História Nunca mais a mesma coisa - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tekken
Personagens Asuka Kazama, Jin Kazama, Personagens Originais
Tags Brigas, Família, Kazamas, Maldição
Visualizações 16
Palavras 1.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Hwoarang


Pov Asuka

-Bem ela...

-Ela o que criatura?

-Ela foi para um internato. Quando o pai dela soube o que ela fez com vocês, mandou ela quase que na hora pra lá; disse que não queria ver ela tão cedo – ela bem que se fodeu... Mas não tanto quanto merecia

-Obrigado Ling

-Foi nada Jin. Té mais pra vocês – ela sai deixando eu e Jin sozinhos

-Tenho pena dela – essa é a primeira coisa que ele diz depois de longos minutos em silêncio

-Por que tem pena dela? Ela é uma vadia que tentou nos matar

-Sei disso mas... Ela é o tipo de pessoa que ninguém quer por perto... Nunca vai ser realmente feliz

-Foda-se ela – ele me olha e sorri

-Eu tenho que um demônio no corpo e você que age como uma capetinha?

-Pois é né... Falando em demônio, Jin como ele ta? – seu sorriso vai desvanescendo, dando lugar para um olhar preocupado e tenso

-Ele até tenta sair mas consigo para-lo

-E qual o problema?

-O problema é que às vezes ele quase sai e tenho medo do que ele possa fazer com você

-Não tem que se preocupar com isso

-Eu sei mas...

-Mas nada – minhas mãos vão até sua nuca e eu o beijo, sinto suas mãos na minha cintura

-Kazamaaaaaaaa... Fala sério, depois vocês se fodem

-Como entrou aqui coreano?

-Entrando, se eu contar, você vai dar um jeito de fechar a entrada

-Que seja. O que quer?

-Revanche e minha moto – ele ainda remói isso? Jin suspira frustrado com a resposta

-Você entra na minha empresa sem autorização, entra na minha sala apenas por isso? Você quer morrer?

-Jin... – seus olhos avermelham –Jin se acalma

-Chega. Você quer revanche, vai ter essa maldita revanche – ele entra numa sala e volta com sua roupa de treino, mostrando o corpo delicioso desse homem

Pov Jin

Esse imbecil só presta pra me aborrecer mas hoje isso acaba, vou acabar com ele, vou mata-lo de uma forma torturosa, ele vai me implorar por misericórdia

Me deixe mata-lo

Cala a boca demônio

Você vai ver, seu corpo ainda vai ser meu

Não aborrece desgraçado

Divirta-se

Vamos para um dojo que tem aqui na Zabatsu e nos preparamos para lutar

Vou mata-lo, vou mata-lo

-Pronto Kazama? – me posiciono em modo de ataque e fico esperando ele dar o primeiro golpe, que não demora muito pra vir, defendo com facilidade e o ataco

Me deixe brincar Jin

Sai diabo – minha cabeça começa a latejar

Eu disse que quero brincar

Maldito – começo a me sentir tonto e recebo um chute no abdome que me derruba

Chega diabo

-O que, já cansou Kazama? – me levanto meio cambaleante e ele não hesita em me atacar –Vamos Kazama, lute direito ou ta com medo de mim? – minha visão esta ficando estranha

Mate ele. Mate-o agora!

Para – meu corpo dói e o coreano vai me atacando; desvio de uns golpes mas alguns nem tanto. Estou vendo coisas entranhas como a parede mudando de forma, o chão parece estar derrentendo e o coreano esta estranho... Por que eu estou alucinando?

Mate esse maldito agora!! – não sei ao certo o que acontece mas sinto uma dor forte na cabeça fazendo com que eu caia. Sinto meu corpo ficar rígido, minhas pernas contraídas... Que merda é essa?

-Kazama? Qual o problema?

-Jin – sinto um gosto estranho na boca

Que merda é essa?

Pov Asuka

Jin esta espumando pela boca e fica se mexendo de forma estranha. Não tenho menor ideia do que fazer agora; estou ficando nervosa

-Asuka – vejo o ruivo e ele não parece muito nervoso

-Me ajuda a segura-lo – seguro os braços dele porém ele continua se debatendo e parece se debater com mais força

-Asuka

-O que?? – por que ele não me ajuda?

-Não segura que é pior. Deixa ele se debater

-Mas...

-Você ta piorando as coisas Asuka, vá chamar ajuda – deixo Jin e saio a procura de uma alma viva que possa ajudar

Pov Hwoarang

Merda, se eu soubesse que ia dar essa merda não teria pedido minha revanche; agora eu estou aqui tendo que ajudar ele -Kazama – ele não para de se debater, muito menos de espumar pela boca. Vejo marcações estranhas em seu rosto... merda mesmo

–Kazama – pego uma toalha de rosto que estava num canto e volto até ele, me ajoelho e coloco a cabeça dele de lado nas minhas pernas e com a toalha vou limpando a boca dele. Logo as marcas desaparecem, quase como se não tivesse aparecido

-Ali – vejo Asuka e Nina se aproximando com uma mulher vestida de branco. Elas se aproximam de nós e a mulher de branco injeta algo no braço dele

-O que é isso?

-Relaxante muscular – em poucos minutos ele vai parando devagar até parar por completo. Ele para de espumar e reparo que sai um pouco de sangue, pelo visto a mulher também reparou afinal começou a examinar ele

-Ele ta bem? – Asuka parece desesperada

-Sim, ele só teve uma convulsão e mordeu a língua com força

-Quem bom – Nina fala alguma coisa e logo aparecem uns caras

-Levem ele – os caras logo o pegam e o levam

-Onde fica a enfermaria? – Asuka

-Vem, levo você lá. E você ruivo, o que vai fazer?

-Acho que vou junto. Quero saber se ele vai ficar bem mesmo – também não tenho nada melhor para fazer e como ele passou mal por minha causa, nada mais justo que me certificar de que ele vai ficar bem mesmo

Chegando lá...

Depois que Nina nos levou até aqui, ela saiu dizendo que ela tinha que resolver uns assuntos e que chamasse ela quando o Kazama acordasse. Falando no Kazama, trocaram as roupas dele, agora ele ta com roupa social preta

-Acha que ele vai ficar bem?

-Relaxa Asuka, o Kazama vai ficar bem – ela dá um sorriso fraco

-Ai... – saiu tão baixo que pareceu ser apenas imaginação mas era o Kazama acordando

-Jin – ela senta do lado dele

–Como você ta?

-Nngh... O que aconteceu?

-Você passou mal

-Passei?

-Hum – ele põe a mão na cabeça

–Merda -O que foi Jin?

-Nada, que droga!

-Calma amor

-Calma nada – essa é a primeira vez que vejo o Kazama irritado

-Vejo que o mestre Kazama acordou – do nada brota essa enfermeira no quarto. Ela é bem gostosinha até

-O que você quer?

-Ver se o senhor esta bem

-Humph eu estou bem, não consegue ver?

-Sim mas...

-Tenho mais o que fazer – diz já se levantando

-Nada disso Jin, pode ficar quieto aí – a Kazama tenta faze-lo deitar. Percebi que ele deve dar bastante trabalho pra ela!

-Eu estou bem

-Mestre Kazama, o senhor deve descansar, teve uma convulsão muito forte

-Foda-se – ele se levanta meio cambaleante

-Kazama sossega na cama vai – suas pernas bambeam e ele quase cai –De nada por não te deixar cair

-Não te pedi nada

-Ingrato

-Vai se foder

-Pode deita-lo por favor? – acho que vou dar uns pegas nessa enfermeira depois, ou eu me machuco um pouquinho pra ela cuidar de mim

-Claro – coloco o trouxa no meu ombro e deito na cama. A enfermeira injeta algo no braço dele mas Jin parece meio alheio a isso

-Mas o que...? – logo ele apaga

-Ta legal... Agora dá pra explicar o mal humor dele?

-Convulsões podem fazer com que a pessoa oscile o humor

-Humm... Legal, eu já vou indo mas ainda quero minha moto – saio da Zaibatsu e procuro algo pra fazer
 

Dia maluco do caralho!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...