História Nunca imaginei amar assim - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Magia, Neko, Originais, Romance, Shoujo
Exibições 7
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Cap 3


  Chego na sala e sento no mesmo lugar que estava antes , olho para trás e vejo que a Lua não está lá , estranho , mas porque eu tô me perguntando ?
  O professor de história chega e começa a dar aula . Passa um tempo depois e alguém bate na porta , olho naquela direção e vejo que é a lua .

- isso é hora de chegar mocinha ? - pergunta o professor

- Desculpa professor , é porque eu me machuquei , aqui está a autorização da enfermaria .

- Tá , ok . Entre e sente-se logo !
- manda o professor

-Sim senhor capitão ! - ela fala entrando na sala
   
   Percebo que ela está mancando ,  o que me deixou preucupado . O que será que aconteceu com ela ?
  Resolvo tirar esse pensamento da minha cabeça e volto para prestar atenção no que o professor estava explicando .
  Finalmente acaba as aulas , sei que é só o primeiro dia de aula mas mesmo assim não aguentava mais .
   
  Depois de arrumar minhas coisas , vou em direção a minha moto . Dou partida e sigo o caminho de casa . Estava passando por um parque e adivinhem quem eu encontrei ?
Se você falou a Lua você acertou !

  -Ei ! Você quer uma carona ? - pergunto parando a moto do seu lado

- Não precisa ! - ela responde e continua andando

- mas você tá mancando ! Vem , eu te dou uma carona - falo pegando a mão dela o que à fez ficar de frente para mim
 
-  Arg ! Tudo bem ! - fala cedendo

Subo na moto novamente e estendo a mão para ela , a mesma pega e com um pouco de dificuldade sobe na moto .
Ela me dá o endereço e percebo que não é muito longe da minha casa .

- É aqui ! Chegamos , obrigado pela carona - ela fala assim que estaciono em frente à sua casa

- Ei , eu não ganho nenhum beijinho de agradecimento não ?

- Ah ! Você quer um beijo ?

- Quero - falo fazendo beiço

- Na bochecha ou na boca em Nobre cavaleiro ? - ela pergunta irônica

- Hm , na boca ia ser melhor mas , já que você é nova , pode ser na bochecha , minha doce dozela ! - resolvo brincar igual ela

Então ela veio e chegou perto de mim , colocou suas mãos no meu rosto e selou nossos lábios . Devo admitir que ela beija muito bem , seus lábios tem gosto de morango e são viciantes . Terminamos o beijo com alguns selinhos pois a maldita falta de ar se fez necessário .

- Pronto , tá feliz agora ? - ela pergunta

- Melhor impossível ! - falo abraçando ela e puxando seu corpo para mais perto do meu , o que a fez reprimir um gemido

- Então agora quero saber seu número de telefone - falo

- Oxe , para que você quer meu número ?

- adivinha ! Para falar com você !

- Ata , achei que era para falar com minha vó ! - ela responde dando língua

  Admito que eu ri da sua resposta , o que a fez soltar um sorrinho no canto na boca . Ela me passou seu telefone e eu gravei no meu celular .

- posso tirar uma foto sua para usar no contato ? - pergunto e ela diz sim com a cabeça

Coloco na câmera do meu celular e foco nela

- Anão ! Assim não , para de ser sombria e dá um sorriso ! - falo já que ela não deu nem um sorrizinho

- Ok senhor mandão ! - ela diz e logo depois dá um sorriso lindo , acho que o mais lindo que eu já vi

Tirei a foto e depois guardei meu celular . Subi na minha moto e dei um Tchau com a cabeça e ela apenas deu um aceno com a mão e entrou na sua casa .
   Uou que dia , preciso ir para casa tomar um banho e pensar sobre essa manhã bem louca mas legal .

           ~POV. Lua~

( N/A : finalmente , já n aguentava mais escrever como o Alan kkk )

Gente se eu disser que esse foi meu primeiro beijo vocês iriam acreditar ?
  Bom , meu nome vocês já sabem que é Lua , tenho 17 anos e bem eu sou uma neko , ou seja metade humano e metade gato . Tenho três formas , uma é a humana , na qual tenho corpo de um humano normal só que com minha cauda e minhas orelhas . Também tenho a forma animal na qual eu me transformo em um gato preto e com meus olhos roxos . E por último tem minha forma selvagem , que eu fico com meu corpo humano cheio de marcas pretas , meus olhos ficam negros , minhas unhas e minhas presas se tornam maiores e minha cauda fica bem mais peluda . Eu só me transformei na forma selvagem uma vez mas eu não lembro direito pois perco o controle das minhas atitudes .

  Entro em casa e a primeira coisa que faço é tirar minha roupa , ficando só de calcinha e sutiã . Minha cauda está toda amassada por ter ficado tanto tempo de baixo daquele moletô , ainda mais porque ela estava enrolada na minha cintura para não ter perigo de sair . Minha barriga começa a roncar e eu vou para cozinha fazer algo para me alimentar . Faço um miojo mesmo só que com sardinha , pois adoro peixe ! (N/A : avá )
  Me sento no sofá e como meu miojo enquanto vejo tv . Termino de comer , desligo a tv e subo para o meu quarto .
  Ao chegar no meu quarto me jogo na cama e pego meu celular e meus fones e claro , começo a escutar minhas músicas preferidas ( no cas kpop ) .
   Me pego pensando no dia de hoje , foi bem digamos doido kkk

1- eu caio em cima do Alan

2- Ele me segue e eu me transformo e gata e ele me dá comida e faz carinho em mim

3- Meu primeiro beijo foi com uma pessoa que conheço à menos de 24 horas

  Sou tirada dos meus pensamentos pois chegou mensagem de um número desconhecido no meu celular , já até adivinho que é ...

 

Continuaa

 


Notas Finais


Eu queria escrever mais , porém terá que ser só isso
Espero q realmente gostem !
N se esqueça de comentar tá ?!?
Isso me deixa feliz ^-^

Lambidinhas da Lua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...