História O Abrigo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Mistério, Original
Exibições 6
Palavras 649
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Um Mundinho Próprio


* Já faz tempo que eu esqueci quem sou. Para que sirvo? Onde estou? O que estou fazendo aqui afinal? Fico me perguntando a cada instante. Porque sou a única? É outra pergunta. Nesse mundo tão grande, como posso ser o único ser, se é isso que sou? Olho para horizonte, é infinito parece. Todos os dias pego meus lápis de cor e logo eu o completo, mas sempre volta a existir, maior e maior. E me deixa animada para completá-lo também. Isso mesmo, eu desenho meu próprio mundo. As árvores, o céu, os astros... Ou seja, o horizonte. Eu posso ter tudo o que quiser, tudo mesmo. É apenas eu realizar a ação de desenhar, que aquilo se tornará verdadeiro. Pelo que me lembre, é assim e sempre foi. Eu acho. E pode ser que eu seja feliz, pode ser que seja solitária. Não sei muito bem como definir o que sinto. Só sei que uma pequena coisa me incomoda: sinto falta de algo. Mais especificamente, de alguém. Alguém o qual sinto muito afeto, mas por mais que eu pense e me esforce o tempo inteiro, não consigo ter sequer uma lembrança. Eu... Sinto que no início, bem, bem no início... Eu não vivia assim. Eu era... Mais feliz, talvez... *

...

Sinto as finas folhas de grama tocarem meus pés delicadamente enquanto ando até o balanço. A brisa acaricia levemente meu rosto, balançando meus cabelos escuros, que brilham com a luz do Sol. Em meio a todo aquele verde, avisto uma árvore montanhosa, realmente muito, muito grande, a qual suas folhas e troncos já velhos caiam aos poucos enquanto a mesma a apodrecia mais  e mais a cada dia.

Aumento meus passos cada vez mais, assim começando a correr o mais rápido possível. Em poucos segundos chego na grande árvore, finalmente:

- Bom dia, como vai? - Digo com um sorriso doce, a abraçando - Está linda como sempre!

Me separo do abraço e dou mais um sorriso.

A árvore, nunca me respondeu. Imagino que é orgulhosa demais para dizer algo, mas eu a amo mesmo assim. Amo a todos e a tudo que me faz feliz.

Dou uma volta ao redor dela por mais ou menos um minuto, procurando pelo balanço, pendurado a um dos galhos.

Após o um minuto, chego ao destino.

O balanço de madeira bruta segurada por cordas grossas e um tanto desgastadas, esperava por mim, como todos os dias.

Dei uma corridinha e parei à frente dele. Calmamente me sentei e segurei com os meus dois braços nas cordas, respirei fundo e começei a balançar devagar...

Essa árvore e esse balanço são as únicas coisas que já estavam aqui antes de minha existência, ou seja, eu não os criei e por causa disso não posso mudá-los, mas não que eu queira. Talvez essa seja a prova de que tenham mais pessoas vivendo aqui além de mim, só que por alguma razão não consigo encontrá-las. 

E que razão seria essa?

Eu também gostaria de saber.

Continuo a me balançar, sentindo o vento soprar fortemente no meu rosto, mechendo com meu vestido e cabelos. Para frente e para trás... Para frente e para trás... Repetidamente, aumentando o rítmo.

É nessa hora que começo a ter "visões". Pode parecer coisa de maluco... Pode parecer mentira também... Mas não é.

Eu não vejo nitidamente, mas sei que vejo um alguém me chamando, brincando comigo, rindo... E eu acabo por rir também. Essas imagens, elas me deixam muito feliz! Queria saber o motivo.

Eu fecho os olhos para poder vê-las melhor, assim suas cores ganham vida e posso as diferenciar. Continuo assim... Rindo e me divertindo com as visões.

Até começar a ver lágrimas. 

Esse alguém fica com o rosto molhado pelo choro intenso, enquanto vai embora. Eu me sinto confusa e assim acaba.

Abro os olhos, o balanço se acalma e eu encaro o horizonte pensativa.


Notas Finais


Continua!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...