História O 4 Super Poderoso - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Terríveis Aventuras De Billy e Mandy, Demashitaa! PowerPuff Girls Z, Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Personagens Docinho, Durão, Explosão, Florzinha, Fortão, Fuzzy Confusão, Lindinha, Princesa MaisGrana, Senhorita Bellow
Tags Novo Integrante, Ppg Adultas
Visualizações 19
Palavras 1.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, mais um capítulo de O 4º Super Poderoso e agora apresentando mais vilões de outros desenhos, já vejo vocês advinhando quem são nos comentários, espero que curtam e até às notas finais!

Capítulo 11 - Capítulo 10 - Algo Está Por Vir...


Black-Não estou com fome…

Ao ouvirem essas palavras, as jovens ficaram de boca aberta, mas Buttercup, ainda mais surpresa que as outras, teve de cuspir o suco que estava engolindo, mesmo na cara de Blossom…

Blossom-Aghh…

Buttercup-Foi mal… Black, repete o que disseste…

Black-Que não estou com fome?

Buttercup-Isso! Espera, voltaste a falar!

Black-Claro… porque não falaria?

Bubbles-Como “porquê”? Desde de que você nasceu, não ouvimos uma palavra sua, só alguns gemidos, nada mais…

Black-É… minhas cordas vocais ainda não estavam completamente orientadas, só conseguia soltar gemidos…

Blossom-Mas quer dizer que entendias perfeitamente o que falávamos?

Black-Não no inicio, meus ouvidos ainda estavam se acostumando e eu só ouvia um sopro saindo das vocês bocas…

Bubbles-Pera aí, é claro que tu saberias falar, afinal és como nos, mas como é que você sabe esse monte de palavras? Nunca te ensinamos…

Black-Bem, eu ouvi essas palavras de vocês e então eu aprendia a juntá-las para fazer sentido…

Blossom-Mas é claro! O desenvolvimento do Black é 10x maior que o de uma criança normal, tanto pela sua origem, idade e poderes, mesmo tendo nascido só a alguns dias, ele já sabe falar, andar, comer, bem isso não totalmente, mas sabe essas coisas e mesmo que tenhamos o ajudado nisso, ele aprendeu muito rapidamente…

Buttercup-Ufa! Ainda bem! Assim não preciso mais tentar entender o que ele quer dizer… pera aí, então sabias exatamente o que estavas a fazer quando me atiraste com o vaso sanitário?

Perguntou, com uma face séria que intimidou o garoto e o fez se encolher na cadeira, perguntando…

Black-Adianta dizer que meu cérebro ainda não estava totalmente bom?

Buttercup-Não…

Black-Ohhh…

Gemeu, desiludido por pensar que poderia enganar a morena muito facilmente o jantar continuou normal, dentro do possível depois dessa surpresa e todos foram dormir, mas Black, em vez de escolher o quarto que iria, Bubbles o puxou para o quarto dela, para fazer mais algumas perguntas…

Bubbles-Blacky, quero que sejas sincero comigo… você realmente não sabia, entendia, ou fazia coisas pensando quando tinha nascido?

Black-Sim… no inicio minha cabeça parecia um labirinto, não conseguia pensar em qual saída poderia seguir, você me ajudava quando era para andar e por isso eu pensei que não seria necessário pensar, mas quando a Buttercup me obrigou a andar por mim mesmo, bem… então eu consegui ver que para sobreviver eu tinha de fazer as coisas por mim…

Bubbles-Estou a ver… mas e quando você quebrou o pulso da Blossom e a mandou contra a mesa?

Black-Isso foi uma reação agressiva, devo admitir… minha mente ainda não estava completamente estabilizada e com o conhecimento de como sair daquela situação e, estranhamente, por instinto eu ataquei a Blossom…

Bubbles-É… mas, porque saíste da casa?

Black-Bem, eu só conhecia tudo isso dentro de casa, não conhecia, ou lembrava, de como era lá fora, por isso eu decidi explorar, foi a curiosidade a bater mais forte…

Bubbles-Ok… e a minha antiga casa? Como sabias onde ela ficava e porque ficavas a encarando?

Black-A sua antiga casa? Mas… aquela era a minha antiga casa também…

Bubbles-Como assim?

Black-Antes de “nascer” eu ficava todos os dias imóvel, sem poder me mexer, sendo segurado por um homem de cabelos negros e sempre com uma bata… para além de 3 garotinhas que estavam sempre fazendo bagunça, às vezes eles 4 me mudavam de lugar, mas eu me sentia tão vazio… nunca me pude mexer de verdade… só até encontrar vocês…

A loira, ao ouvir toda essa história, lembrou-se do que Blossom dissera “Black é uma forma consciente do Elemento X”… mas quem disse que o Elemento X nunca teve vida? Afinal deu vida a açúcar, tempero e tudo o que há de bom… porque não possuiria vida própria?

Bubbles-Black… essas 3 garotinhas eram eu e minhas irmãs… e o homem que você via era nosso pai, Utonium…

Black-Sério?

Bubbles-Pois… mas nós nunca soubemos que você estava vivo, se não, tínhamos te feito nascer à muito mais tempo…

Black-Ohhhh…

Black abaixou a cabeça de forma triste afinal, tudo o que ele passou foi simplesmente pelos que estavam em sua volta não saberem que ele estava vivo? Isso era demais para ele, mas logo sentiu algo fofo e confortável chegar até seu rosto e viu que era Bubbles o abraçando, tentando o confortar um pouco…

Bubbles-Mas isso nem é tão mau, você veio mesmo em boa altura para conseguir unir eu e minhas irmãs novamente… afinal, você é nosso novo irmãozinho…

Falou, passando a mão pelos cabelos de Black e logo sentiu um aperto maior em seu peito, vendo que era Black afundando-se nos seios da mesma para abafar um pequeno choro…

Bubbles-He… “Mesmo tendo idade de um garoto crescido e falando como um cientista, ele ainda é uma simples criança… e não vou deixar nada acontecer com ele…”

Assim, os dois super poderosos caíram no sono e se deitaram ambos na cama, com Bubbles acariciando os cabelos de Black enquanto limpava sua lágrimas… sem saber o que acontecia num certo vulcão com um observatório no cimo…

Macaco Louco… se lembram dele? Um macaco de laboratório do professor Utonium que acabou por empurrar o mesmo, assim, criando as Meninas Super Poderosas… desde aí Macaco Louco tentou e tentou destruir as mesmas, mas de forma fracassada… porém, quando se tornaram mais velhas Macaco Louco começou a reavaliar suas vida… valeria mesmo a pena lutar tanto contra 3 jovens só para conseguir uma satisfação pessoal?

A partir dessa pergunta, Macaco Louco desistiu de ser o arqui-rival das meninas… e essa dúvida se espalhou pelos outros vilões por isso que as jovens conseguiram viver em paz, os outros vilões também perceberam que tudo o que estavam fazendo era uma briga fútil e sem sentido contra 3 mocinhas perfeitas que nunca lhes fizeram mal, pelo menos não no inicio…

E nessa noite estrelada, Macaco Louco está dormindo pensando em vários projetos para robôs que ele nunca iria usar, porém, um som de chamas incomodou a mente do macaco, o fazendo-se levantar e olhar ao redor para ver a origem do som… quando se deu conta, tinha um homem negro e de olhos amarelos com chamas às sua volta…

Macaco  Louco-Como se ateve a entrar na fortaleza de Macaco Louco!?

Pai-Calma Macaco… meu nome é Pai…

Macaco Louco-Meu pai?

Pai-Não… O Pai… cê sabe? O grande inimigo da Turma do Bairro…

Macaco Louco-…

Pai-Eu obrigo as crianças a trabalhar…

Macaco Louco-Nunca ouvi falar…

Pai-Aghhh… esquece… bem, vim te convidar para fazer parte da equipe que estou formando…

Macaco Louco-Mas porquê Macaco Louco?

Pai-Minha primeira opção foi o Ele, mas ouvi dizer que ele foi mandado para o vazio… então só me resta você e mais 2 caras que contratei…

Macaco Louco-Ok, mas quem são esses 2?

Pai-Um deles é Gorrath, um general de uma frota alienígena vinda do futuro e outro é Mandark, um génio do mal… estamos formando uma equipe para livrar-nos dos nossos heróis e queríamos que se juntasse a nós…

Macaco Louco-Porque Macaco Louco faria isso? Macaco Louco desistiu de ser vilão à muito tempo…

Pai-Oh, vá lá Macaco… não queres tirar toda essa poeira do seu laboratório e voltar a comandar robôs destruidores para a vitória contra as Meninas Super Poderosas?

Macaco Louco-Bem… sim…

Pai-E então? O que te impede?!

Macaco Louco-É que Macaco Louco sempre perdeu para as Poderosas… porque seria diferente agora?

Pai-Você só perdeu porque elas estavam em maioria… afinal… 3 contra 1 é injusto, não acha?

Macaco Louco-É…

Pai-E se for 4 contra 3? Sendo que a maioria está com a gente? Não seria mais justo?

Macaco Louco-Sim! Ok, Macaco Louco aceita… mas, quem mais irá se juntar à equipe?

Pai-Estou tentando contactar um alienígena chamado Vilgax e um demónio chamado Aku, para além do próprio Bogeyman…

Macaco Louco-Estou a  ver… Macaco Louco está louco para conhecer esses novos aliados…

Pai-Oh, eles serão ótimos e, desta vez, não iremos perder…

Continua…


Notas Finais


E aí? Gostaram? Comentem o que acharam que ajuda muito e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...