História O Acordo - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amanda Seyfried, Ian Somerhalder, Nina Dobrev, Paul Wesley
Personagens Amanda Seyfried, Ian Somerhalder, Nina Dobrev, Paul Wesley, Personagens Originais
Tags Acordo, Amanda Seyfried, Drama, Ian Somerhalder, Nina Dobrev, Romance
Exibições 82
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá! Sim devido a minha demora vou postar assim logo dois para ver se amenizo a raiva de vocês kkkk
Boa leitura.

Capítulo 28 - Temporada de se apaixonar!


            Os dias que se seguiram foram muito mais do que românticos, muito mais do que calientes, muito mais do que apaixonantes, só sei que a cada segundo eu estava mais e mais apaixonada por Ian. Gostava dos beijos doces, das carícias, das longas conversas sobre música e filme. Chegou a um ponto onde eu não mais via aquele Ian que conheci, agora via somente um Ian apaixonante e apaixonado.

            Abri os olhos e encarei o teto branco do meu apartamento, senti Ian se movimentar na minha cama, encarei aquelas costas desnudas e muito bem definidas por sinal, fazia recentemente um mês desde que embarcamos nesse relacionamento dentro de um relacionamento de mentirinha, acredite, não tente entender, por que eu ainda não entendo.

            Levantei e catei uma das camisas de Ian, a vesti e fui até a cozinha, estava faminta. Coloquei a água do café para esquentar na cafeteira e peguei o pão, ovos e bacon. Estava distraída cantarolando e cozinhando, remexia os quadris no ritmo da música. Virei-me para o balcão e levei um susto com um Ian enrolado em uma das minhas toalhas, encostado no batente da porta com os braços cruzados sobre o peitoral desnudo e com o sorriso mais sacana no rosto. Sorri retribuindo e disse: - Bom dia! Quer café?
: - Você vem de brinde?
Sorri mais ainda e completei: - Olha, não necessariamente, mas, a gente pode negociar!
Ele sentou-se na cadeira a frente do balcão e disse se debruçando sobre a mesa: - Olha que sou um bom negociador, posso te fazer propostas tentadoras...
Mordi os lábios inferiores e caminhei até ficarmos de frente um para o outro e sem o balcão para atrapalhar, depois me aproximei dizendo: - Sério? Então por que não tenta?
Ele suspirou, e devagar desenrolou a toalha do corpo que ainda estava meio molhado, logo revelou todo o seu membro para mim, que estava já rígido, depois me olhou safado e disse: - Isso serve?
Mordi ainda mais o lábio inferior e revirei os olhos dizendo: - Só isso não me faz gozar, senhor Somerhalder!
Foi então que ele me puxou para sentar em seu colo de frente para ele, quando senti seu membro tocar minha intimidade meu corpo estremeceu, ele sorriu ao sentir que eu estava sem calcinha.

            Seus braços circundaram minha cintura e ele sussurrou já rouco em meu ouvido: - Quero que se masturbe com a cabeça do meu pênis!
Senti minhas entranhas se dobrarem e torcerem pelo ao menos umas quarenta vezes, devagar escorreguei até a cabeça do seu pênis e comecei um processo lento e torturante de masturbação, suas mãos foram até minha bunda e apertaram ali me fazendo suspirar, quando eu estava quase gozando e seu membro já estava imenso e duro, ele tomou as rédeas da coisa e me fez sentar com tudo nele, mordi os lábios e tentei controlar minha respiração já descompassada, comecei a cavalgar, primeiro devagar e depois rápido. Quando dei por mim eu já gemia igual uma cadela no cio e ele dizia totalmente rouco e excitado: - Continua minha putinha! Vai, cavalga no papai! Se você soubesse como é bom te comer...
Ao que eu respondia: - Ai! Aiiiii! Eu não vou aguentar, não vou...
Ele deu um tapa na minha bunda me fazendo jogar a cabeça para trás e arranhar mais ainda seus ombros: - Goza vadia! Goza gemendo o meu nome!
Quando eu não mas aguentava, gozei e assim como ele havia pedido chamei por ele: - Iiiiaan...

            Amoleci em seu colo, ele levantou-se faltava pouco para ele gozar, me deitou no balcão e continuou o movimento de vai e vem, meu corpo não conseguia mais se mover e ele ainda estocava forte, até que também tremeu e relaxou. Nossas respirações estavam ofegantes e a mesa uma bagunça, rimos da situação, Ian me deu vários selinhos e depois saiu de cima de mim.

            Depois banhamos juntos com muitos beijos e sabão, tomamos café juntos e antes de sair ele me puxou pela cintura, deu-me um beijo apaixonado e disse: - Fique pronta a noite!
: - Por que?
: - Á noite te levo para jantar!
: - Não vai dar, amor!
: - Por que?
: - Porque eu marquei de estudar com o Luke, portanto ele vai vir aqui estudar.
Ele riu e disse: - Quando você diz estudar, se refere também à colocar as fofocas em dia, certo?
Dei de ombros com uma expressão engraçada ao que ele me deu outro beijo e disse: - Ok! Então, amanha a tarde nós saímos para fazer alguma coisa, por que no almoço tenho reunião com uns coreanos chatos! Te adoro, nos falamos pelo celular.
Me deu mais um beijo quente na boca, eu o afastei dizendo: - Vai que você está atrasado!

            Ian sai rindo e dizendo algo sobre ser o chefe daquele lugar. Sentei-me na mesa e aquele sorriso bobo se manteve em meu rosto, droga! Eu estava apaixonada por ele.


Notas Finais


Espero que tenha gostado, não esqueça de dar sua opinião.
Estou escrevendo uma fanfic sobre o Daryl Dixon e TWD, se vocês quiserem dar uma lida aqui está o link:
https://spiritfanfics.com/historia/the-angel-and-the-black-bird-7127460
MEU TWITTER: @Joice_andreize
Beijos e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...