História Nunca te deixar... - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Personagens Originais, Serena
Tags Alola, Amourshipping, Pokémon, Retornos Nostalgicos, Satosere
Exibições 342
Palavras 2.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIEEE!!! Engraçado... Os caps de sexta sempre saem atrasados... kkkk... Bom, eu passei a tarde toda fazendo esse cap gostosinho pra vcs, então, aproveitem ^-^
Sei que ficou pequeno mais tah legal... Eu não queria desapontar ninguém... Por isso tirei a ideia que eu tinha na minha cabeça... Por que eu fiz isso?? Bom, quando eu falei dessa ideia para a minha amiga, ela literalmente quase me matou... Então vai ter LOVEE!!! Bom, basicamente, é isso...

P.S.: Pra você que não conferiu o novo capítulo de XY&Z, que por sinal, foi lançado ontem mesmo, sendo na minha opinião, o melhor episódio de todos, ASSISTA!!! Sério, pra você que queria Amourshipping, parabéns, porque Ash Ketchum chamou a Sereninha pra sair ^-^
Sabiam que a Serena vai pra Hoenn?? Nossa, eu fiquei muitoo empolgada ^-^... Imagina se ela chega lá em Hoenn e fica amiga da May?? Cara, se isso acontecesse, quer dizer... QUE A MINHA FIC DE ALGUM JEITO PREVEU O FUTURO!!!!! QUE LOKO, VEY!!

Bom, se você ainda não viu, o link com legendas em inglês vai estar nas notas finais!



A GENTE SE VÊ NAS NOTAS FINAIS ^-^

Capítulo 13 - Tudo o que eu sinto por você...


Fanfic / Fanfiction Nunca te deixar... - Capítulo 13 - Tudo o que eu sinto por você...

=Serena On=

Entramos no barco. Quem pilotava era um homem velho com uma barba curta e branca. Ele foi para a cabine de comando e disse que se quiséssemos alguma coisa era só chamar. Shauna, Misty e Dawn foram junto com Gary, Cilan e Paul lá para dentro. Ash estava indo junto com eles, quando eu puxei seu braço e impedi-o. Eu precisava falar com ele. Desde ontem, ele está quieto... Só fala comigo quando eu puxo assunto... E isso tudo só depois do... Do beijo... De vez em quando ele puxa assunto. Ele até me chamou para ficar no quarto dele ontem... Mas acho que ele fez isso mais por obrigação do que por vontade.

- O que está acontecendo, Ash? - eu perguntei preocupada - Você está estranho desde ontem... Tem alguma coisa em relação àquele beijo? 

- S-Serena... - ele disse mudando de assunto e se soltando de mim - Não quero falar sobre isso...

- Ash... - eu disse cabisbaixa - Eu quero saber o que está acontecendo... Você tá estranho... Por favor, me conta. 

- Olha Serena... - ele disse se virando para mim e olhando nos meus olhos com seriedade - Eu gostei do beijo... Mas me senti errado. Somos amigos, e de algum jeito, aquilo não era o certo. Poxa, você chegou há menos de uma semana... Não quero apressar as coisas.

Tudo que pude fazer, foi dar-lhe um superabraço. Eu estava feliz pela sua honestidade. De alguma forma, eu também achava tudo aquilo muito errado.

- Estou feliz que tenha sido honesto. - eu disse ainda abraçando-o - Sabe, também me sinto assim.

Ele sorriu. Aquele era o sorriso que eu queria ver. Eu sempre fui apaixonada por esse sorriso sedutor e gentil... Mas naquele momento eu só queria mesmo poder ver meu amigo feliz. Sorri de volta e fomos caminhando até a sala onde estavam todos os nossos colegas. Sempre admirei Ash e seu comportamento honesto. Ele podia ter crescido, mas ainda era um pouco ingênuo e indeciso. Eu já não sei mais se estou apaixonada por ele. Sei que amo ele... Só não sei ainda em qual sentido. Bom, se eu realmente estou tendo um relacionamento com o Ash, ele não passa da friendzone. 

- Vocês já sabem o que vão pesquisar? - Misty perguntou fazendo com que eu interrompesse meus pensamentos.

- Misty, se eles soubessem, era só olhar Google... - Dawn falou revirando os olhos - Eu não teria saído se tudo estivesse na internet... 

- Também não precisava ser rude, capeta... - Misty respondeu nervorsa.

- VOCÊ ME CHAMOU DE QUE??!! - Dawn gritou alterada

- Te chamei de CA-PE-TA - Misty respondeu entre sílabas num tom calmo, fazendo Dawn se irritar

- Calma aí... - Shauna interrompeu entrando no meio da briga. - Melhor parar com isso antes que alguém se machuque...

- Cala a boca, verdura! - Dawn gritou com Shauna - Esse lance é só entre eu e a Misty, sacou??

- NÃO ME CHAMA DE VERDURA, AZULADA!! - Shauna disse já perdendo o controle

- E VOCÊ NUNCA MAIS ME CHAME DE AZULADA!! - Dawn disse quase sentando a mão na cara de Shauna. À essa altura do campeonato, os meninos já estavam quase se esguelando de rir

- VADIAS!! - eu gritei - CALEM A BOCA ANTES QUE EU QUEBRE OS DENTES DE TODAS VOCÊS!!

- Você é loira, Serena. - Misty respondeu - Vai encher o saco do seu namorado, vai!! 

- OLHA SÓ SUA RUIVA ABUSADA!! - eu disse quase perdendo a razão. - EU NÃO TENHO NAMORADO!!

- Claro que tem! - ela sussurrou mais calma no meu ouvido - Tá achando que eu acredito que você e o Ash ficaram ontem o dia todo almoçando?? Fala sério Serena, conta outra... - eu corei na mesma hora. Até esqueci da briga. As meninas pararam e começaram a rir da minha cara vermelha. Os meninos deram de ombros desapontados pelo fim da treta, mesmo não sabendo o porquê dela ter acabado. 

Ficamos falando sobre os nossos últimos anos de viajem. Eu havia ido para Hoenn em busca do meu sonho de me tornar uma performer. As competições em Hoenn me tornaram mais madura e confiante, e depois, inesperadamente recebi uma bolsa em Alola. Dawn passou seus últimos anos aqui em Alola junto com Misty e Ash, mas antes disse, ela viajou por vários outros lugares. Gary chegou também recentemente. Ele contou que havia perdido o título de "Campeão" de Kanto para Red, que depois deixou a sua posição para continuar sua jornada. Depois de tudo isso, Red veio para Alola também. Caramba... Todo mundo vem pra Alola... kkk... Cilan viajou com Ash em Unova, e depois de se despedirem, ele e Iris continuaram explorando outras regiões. Confesso que todos fizeram coisas muito legais nesses últimos anos, e antes que eu pudesse me dar conta, o barco parou e nós descemos dele.

- Bom, é isso... - o dono do barco nos disse - Espero que isso tenha ajudado. Se quiserem carona de novo, é só pedir.

- Obrigado! - Ash agradeceu o homem e nos despedimos dele. 

- Agora é a hora em que cada um vai para o seu canto fazer a sua pesquisa, né?? - Misty pergunta já apressada para ir.

- Exatamente, ruivinha! - Gary respondeu dando-lhe um cascudo 

- LARGA DO MEU CABELO, IDIOTA! - Misty deu um tapa na mão de Gary, que começou a rir da atitude de Misty - Do que tá rindo, perninha de macarrão??

- Não tô rindo de nada... - Gary respondeu ainda rindo. 

- Acho bom mesmo... - Misty resmungou fazendo cara feia.

- Ok pessoal... - Ash disse - A gente se encontra em três no Centro Pokémon do Norte, pode ser??

- Claro! - Gary disse com um sorriso orgulhoso. Os meninos fizeram um comprimento que não consegui entender e foram embora, cada um com a sua dupla, indo para um lado diferente.

 

=Serena Off=

 

=Ash On=

Eu e Serena estávamos indo em direção ao Sul. Aviamos nos separado do pessoal. Chegamos em uma campina aberta e começamos a montar nosso "acampamento". 

- Putz... - Serena disse embaraçada - Minha barraca está quebrada... Ainda vou matar a Misty algum dia...

- Tá tudo bem... - eu disse sorrindo enquanto colocava a mão em seu ombro. - Minha barraca é bem grande... Acho que nós dois cabemos nela... 

- Valeu! - ela disse me dando um soquinho fraco no ombro. Somos amigos, certo? 

- Mas que pokémon vamos pesquisar?? - perguntei mudando de assunto.

Nessa hora, algo pulou de um arbusto. Era um pokémon que eu conhecia. O professor Kukui tinha um igual. Apontei a Pokédex para ele.

- Rockruff, um pokémon tipo pedra. Ele é um pokémon quadrupede caníno. Ele possui um faro poderoso. Ele nunca esquece o cheiro de alguma coisa após cheirá-la uma vez. Quando fica perdido, Rockruff consegue encontrar seu treinador apenas pelo seu perfume. Este Pokémon é muito sociável e vai cumprimentar os outros, esfregando-os com as rochas ao redor de seu pescoço. - a Pokédex fez a descrição completa de Rockruff. Eu fiquei muito intrigado

- Vai ser isso! - eu disse empolgado - Serena, esse pokémon é incrível! 

- Com certeza! - ela disse também empolgada - Vamos começar amanhã. Hoje já está meio tarde. 

- Isso! - eu continuei - Ok Serena, pode me ajudar aqui?? - eu perguntei pedindo-lhe ajuda com as coisas - Eu vou terminar de armar a barraca. Você pode pegar uns galhos secos para fazer uma fogueira?

- Posso sim! - ela me deu um beijinho e foi em busca de alguns galhos secos.

Fiquei lá montando a barraca. Terminei de montá-la e comecei a preparar o jantar. Nessa hora, Serena chegou com os galhos secos.

- Hum! - ela disse sentindo o cheiro da comida - Estou ficando com fome! O que você está preparando, cheff?

- Deixa eu ver... - eu disse brincando - Um ensopado de legumes cremoso. Claro, tem um miojinho aqui. - Serena riu da minha brincadeira. Aquela risada era linda... Ela era linda... PARA COM ISSO, ASH!! ELA É SUA AMIGA!! Não chamamos amigas de "lindas" com frequência... Né??

Ela empilhou os galhos secos e acendeu o fogo. Jantamos e ficamos conversando até tarde. Olhei no meu relógio e disse:

- Olha a hora! Temos que acordar cedo amanhã... Melhor dormirmos... 

- Tem razão... - ela concordou - A gente pode acabar perdendo o Rockruff de vista... 

Entramos na barraca. Eu fechei os olhos. Estava dormindo tranquilo, até que sinto algo se mexer dentro da barraca. Logo aquilo parou. Abri os olhos, e Serena não estava mais dentro da barraca. Tirei a cabeça para fora e vi-a sentada na beira do rio onde estávamos acampando. Saí da barraca e sentei-me ao seu lado.

- O que você está fazendo aqui?? - eu perguntei preocupado. - Está tudo bem? Você não tem sentido sono ultimamente...

- Ah... - ela respondeu - Isso já faz tempo... Mais ou menos uns 2 anos... Sabe, eu não consigo dormir direito de noite...

- Por quê?? - eu perguntei - Tem alguma coisa te incomodando??

- Bom... - ela respondeu olhando nos meus olhos, com aquelas safiras que ela gosta de chamar de olhos. - No começo, tinha uma coisa me incomodando... Mas hoje, é mais por instinto...

- E o que te incomodava? - perguntei preocupado. Do jeito que ela falou, parecia ser algo esquecido, que foi superado.

- Tem certeza que não vai achar idiota? - ela perguntou meio desconfiada.

- Por qual motivo eu te acharia idiota?? - eu disse dando-lhe minha palavra - Nem se eu quisesse eu te acharia idiota!

- Sabe... - ela começou - Quando você foi embora, eu achava que o mundo ia acabar... - ela disse já derramando uma lágrima discretamente - Eu parei de dormir de noite. Mas está tudo bem agora. Durante todo esse tempo que eu passei olhando a noite, descobri um novo mundo. - ela tirou um caderno da mochila que estava ao seu lado. Eu estava chocado. Não sabia que tudo isso era por.... Minha causa... Assim como eu, ela ficou noites sem dormir, e por causa de... Saudade.

- Serena... - eu disse segurando seu rosto delicadamente. - Isso não foi iditota. Eu também passei noites acordado! Passei noites acordado, pensando em você. No seu sorriso, no seu cabelo, no seu perfume, nos seus olhos. Serena, eu não parei de pensar em você durante um minuto! - ela pareceu chocada. Ela com certeza não esperava que lhe dissesse aquilo.

- A-Ash! - ela me disse corada. - E-Eu não sei o que dizer... Eu... Me perdoa.

- Te perdoar pelo que?? - eu lhe perguntei olhando nos seus olhos - Você não fez nada. Eu que vou ter que me desculpar depois disso...

- Se desculpar pelo quê?? - ela pareceu confusa.

- Me desculpar por isso! - dizendo isso, dei-lhe um beijo. Primeiramente, ela se assustou, mas logo retribuiu. Estava calmo. A Lua estava iluminando aquela noite tão escura. Eu estava feliz por ela ter retribuido. Ficamos nos beijando, até que Serena se afastou do beijo.

- Ash, por que fez isso? - ela me perguntou ainda surpresa - Você me disse que não queria apressar as coisas...

- Serena... - eu comecei a dizer tudo - Eu não me importo mais para o "não apressar as coisas", ok? Sério, você é linda, é maravilhosa. Serena, eu fiz isso porque eu não aguento olhar pra esse rostinho e não fazer nada. Eu sei que parece loucura mas... - eu nem acabei de falar. Ela me abraçou e disse "Tá tudo bem, eu sinto o mesmo". Eu fiquei aliviado e surpreso por essa resposta. 

Ficamos conversando e nos beijando pelo resto daquela noite. Foi incrível... O que ia ser de "nós" agora?? Éramos um casal?? O que está acontecendo comigo? Por que fico tão esquisito perto dela?? Será que eu realmente estou... Apaixonado? Não sei... Só sei, que quero aproveitar a melhor noite da minha vida, enquanto ela ainda está acontecendo...

 

=Ash Off= 

 

ATÉ O PRÓXIMO CAP, SEUS LINDUUUS ^-^ 


Notas Finais


FLW GLR!! Não esqueçam de dizer o que acharam, hein... BJS

Mals aí... Hoje num tem QSPQEP...

AMUU VCS!! ^-^

Link do episódio: https://youtu.be/Sj0zl8ALGN0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...