História Número errado - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Baby Jimin, Crossdress, Daddy Jungkook, Daddy Kink, Jikook, Namjin, Ozadia, Sexting, Taeyoonseok, Texting, Viih_098
Exibições 462
Palavras 845
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


400 favs
Meu cu
To em shok

Obrigada pelas ameaças de morte no cap passado.

Capítulo 31 - Capítulo 30


Taehyung e Jimin caminhavam até a "padaria dos gostosos". O loiro estava desanimado e quieto, já o moreno não parava de falar e gesticular com as mãos, quase batendo na cara de Jimin.

- Demora muito 'pra chegar? - o baixinho perguntou.

- É ali naquela esquina. - Taehyung apontou para o estabelecimento.

- Aquela que você trabalha?

- Vai tomar no cu.

Continuaram o caminho e rapidamente chegaram a padaria. Sentaram-se nos bancos em frente ao balcão e logo o moreno de sorriso bonito - segundo crush de Taehyung - veio os atender.

- O que desejam?

- Um pedaço de torta de limão. - Jimin pediu.

- E o senhor?

- Senhor não, Taehyung, ou Tae se preferir. E eu quero seu nome e seu número. - sorriu quadrado. O moreno em sua frente sorriu de lado, anotou em uma folha o que Taehyung pediu e o entregou.

- Já trago o seu pedido. - disse a Jimin e sumiu pela porta da cozinha.

- Você é um sem vergonha.

- Devo te lembrar do dia em que foi lá em casa com seu Dadd... Er... Esquece. - tentou disfarçar, mas a merda já estava feita. Jimin abaixou a cabeça, encarar seus pés balançando por não alcançar o chão pareciam ser a coisa mais interessante a se fazer. - Desculpe...

- Fica quieto. - Taehyung se sentia culpado. O amigo já estava ruim, com ele relembrando os momentos ficara ainda pior.

- Aqui está seu pedido. - dessa vez quem apareceu foi Yoongi. - Boa tarde, Taehyung.

- Boa tarde. - disse tímido.

- Não vai me apresentar seu amigo?

- Ah... Desculpe. Sou Park Jimin. - estendeu a mão para Yoongi.

- Min Yoongi, ou Suga, se preferir. - apertou a mão do Park. - Se interessou no Hoseok, Tae?

- Er... Ele é bonito.

- Você também é. - Taehyung corou violentamente. - Muito, muito mesmo.

- O-obrigado... Você também.

- Ah, mas você é perfeito, olha esse rostinho de anjo. - os dois estavam tão perto que poderiam se beijar

- Eu não sei se vocês sabem, mas eu tô aqui, ok? - o Park disse.

- Foi mal. - Taehyung se desculpou.

- Foi péssimo. Mas se vocês quiserem conversar, eu posso ir embora, sem problemas. - Jimin se levantou, e antes que um dos outros falassem algo, deixou dez reais no balcão e se dirigiu a saída.

Estava triste com seu amigo. Poxa, ele disse que o levaria a um lugar para anima-lo e não para conseguir contatinhos.
Rumou para casa, e logo quando chegou sua irmã mais velha o bombardeou de perguntas, e Jimin amaldiçoou Taehyung por só ter mentido à seus pais e não à sua irmã. A garota se preocupava mais que os mais velhos.

- E você o bloqueou? - Yuna mexia em seu celular, olhando as mensagens.

- Sim.

- Aish, Jiminnie. Com você nesse estado nem vou conseguir descansar na viagem.

- Que viagem!? - o menor arregalou os olhos.

- Vou ficar na casa de praia da minha amiga por uma semana, mas fique tranquilo, você se vira.

- Quando você vai?

- Amanhã de manhã.

- Noona... - usou seu tom mais manhoso para tentar convencer a mais velha de ficar.

- Nem venha com suas manhas, Park Jimin.

- Aish, Noona! Quem vai me proteger? - fez bico.

- Não vai acontecer nada, Minnie. Fique tranquilo.

- O jeito vai ser ficar na casa de Tae essa semana, não quero ficar sozinho com nossos pais e correr riscos.

- Er... O Tae não te contou? - perguntou receosa.

- Contou o quê?

- Ele também vai viajar, só que com a família. - o baixinho bufou. O que iria fazer essa semana? Não tinha seu Daddy, sua irmã, nem seu amigo. E ainda teria que tomar cuidado com seus pais.

- Noona, eu vou morrer.

- Eu já disse, fique tranquilo, nada vai acontecer. Qualquer coisa é só me ligar, certo? - passos foram ouvidos no corredor.

- Filho? Está no quarto da sua irmã? - era sua mãe.

- Sim, Omma. Por quê?

- O Taehyung quer te ver.

- Fala para ele vir aqui. - logo a porta foi aberta, revelando um Taehyung envergonhado por ter vacilado com o amigo. - E aí? Não vai falar nada?

- Desculpe por ter te deixado de lado. - a irmã de Jimin intercalava o olhar confuso entre os dois garotos.

- Não é sobre isso, quer dizer, em parte... Mas por que não me contou da viagem?

- Mas eu te falei! Enquanto nós íamos para a padaria dos gostosos.

- Disse?

- Você que tava com a cabeça na lua.

- Padaria dos gostosos? Que merda é essa?

- Ah, Noona, eu tenho dois crushs gostosos, e eles trabalham numa padaria.

- Tem foto? - perguntou animada.

- Várias. - e a tarde que era para Jimin aproveitar com os dois que viajariam no outro dia, ele passou vendo fotos que Taehyung tinha tirado escondido de seus crushs.


Notas Finais


Eu queria informar vcs p prepararem seus kokoros, pq no próximo capítulo eles vão se encontrar, e não vai ser nada feliz, talvez um pouco, ou nada, sei lá... E vai demorar um pouco (muito) pq ele é grande. Ai GNT eu to nervosa dmais. Vcs vão ficar pasmos com a puta história que eu inventei. Só não me matem. Mas o final é feliz, eu juro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...