História Nudes × MiTw - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Felps, Mike, Pac, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cossdressing, Felipe Z, Mikhael Linnyker, Mitw, Nude, Rafael Lange, Tarik Pacagnan, Um Pouco De Cellps
Exibições 86
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


🌺 Nova Fanfic sim, se reclamar vai ter mais e mais;

🌺 Essa Fanfic não é só Texting, raramente vai ter na verdade;

🌺 Aqui o Tarik usa óculos, mas apenas aquele óculos de descanso (Ele tem um óculos na real);

🌺 Eu vou demorar um pouco pra postar por causa de alguns problemas pessoais.... Isso serve para todas as Fanfics;

🌺 Amo vocês!

🌺 Boa leitura 💙

Capítulo 1 - 01.


Fanfic / Fanfiction Nudes × MiTw - Capítulo 1 - 01.

Aquela mulher mais velha ficava falando sobre coisas que eu não estava nem aí, eu ao menos prestava atenção no que ela está a dizer. Meu foco está totalmente nos meus pensamentos, eu quase não presto atenção na aula, sempre estou no mundo da lua, eu prefiro ficar nos meus pensamentos no que na realidade, aliás, eu não gosto muito dela, e sinto que não sou o único.

A única coisa que eu tinha em mente é chegar na minha casa e deita na minha cama macia e bagunçada, nada me faz arrumar aquela cama, não vejo motivo arrumar, sendo que iremos dormir novamente, no meu caso eu não saio dela, é como se eu fizesse parte daquele quarto.

A professora Rose ainda falava, porém eu não estava entendendo nada. No momento que eu resolvi entrega a minha atenção ao assunto, o sinal da saída toca.

- Espero que tenham entendido, isso vai ser importante para a próxima prova. - Professora Rose diz um pouco ríspida, serrando os dentes de raiva, ela sabe muito bem que quase ninguém se deu a atenção de ouvir o que ela dizia, inclusive eu. Senti uma pontada de ironia nessa frase também, como se ela soubesse que eu não estava nem aí para sua explicação, assim como a sala inteira.

Arrumei meu material rapidamente, coloquei a mochila no meu ombro esquerdo e me retirei da sala. Andando pelos enormes corredores vazios, vejo meu melhor amigo, Rafael Lange, ou melhor; Cellbit ou Cell. Apelido estranho, não? Dei um aceno para ele poder notar minha presença, porém essa anta não consegue me enxergar, depois eu que sou o cego.

- Rafael Severino! Abaixa o volume dessa música que dá para ouvir daqui! - Gritei quando me aproximei, ele se assustou e tirou os fones. - Você vai ficar surdo, seu retardado!

- Que susto, Tarik! seu desgraçado... - Colocou a mão no peito e revirei os olhos. - Por que não simplesmente me cutucou?

- Iria adiantar? Você iria ignorar como se fosse nada. - Cruzei meus braços.

- Na melhor parte da música você aparece. Parece uma assombração. - Sorriu.

Dei um soquinho em seu braço  e ajeitei a mochila no meu ombro, que já estava caindo. Rafael colocou os fones de volta, agora com o som mais baixo, talvez assim ele não me deixe no vácuo no caminho de casa. Puxei ele para fora da escola, éramos os quase os últimos as sair de lá, sorte que tinha o zelador, o coitado infelizmente saí mais tarde da escola, por culpa da bagunça que os alunos fazem na sala.

Cell morava praticamente do meu lado, por uma casa que separa nós dois, é bem triste. Fomos caminhando em silêncio, o Rafa ouvindo suas músicas e eu ouvidos as poluições sonoras do nosso bairro, eu até me acostumei, sabe? Isso é normal para mim, mas para quem é novo, é horrível. Às vezes eu queria poder ir para um lugar mais calmo, como um chalé ou uma casa na praia. Ouvir o barulho das ondas é bem relaxante, e eu teria muito mais privacidade para tirar as minhas fotografias, assim como uma novo cenário.

Rafa me deixou na frente de casa, deu um beijo rápido na minha testa e se despediu, indo para sua casa. Fiquei um pouco corado, mas ignorei.

Adentrei em casa, e meus pais estavam na sala vendo filme. Ando lentamente para a sala e observo os dois, os mesmos estavam dormindo abraçados. Solto um risinho e cubro os dois com a coberta que estava toda amarrotada em cima deles, eu apenas os cobri melhor. Eu acho um pouco estranho a relação dos dois, eu os chamo de "O casal bipolar". Tem momentos que eles brigam, tem momentos que eles estão normais, melosos e por aí vai. Observei a feição calma e serena dos dois e me direcionei para meu quarto, o trancando em seguida.

Me despi ficando totalmente nu, coloquei meu uniforme da escola em cima do cesto de roupa suja e fui para o banheiro. Eu dou graças a Deus que meus pais "colocaram" um banheiro no meu quarto, fica muito mais fácil.

Terminei de banhar, saí do banheiro sem toalha mesmo, molhando por onde eu pisava, iria secar de qualquer forma, por isso não me importava. Tirei toda aquela água do meu corpo com a ajuda da toalha, me direcionei a meu armário e retirei minhas roupas para poder começar tirar as fotografias. Essas roupas são tanto quanto... ¿Sexys? Acredito que sim, ele acha que eu fico lindo nessas roupas, mas prefere eu sem elas. Um completo pervertido - como se eu não fosse um pervertido também -.

Peguei minha câmera e comecei a tirar minhas fotografias, para poder mandar para tal pessoa que citei 'tanto'. Nas fotos eu não costumo mostrar o rosto. Tiro a maioria na cama, e raramente em frente ao espelho, porém esse tipo de foto é um produto especial.

O flash da câmera fez que eu me assustasse, fazendo meus braços tremerem por conta do susto, estragando a foto.

- Porra... - Murmurei e olhei a foto, e a mesma havia saído tremida, então teria que tirar outra. Eu sou muito chato para tirar foto, tem que ter a posição perfeita, se não tiver em um ângulo bom, eu fico aqui nesse quarto até os gatos falarem.

Vai ser uma longa tarde.


Notas Finais


Ficou bem pequeno, desculpa, eu não sou acostumada a escrever no celular. No computador eu escrevo muito mais palavras por algum motivo, porém meu notebook tá com problema, então... Vamo fazer o que né.

Desculpa qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...