se segurando na tela, gritando algum tipo de 'me larga' pro nada. Seus olhos se encheram de pânico quando percebeu que a tela não iria segurar muito mais tempo. Como se fosse algum tipo de think and act, a tela soltou e ela caiu, dando um grito de gatinho assustado enquanto caia.

E então, Helena e Akibara. Meus olhos se encheram de pânico enquanto eu tentava ir até eles, só que 'Dipper' me segurava grudada no meu lugar, não me deixando sair enquanto ele repetia as mesmas palavras 'Não vai adiantar em nada!' seus lábios me diziam que ele estava gritando, porém, com tanto barulho sua voz saía como nada más do que um sussurro em meus ouvidos.

Não posso fazer nada enquanto vejo eles caindo a não ser gritar, sinto 'Dipper' me abraçar mais forte. Após eles caírem, eu e 'Dipper' sabíamos o que estava por vir, então fomos indo para trás até não ter mais para onde ir. Vi o vazio chegando mais perto, então fechei meus olhos e coloquei meu corpo mais perto do dele, senti sua cabeça encostar na minha. Logo após, sinto nossos corpos caindo enquanto relembro a última vez que vi Lukas em minha cabeça.


>>><<<


Acordo para ver a cor... Amarela? Dourada?... não sei dizer ao certo. Olho bem para ver flores, parece ser um campo. Um campo cheio de flores amarelas.

Olho em volta para ver se vejo as outras pessoas. Elas estão espalhadas, inconscientes. Vejo Helena e Akibara á apenas alguns passos de mim, me levanto e tento ir até eles. Só que acabo caindo, vou tentar de novo quando percebo que tem um ser grudado em minhas pernas.

'Dipper' está em cima de minhas pernas, inconsciente (ou dormindo... ou morto.) e parece estar bem calmo. Tentei sacudi-lo, mas isso só fez com que ele abraçasse minhas pernas.

Está vivo! *diz com voz do Dr. Frankenstein*

"Ei, acorda ai" digo balançando-o um pouco mais forte. Tudo o que ele fez foi, sentar (ainda de olhos fechados.) se ajeitar e colocar a cabeça em meu torso enquanto murmurava um baixo 'mais cinco minutos.' 

"Honey... você-está em cima... de mim- SAI!" eu digo tentando o tirar de cima de mim.

Ele levantou a cabeça, e olhou em seu redor, seus olhos parando em mim. Ele logo percebeu que estava em cima de mim e levantou rapidamente.

"Desculpe." ele disse com um sorrisinho vergonhoso e com suas bochechas rosadas.

"Tudo bem." eu digo sorrindo um pouco. Olhei em nossa volta mais uma vez, admirando as flores douradas. Algumas tinham um líquido vermelho sangue em sua maior parte.

Não quero nem saber.

Foi ai então que me lembrei de Helena e Aki-Chan. Fiz meu caminho até eles e percebi que 'Dipper' estava me seguindo. Ele parecia contente de estar aqui, porém, também parecia saber os perigos que nos aguardava.

Parei em frente de Helena e Akibara e apenas os admirava. Akibara estava deitado de costas e Helena estava deitada de barriga em cima dele, abraçando seu torso. Os dois estavam com a respiração regular, o que tirou um grande peso de minhas costas.

Parecem tão tranquilos... pena que vou ter que estragar isso.

Estava me preparando para me jogar em cima dos meus dois amigos, quando 'Dipper' me interrompeu colocando a mão em meu ombro.

"O que foi?" pergunto quase frustrada.

Não está vendo que tenho que acabar com a paz desses serhumaninhos tranquilos?

"Olhe." ele me diz, apontando para duas pessoas atrás de Helena e Akibara. Percebo que era uma Neko, uma que nunca havia visto antes. O único problema é que essa Neko desconhecida estava em cima da Nekinha/ Gêmea.

Fomos até elas para ver direito o que estava acontecendo. Neko desconhecida estava com suas garras perfurando as costas de Gêmea, as duas estavam inconscientes. Então, eu e 'Dipper' retiramos o corpo desconhecido de cima de Gêmea e o colocamos no chão delicadamente.

Ha, mentira! A cabeça de 'Neko Desconhecida' escorregou dos braços de Dipper, o que fez com ela batesse as costas e cabeça com tudo no chão.

Depois, fomos ver se Gêmea estava bem. "Será que está viva?" era a pergunta principal que 'Dipper' teve a delicadeza de fazer. Quando eu fui responder, Gêmea voltou dos mortos gritando feito um gato depois que teria sido jogado na água gelada.

"PAOOO!! MINHAS COSTAASS!! NYAAAHH!" ela gritou com sua voz cheia de dor e pânico.

"Calma-" 'Dipper' começou só que foi interrompido por Hello Fake Kitty. Não acho que ela tenha o ouvido de qualquer jeito.

Pelo menos está viva.

"ALGUÉM TEM COMIDA QUE DÁ HP AQUI POHHA?!" ela gritou mais uma vez.

Uh....

Olhei para 'Dipper' e podia ver que ele estava mais incomodado por toda essa gritaria do que eu.

"CADÊ A SENPAO?!".... okay agora eu me perdi.

"Quem?" perguntou 'Dipper' parecendo muito confuso. Essa conversa tá mais confusa que minha vida.

"Não faço a menor ideia." respondo para ele. Enquanto observava Gêmea farejando as flores á procura de algo. Até que ela achou as pessoas e começou à sacudi-lás e gritar, por sorte não às acordando.

"ACHEI AS PESSOAS!!! ACORDEM MOTHERFUCKERS, ESTAMOS NO U-N-D-E-R-T-A-L-E!! NYAAAHH!!" ela grita acordando uma das pessoas. Essa pessoa surpreendentemente sendo 'Neko Desconhecida'. As duas então começam á falar em língua de Nekos, apenas deixando Dipper e eu mais confusos do que já estávamos. Do nada, elas começaram á se bater.

Ah qual é! 

"Okay, já cansei disso tudo." eu digo indo em direção às duas, para tentar separa-las. Dipper se juntou á mim não muito tempo depois.

"DÁ PRA PARAREM?! ESTAMOS PRESOS DENTRO DE UM FREAKING GAME! NÃO PRECISAMOS DE TRETINHAS ENTRE DUAS PESSOAS QUE DEVERIAM SER ALIADAS!" digo levantando minha voz assim que separamos as duas.

"Não vamos morrer." diz Gêmea com sua face cheia de confiança. "Apenas precisamos achar o RESET."

Mais uma vez, as pessoas acordam e dão a louca. Gritando e cantando, rindo e até chorando. Dizendo o quão felizes estão de poder realizar um sonho. Agora eu só acho que eles são cegos, ou tem amnésia porque né, é provável que seremos a próxima refeição da morte. Galera helloo!

Então, como se estivessem lendo meus pensamentos, todos param e suas faces passam de alegres kawaii para garotas medrosas de filmes de terror. Oh boy... 

"MANO! NÓS VAMOS MORRER! NINGUÉM TEM O RESET! O FLOWEY NÃO TEM DÓ!! A CHARA VAI NOS CONTROLAR COMO BONECOS E NÓS VAMOS NOS FUDER!!"  Gêmea disse entrando em pânico. Pode até ser verdade, mas você acaba de piorar as coisas pra todo mundo apenas por falar isso.

"Calma, calma, caaalmaaa!!" eu disse levantando os braços e tentando passar a atenção de todo mundo pra mim. "A gente já esta aqui okay? Entrar em pânico só vai-" e foi assim que eu fui interrompida pela Hello Fake Kitty.

"Foda-se, vamos morrer." ela disse com uma cara de irritação em seu rosto.

"Olha-" whoa! Enterrompida duas vezes em apenas uma hora, eu deveria ganhar o prêmio de maior vácuo da semana. (a/n Eu sei que teve vácuos bem piores por ai.) 

"Ela tá certa merda! Eu vou morrer na Undyne, e estou vendo os túmulos de vocês ao lado de Asgor nesse momento." disse a amiga de Gêmea.

Okay, mais uma vez não ajudando. Porém, falando a maldita verdade que trouxe lágrimas aos olhos da maioria de nós. 

"Só... vamos nos apresentar, okay?" eu digo com uma voz fraca. Mas mesmo assim, todos concordam e foram sentar nas flores. Fizemos um círculo de onze pessoas. A primeira á abrir a boca foi a Gêmea.

"Bom, meu nome é... Trilocor Painter, eu tenho 17 anos e..." ela para um pouco e mostra um colar em forma de coração. Agora que eu fui perceber que todos temos um. Pelo rostos dos outros, também não fui a primeira á descobrir isso agora. "minha alma é cinza... e eu sou lésbica." Aquele momento estranho que você não sabe o que dizer. "INSPIRAÇÃO!!! E eu sou 'Ateuua'."  Okaaayyyyyyy thenn. 

Trilocor tem olhos e cabelos rosas,  um rosto fino e orelhas de gato também rosadas. Seu suéter é cinza com listras rosas.

Next;

"Oi Galerous!!" Não deu pra não sorrir depois dessa. "Sou o Saki Shadow, mas me chamem de Shadow. Tenho 16 anos e pelo o que parece minha alma é uma mistura estranha de verde com preto." Cabelos pretos azulados disse.

Saki tem (como o apelido dele *que eu dei* diz) cabelos pretos azulados e grandes olhos azuis bem chamativos. Tem aquele estilo meio brincalhão, mas que também é sério. Tem um sorriso que sempre dá vontade de sorrir também quando você vê. Seu suéter é da cor verde escuro com listras azuis.

Próximo;

"Bem... meu nome é Vinícius Tuma, ou seja, Vituma. Tenho 18 anos." yaay! Alguém dá minha idade finalmente! "E minha alma é um laranja amarelado." 'Dipper' disse.

Tuma tem olhos e cabelos castanhos, pele clara, é alto e como já foi mencionado antes, ele parece o Dipper de Gravity Falls. Tem um brinco em sua orelha direita e tatuagens em seu braço direito. Parece ser bem amigável e já foi descoberto que é preguiçoso.

Alright! Come in the next one

...Oh shit sou eu.

"Hey, meu nome é Mackenzie Parker e eu tenho 18 anos. E minha alma é..." peguei meu colar e o admirei, parece mais um coraçãozinho de vidro. É realmente lindo. "Transparente." sorri um pouco enquanto esperava a próxima pessoa falar.

"Meu nome é Kaede Kayano, mas me chamem de Blook ou Secrets. Tenho 17 anos e minha alma parece ser um vermelho vinho." Cabelos verdes disse.

Secrets, (como diz o apelido que 'ela nem sabe que é o apelido dela' tipo de apelido.) tem cabelos verdes com mechas pretas. Olhos castanhos e um rosto meio cheinho, seu suéter é da cor verde com listras vermelhas.

^^

"Meu nome é Kai Keydelius Pendragon. Tenho 17 anos e eu acho que minha alma é um amarelo alaranjado." disse 'cara de ódio'.

Que irônico, a alma de Kai é amarelo alaranjado e a alma do Tuma é laranja amarelado haha!

Anyways, Kai tem cabelos loiros e grandes olhos dourados, tem um rosto meio cheinho e parece ser o tipo de pessoa que te espancaria se você mexesse com alguém importante para ele.

'Kay, who's next?

"Meu nome é Akibara Kitsueki, tenho 16 anos e minha alma é... dourada." disse Aki com um sorriso tímido no rosto.

Vontade de abraçar essa pessoinha e nunca mais largar.

Akibara tem olhos azuis oceano, cabelos castanhos, um rosto quase que angelical e é alto, porém não tão alto quanto o Tuma. Seu suéter é azul com listras douradas.

♡ 

(a/n Não, eu não irei deixar espaço em blank.)

"Oiii!! Meu nome é Nathalie Yuki, mas me chame de Nath... ou de Peridod, mas esse é apenas para os intimuz." Alright, I'm surprisely okay with her. "Tenho 16 anos e minha alma é um verde acqua que eu não faço a menor ideia do que significa." Bem vinda ao clube honey. 

Yuki é uma garota com rosto meio cheinho e olhos azuis brilhantes. Seus cabelos são da cor semelhante aos meus. Ela tem a cara de ser uma retardada mental, do jeito bom óbvio. Seu suéter é da cor azul com listras verde acqua.

^¤^ 

"Meu nome e Helena Walker, eu tenho 16 anos e pelo visto minha alma é um tipo de bege meio rosado." Lenna disse mostrando mais um daqueles seus sorrisos.

(a/n Lenna dear todo mundo conhece ne non?)

Len tem um rosto fino, cabelos pretos e longos e não vamos esquecer daqueles olhos vermelhos dela. Lenna é uma pessoa que pode parecer bitchy e insensível ao mesmo tempo, porém, é uma das pessoas mais bondosas que conheço. Descobri muito sobre ela e Akibara nesses últimos dias, que parece até que conheço eles a vida inteira. Seu suéter é da cor bege rosado com listras vermelhas.

(a/n you're my sunshiiiine, my only sunshiine, you make me happpyyyyy- tá sorry, continue.)

"Meu nome é Onee-Chan Fanficcion Arco do Íris." Que original, amei... desculpa por ter te jogado no chão... "Tenho 16 anos, sou Neko e minha alma contém as cores do arco-íris." Neko Desconhecida disse.

Onee-Chan tem olhos azuis radiantes e cabelos curtos e prateados. Orelhas e calda de gatinho cinzas, um sorriso fofo em seu rosto e parece ser uma pessoa doce...porém, aparências enganam. Seu suéter é uma grande mistura das cores do arco-íris com listras azuis.

Até agora o suéter mais bonito entre nós.

♡ :3

"Meu nome é Melissa Snow, quem quiser me chamar de Rainha da Frieza pode," balancei minha cabeça. Sorry, but no sorry. "se não, me chamem de Mel mesmo." Bitch, você vai ter um apelido moh nada ver que nem o resto das pessoas aqui "Tenho 17 anos e minha alma é azul claro." 

Snow tem cabelos prateados quase brancos, olhos brancos mais não tanto, ela tem um rosto nem muito cheio nem muito fino. Seu suéter é azul claro com as listras brancas quase prateadas.

<> (a/n hehe we're all Avicii)

Depois que todos se apresentaram, apenas olhávamos um para o outro. Uns sorriam, outros não. Estava bem estranho para falar a verdade. Kai começou a falar algo quando foi interrompido-



Por choros vindo do corredor.






Notas Finais


Hey Lovies ♡
Espero que tenham gostado ^^
Esse capítulo já estava pronto, só que quando eu tentava postar, o Spirit apagava porque... bem, ele deve que tem algum problema comigo sei lá.
De qualquer jeito, eu tive que colocar o suéter dela preto porque... bom, transparente não iria ficar muito... Uh, yeah vcs entenderam.
De qualquer jeito, Boa noite pra vcs e que o dia de vcs amanhã (hoje, whatever) seja ótimo^^

Te amo te,
-Becah/Laposa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...