História Nunca se esqueca de mim! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Tags Goten, Novela, Romance, Trunks
Exibições 50
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, ali esta o próximo cap, desculpe pelos erros deis de já.
Boa leitura

Capítulo 2 - Apos aquele dia


Trunks acordou, teve um sonho muito bom,mas ele não lembrava direito o que tinha sonhado, só lembrava que ele abraçava goten com força, como se ele fosse fugir.

"Só que ele já fugiu" pensou Trunks enquanto levantava da uma sensação estranha de que algo tava faltando, então lembrou "Cadê a Ma...Ta...hum...aquela mulher?Preciso lembrar dos nomes delas"

Cauteloso andou até a cozinha de seu apartamento, estava ali a menos de 1 mês, tinha se mudado para aquele lugar provisoriamente,pois ficava mais perto do trabalho, então ganhava mais tempo de meio do caminho, passando pela sala viu a jovem assistindo televisão com um sorriso no mínimo sinistro no rosto.

-Bom Dia - Disse o garoto já imaginando o motivo do sorriso.

-A você acordou?-Disse a mulher sorrindo ainda mais maliciosamente - Estava esperando você para lhe contar as novidades.

-Que novidades?

-Eu estou grávida – Falou a mulher, levantando-se do sofá e caminhando em direção ao saiyajin- Eu furei suas camisinhas querido,ontem a noite quando você se levantou eu fiz um furo em todas com certeza engravidei, teremos que nos casar e eu serei a senhora Janey Briefs, seremos tão feli...por que você esta tão calmo?

- Janey?Esse é seu nome?Nem lembrava - Falou Trunks com muita naturalidade, parecendo entediado- Você furou as camisinhas?Que lhe informar, mas seu esforço foi inútil, onde fomos jantar ontem mesmo?

- No Palácio Rosa- Disse a mulher confusa- O que isso tem haver?

-Acontece Janey que a dona do lugar é minha amiga, toda vez que eu levo uma mulher para lá ela pede aos garçons que coloquem uma pequena dose de um remédio criado por minha mãe que deixa mulheres estéreis por um dia no vinho. Então as camisinhas eram só uma representação.

-Seu...Seu...Você me drogou!-Disse Janey com uma careta de ódio.

-Se você quer pensar assim-Disse Trunks com um sorriso de desdém muito parecido com o de Vegita - Você não é a primeira que tenta algo assim. São tão intediante essas tentativas de ter um filho ça agora que se retire do meu apartamento.

Janey levantou a mão e deu um tapa no rosto de Trunks, que meramente ergueu a sobrancelha. Vendo que não tinha mais nada a fazer ali, a mulher pegou sua bolsa e saiu do apartamento murmurando algo sobre polícia.

"Será que digo a ela que o remédio é indetectável e que o chefe de policia é um dos melhores amigos de minha mãe?" pensou Trunks por um instante "Não, assim é mais divertido".

O garoto tomou café da manhã, arrumou seu quarto e foi tomar um banho. Ao sair do banheiro, colocou uma roupa qualquer e deitou-se no sofá para ver televisã passando uma reportagem sobre uma explosão que ocorreu numa loja de eletrônicos, aparentemente alguns assaltantes tinham aproveitado a confusão e roubado alguns durante 15 minutos a televisão até que começou a ficar ia desligar uma noticia chamou sua atenção, anunciava que iria começar uma campeonato de memórias vieram a sua cabeça, ele e Goten lutando no campeonato, pouco antes de Majin Bu surgir e depois mais velhos quando pã e bra ainda eram garotinhas.

"Por que você não me deixa em paz Goten?" Pensou Trunks enquanto desligava a tv e abraçava uma almofada "Sinto tanta saudade de você, não consigo enterrar o passado"

Quando ficava assim, normalmente se concentrava no trabalho e aos poucos ia esquecendo da sua perda. Mas hoje não podia fazer isso,pois era sábado e era feriado.O garoto deixou-se levar pelas lembranças e levantou-se do sofá e andou até a porta que normalmente ficava fechada do outro lado da sala.

"Eu odeio aquela caixa, eu queria poder destruí-la, mas fazer isso seria muito difícil para mim".Abrindo a porta Trunks se viu olhando para um armário cheio de coisas, mas o que lhe chamava atenção era a caixa que ficava no meio do armário.O garoto tirou a caixa do armário,colocou-a sobre a mesa da sala e começou a abri-la, mas parou, pois o telefone começou a tocar.

-Alô - Disse Trunks.

-Bom Dia Trunks, parece que teve uma noite agitada hoje e pelo jeito uma manhã agitada também.

-Tanya, bom dia. Como você sabe disso?Anda me espionando?

Tanya era uma funcionária da Corporação Cápsula, Trunks e ela se tornaram bons amigos, quando Goten partiu o coração de Trunks, Tanya juntou os pedaços e tentou da melhor forma possível fazer seu amigo superar tudo aquilo.

-Espionando?Euzinha?Não mesmo, tenho coisas melhores para fazer, mas como sou sua vizinha de rua não pude deixar de notar a estagiária nova da C.C. passando apressada na frente do meu prédio gritando para toda rua ouvir.

-Ela mereceu.

-Imagino que sim...deixe-me adivinhar, esquecimento de anticoncepcional?

-Camisinha furada...

-Elas não desistem mesmo - Disse Tanya em meio a risadas.

-Isso é tão chato.

-Se você parasse de ser tão resistente a um relacionamentos elas iam parar de fazer isso. Uma hora você vai ter que aceitar que Go...ele talvez não volte mais.

-Eu sei...mas é tão difícil ficar sem ele, se eu não tivesse você eu ia perder a sanidade.

-Não é para tanto Trunks, eu só to te ajudando a melhorar, você tem que se curar sozinho.

-Eu sei.

-E enquanto você não consegue isso, dorme com toda mulher que passe mais de 15 minutos perto de você. Com exceção de mim é claro.

-Por que você não quer!Eu já tentei várias vezes, mas você só me afasta.

-Eu não vou servir de consolo pra você roxinho, alem disso poderia afetar nossa amizade.

-Tem razão, mas que seria bom, seria.

Os dois riram um pouco, seguido de um silêncio entre finalmente quebrou o silêncio.

-Falando sério Trunks, você precisa se animar, quer ir hoje para a Safira Negra?

Safira Negra é uma boite muito movimentada que era ponto de encontro para jovens de todas as idades e de todos os estilos.

-Não sei, eu pensei em ficar em casa e...

-Ficar pensando nele?Nada disso você vai sim, se arrume que eu tô passando ai daqui a pouco para irmos ao shopping. Quero comprar uma roupa para hoje a noite.São 9 horas agora, então temos só 12 horas até lá.

-Tanya...

-Você tem 30 minutos.

-Mas...

-Sem tempo para isso. Até daqui a .

O telefone ficou mudo, Tanya tinha desligado.

Trunks caminhou até a mesa,pegou a caixa que ficara de olho durante toda a conversa com Tanya e a guardou de volta no armário. "Fica para outra hora" pensou para o quarto e começou a tirar a roupa para tomar um banho. "Não importa o que ela diga, eu ainda o amo".

Bem distante da casa de Trunks, do outro lado da cidade, um sayijin de cabelos pretos e espetados começava a acordar...e ele não estava sozinho.

Notas Finais


Espero que gostem, comentem pfv.
Próximo cap em breve.
Bjs de chocolate


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...